Mulher dentro de um carrinho de supermercado segura alegre sacolas com compras
Shutterstock

A Black Friday, maior evento de ofertas do mundo que há anos conquistou os consumidores brasileiros, também entrou no calendário de corretoras e apps que oferecem serviço de criptomoedas no Brasil.

Algumas ofertas já estão valendo desde o último sábado (18) e outras começam no próprio dia que marca a Black Friday, na sexta (24), mas se prorrogam até o final da semana ou até mesmo durante todo o mês de novembro.

Publicidade

Portanto, são poucos dias para aproveitar ofertas com descontos em taxas de negociação, cashback em dobro na compra de criptomoedas, conteúdos de educação financeira gratuitos e bônus especiais por indicação. Veja as promoções:

MB (Mercado Bitcoin)

A maior exchange de ativos digitais da América Latina anunciou duas ações especiais para a Black Friday deste ano. 

Entre os dias 21 e 26 de novembro, os clientes do MB poderão participar do programa de indicação MB Friday. Nele, os investidores poderão ganhar até R$ 800 em Bitcoin (BTC) ao indicar um cliente.

A cada indicação, o cliente MB ganha R$ 40; o mesmo valor também é destinado a quem receber o link, abrir a conta e fazer depósito mínimo de R$ 100.

Conforme descreveu a empresa, para participar do MB Friday, basta seguir os seguintes passos:

  • Acessar a conta do MB pelo app ou site (www.mb.com.br);
  • Na tela inicial, ao lado do nome do cliente, clicar em “Ganhe R$ 800”;
  • Copiar e colar o código de indicação; 
  • Escolher a rede social que preferir e enviar para os contatos.

MagaluPay

Entre 18 de novembro e 31 de dezembro estará valendo a promoção “Cripto Friday” no MagaluPay. Quem investir a partir de R$ 200 em Bitcoin (BTC), Ethereum (ETH) e USDC no app receberá cashback de 2% diretamente na conta MagaluPay. A recompensa é limitada a um cashback de R$ 400.

Publicidade

Vale lembrar que o MagaluPay oferece a venda de criptomoedas desde outubro deste ano, tendo o MB como parceiro tecnológico que fornece soluções para que o app possa disponibilizar criptomoedas para os milhões de clientes da varejista.

Ripio

Na promoção Black Friday da Ripio, os consumidores podem usar o Ripio Card  — bandeira Visa — e ganhar 5% de cashback em qualquer compra com criptomoedas, viabilizando para o cliente o recebimento de até R$ 500 por mês.

O Ripio Card funciona como um cartão internacional e, com isso, permite compras em lojas online no exterior, o que possibilita ao consumidor aproveitar, inclusive, as ofertas de Black Friday em outros países que aceitem a bandeira Visa.

LoopiPay e CoinEx

A promoção Black Friday promovida em parceria pelas duas empresas vai ter a duração de uma semana; começa nesta sexta (24) e termina na próxima sexta, 1º de dezembro. Neste período, transações entre as plataformas da LoopiPay e da CoinEx terão as taxas zeradas.

Publicidade

Além disso, para cada R$ 50 gastos em transações entre LoopiPay x CoinEx (seja em depósitos, saques, compras ou vendas), o usuário ganha uma chance de participar de sorteios de bolsas de esporte e camisetas, além de outros prêmios surpresa, entre outros.

No dia 24 de novembro, ou seja, data da Black Friday, todo o site da LoopiPay estará com taxa free e, no Discord da empresa, serão distribuídos prêmios relâmpagos.

Bipa

A Bipa, conta digital integrada ao Bitcoin, também tem sua oferta especial para a Black Friday que começa nesta sexta (24) e termina no domingo (26). Durante esses três dias, quem utilizar a Bipa poderá fazer compra e venda de Bitcoin (BTC) e Tether (USDT) no app pagando 0,5% na taxa de intermediação.

“Após a Black Friday as taxas voltam ao normal podendo variar de 2% a 0,5%, dependendo do nível Bipa do usuário (que vai de 1 a 5)”, comunicou a empresa.

Bitybank

O criptobanco criou a ação “Bity Week” que vai dar Bitcoin em dobro com o cashback. Segundo informações no site da instituição, entre os dias 20 e 26 de novembro todos os clientes vão receber 2% de cashback em criptomoedas ou reais ao realizar compras com os cartões físico ou virtual.

Publicidade

A empresa alerta que o cashback promocional da Bity Week substitui, dentro do período, as demais promoções, retornando em seguida com a padrão de 0,2% a 1% de cashback.

TC

A plataforma de investimentos TC criou a Black Trader para disponibilizar conteúdos gratuitos de 40 especialistas sobre os principais assuntos do mercado financeiro. A promoção vale para  todo o mês de novembro.

Entre os conteúdos estão: cripto, operações de dólar, ações, gestão de carteiras, FIIs, renda fixa, análise fundamentalista, análise técnica, long & short, fluxo, análise micro, análise macro, commodities, estratégias automatizadas com robôs e operações de índice.

Além disso, o TC vai beneficiar usuários que negociarem um contrato na plataforma até o dia 30 de novembro.

Eles terão direito a corretagem zero com o RLP ativo nas negociações; Profit Pro gratuito até o fim do ano; e acesso ao canal VIP da empresa, o Whatstrader; e um mês de acesso ao plano Essential.

Cuidado com fraudes na Black Friday

24 de novembro promete ser um dos dias mais agitados do comércio e exigirá que os cuidados com segurança sejam redobrados. Veja como evitar cair em fraudes neste período e proteger seu dinheiro e criptomoedas na hora das compras. Clique aqui para ler as dicas essencias.

You May Also Like
Imagem da matéria: Manhã Cripto: Rali continua e Bitcoin (BTC) atinge US$ 62 mil; Executivos da Binance são presos na Nigéria

Manhã Cripto: Rali continua e Bitcoin (BTC) atinge US$ 62 mil; Executivos da Binance são presos na Nigéria

A maior criptomoeda acumula ganhos de 45% neste ano, se aproximando cada vez mais da máxima histórica de US$ 69 mil
homem de costas andando em direção a tokenização do mercado financeiro

A revolução da tokenização de dados além do universo cripto | Opinião

O potencial de mercado da tokenização de ativos é extraordinário, com projeções indicando que o setor pode atingir a marca de US$ 16 trilhões
Imagem da matéria: Com novo rali do Bitcoin, 97% dos investidores agora estão no lucro

Com novo rali do Bitcoin, 97% dos investidores agora estão no lucro

Com Bitcoin acima de US$ 65 mil, quase todos os investidores que possuem a criptomoeda estão com lucros não realizados
Imagem da matéria: Processo da CVM contra Binance pode demorar mais 3 anos para ser concluído

Processo da CVM contra Binance pode demorar mais 3 anos para ser concluído

Órgão informou que prazo máximo para apreciação do caso é 1.518 dias úteis, sendo que se passaram apenas 598 dias corridos do caso Binance