Imagem da matéria: Magalu fecha parceria com MB e passa a vender criptomoedas a partir de R$ 1
Foto: Shutterstock

O Magalu anunciou nesta quinta-feira (19) o início das transações de criptomoedas em seu aplicativo. A partir de R$ 1, os clientes da companhia poderão comprar – e depois vender – Ethereum, Bitcoin e USDC, três das principais moedas digitais disponíveis no mercado.

A novidade é uma parceria entre o MagaluPay e o Mercado Bitcoin (MB), maior plataforma de ativos digitais da América Latina e responsável pela tecnologia e segurança dos investimentos.

Publicidade

“Para muitos desses clientes, esse será o primeiro contato com criptoativos e a oportunidade de iniciar investimentos em moedas digitais, a partir de 1 real”, afirma Fábio Murakami, diretor de produtos do MagaluPay. “Vamos mostrar que transações com criptomoedas não são um bicho de sete cabeças.”

Para viabilizar o processo, a plataforma de ativos digitais do Mercado Bitcoin será integrada ao MagaluPay para permitir a compra, venda e custódia de criptoativos, por meio de uma experiência simplificada em que as transações serão concluídas em poucos cliques.

Os clientes contarão também com vídeos que introduzem conceitos e auxiliam nas tomadas de decisão para os primeiros investimentos em criptoativos.

“Disponibilizamos ao Magalu e MagaluPay, a infraestrutura do MB Cloud, um serviço de cripto como serviço (do inglês, Crypto as a Service ou CaaS), possibilitando que eles ofereçam aos seus clientes a opção de comprar e vender criptoativos diretamente pelo seu aplicativo. Estamos entusiasmados em fornecer a tecnologia para que esse gigante do Varejo possa explorar ainda mais o potencial da economia tokenizada, conectando milhões de pessoas com o mundo da tecnologia blockchain”, diz Guilherme Pimentel, diretor de Produtos do MB.

Publicidade

A solução é mais uma iniciativa de digitalização e inclusão financeira e de ampliação da cesta de serviços disponíveis aos usuários do MagaluPay. Os mais de 10,6 milhões de clientes MagaluPay contarão com material educativo sobre a nova modalidade de investimento.

Para poder realizar as negociações, os interessados deverão estar no nível 2 do cadastro no aplicativo do Magalu: ou seja, precisam confirmar os dados de identificação facial (selfie), validação do documento (foto), endereço atualizado, profissão, CPF e renda.

Criptomoedas no Brasil

As criptomoedas são moedas digitais protegidas por criptografia, o que permite que as transações de compra e venda sejam realizadas de maneira segura em ambiente virtual. Seu valor é determinado pela oferta e demanda do mercado.

Segundo uma pesquisa feita pela consultoria Consensys e a YouGov, empresa líder internacional de pesquisa de mercado baseada na internet, o Brasil é o segundo país do mundo com maior percepção sobre criptomoedas.

Publicidade

O levantamento apontou que 98% dos brasileiros já ouviram falar sobre moedas digitais e 59% sabem o que são. O primeiro lugar no ranking é da Nigéria, com 99% da população com conhecimento sobre a existência do produto.

O estudo foi realizado em 15 países: África do Sul, Alemanha, Argentina, Brasil, Coréia do Sul, Estados Unidos, Filipinas, França, Índia, Indonésia, Japão, México, Nigéria, Reino Unido e Vietnã.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Nova York processa minerador de criptomoedas e exchange cripto por fraude de US$ 1 bilhão

Nova York processa minerador de criptomoedas e exchange cripto por fraude de US$ 1 bilhão

Autoridades acusam a exchange cripto NovaTech e a empresa de mineração AWS Mining de “envolvimento em esquemas de pirâmide ilegais”
Fachada da GameStop em Tyler no Texas

Memecoins da GameStop e Iggy Azalea encerram semana com perdas de até 50%

MOTHER – uma memecoin lançada pela rapper Iggy Azalea – despencou 38% nos últimos 7 dias
Propaganda do jornal Epoch Times

CFO de jornal é acusado de lavagem de dinheiro com criptomoedas no valor de US$ 67 milhões

Executivo é acusado de usar a equipe “Make Money Online” do veículo de notícias para lavar o produto da fraude usando criptomoedas
Desenho de uma caixa sustentada por paraquedas

ZkSync fará airdrop de 3,7 bilhões de tokens ZK nas carteiras dos usuários na próxima semana

Não haverá período de bloqueio para o airdrop da comunidade, mas a distribuição foi limitada a 100 mil tokens por carteira