Imagem da matéria: Bitcoin Volta a Cair; Criptomoedas Sofrem Queda Maior Ainda
(Foto: Shutterstock)

O Bitcoin voltou a cair e se aproxima novamente dos US$ 6.000, menor preço de 2018, nas principais exchanges do mundo. A queda começou por volta das 22h de quinta-feira (21) e se estende até a manhã de sexta-feira.

No Brasil, de acordo com o Índice de Preço do Bitcoin (IPB), o dia opera em queda de -7,46%, sendo negociado a R$ 24.072 às 12:10.

Publicidade
Fonte: Gráfico do Índice de Preço do Bitcoin

O desvalorização do BTC já acumula -15% apenas em junho e valorização de 1,5% no segundo trimestre. Desde o início do ano, o bitcoin já caiu 48%. O valor de mercado da criptomoeda atualmente é de US$ 106 bilhões.

O que pode ter impulsionado a queda

A venda em massa se agravou após um documento ter sido publicado na página oficial do Mt.Gox, uma extinta exchange de criptomoedas que foi hackeada em mais de US$ 470 milhões em 2014.

Resumindo, o documento detalha alguns pontos importantes, como o responsável pela custódia dos BTCs da Mt. Gox não podendo mais vende-los no mercado. Além disso, e possivelmente o principal motivo da queda, é o fato de que os credores receberão BTC (e não JPY – moeda fiduciária japonesa) na metade de 2019, o que significa que uma grande quantidade de bitcoin entrará no mercado e talvez sejam despejados, dado que são bitcoins adquiridos pelos usuários em 2014 ou antes.

Outro fator que pode ter contribuído foi o órgão regulador financeiro do Japão, a Financial Services Agency (FSA), que enviou pedidos de melhoria de negócios para seis grandes bolsas de criptomoedas, informou a Cointelegraph Japan em 22 de junho.

Publicidade

De acordo com os comunicados de imprensa listados em seu site, a FSA exigiu uma revisão da gestão de risco – centrada nos requisitos anti-lavagem de dinheiro (AML) e know-your-customer (KYC) – da bitFlyer, Quoine, BTC Box, Bit Bank, Tech Bureau. e Bit Point.

Mercado em forte queda

Acompanhando a desvalorização do bitcoin, os principais criptoativos do mercado também operam em queda. EOS, IOTA, NEM e Cardano são as que mais sofrem nas últimas 24 horas. Nos últimos sete dias, apenas Ethereum Classic e Binance Coin operam em alta.

Fonte: https://portaldobitcoin.uol.com.br/cotacoes

O valor total do mercado de criptomoedas encontra-se em US$ 260 bilhões, menos valor desde abril de 2018.

Leia também: Bithumb Confirma Montante Roubado, Caça Hacker e Garante Indenização a Investidores

 

BitcoinTrade

A BitcoinTrade é a melhor solução para compra e venda de criptomoedas.
Negocie Bitcoin, Ethereum e Litecoin com total segurança e liquidez.
Acesse agora ou baixe nosso aplicativo para iOs ou Android:
https://www.bitcointrade.com.br/

VOCÊ PODE GOSTAR
logotipo da Akash Network

DePIN: Tokens disparam até 52% no dia e dominam ganhos no Top 100

Os projetos Akash Network e Zebec Network viram seus tokens AKT e ZBC obterem ganhos de dois dígitos nas últimas 24 horas
peter schiff falando ao microfone

O Bitcoin está em um mercado de baixa quando comparado ao ouro, afirma Peter Schiff

O analista financeiro e comentarista disse uma vez que o preço do BTC nunca chegaria a US$ 50 mil
Ilustração de moeda gigante de Bitcoin observada por investidores e prestes a ser cortada ao meio

Quando será o próximo halving do Bitcoin?

O tão falado halving do Bitcoin acabou de acontecer, e o próximo já está no horizonte.
moeda de bitcoin com bandeira dos EUA no fundo

Proprietários de criptomoedas são uma força na eleição dos EUA de 2024, diz estudo

Quase um em cada cinco eleitores possui criptomoedas, o que os torna um eleitorado potencialmente poderoso em novembro, segundo a Galaxy Digital