Imagem da matéria: Bitcoin SV afunda em valor de mercado após polêmicas, ameaças e processos
Foto: Shutterstock

O Bitcoin SV (BSV) vem perdendo relevância no topo das tabelas de ranking de criptomoeda. Hoje ela é a 30ª criptomoeda mais valiosa do mercado, de acordo com os dados do CoinGecko. Contudo, há um ano, o ativo estava entre os cinco mais importantes na mesma lista.

Nesta sexta-feira (12), a BSV está cotada em US$ 182 (R$ 1.014), com uma capitalização de mercado de US$ 3,4 bilhões (R$ 19 bilhões). No dia 14 de janeiro, a moeda chegou ao recorde de US$ 438, mas perdeu quase 60% desse valor, desde então.

Publicidade

Nesse meio tempo, uma série de fatores contribuiu para a queda do BSV. Entre os motivos, estão as polêmicas causadas por Craig Wright, um dos criadores do criptoativo que também é famoso por se auto-denominar Satoshi Natamoto, bem como a retirada da criptomoeda de diversas exchanges.

Cotação do Bitcoin SV durante 2021 (CoinGecko)

Criador do BSV contra o Bitcoin

Craigh Wright, ou “CSW”, é conhecido por várias polêmicas. Ele afirma ser o criador do Bitcoin (BTC) há anos, embora poucas pessoas acreditem na sua narrativa. O executivo alega possuir endereços com alguns dos primeiros BTC minerados na história da moeda.

Entretanto, em 2020, um minerador utilizou 140 endereços antigos de BTC para enviar uma mensagem à comunidade das criptomoedas. “Craig Steven Wright é um mentiroso e uma fraude. Ele não tem as chaves usadas para assinar esta mensagem”, afirmou o verdadeiro dono das chaves.

No mais, em janeiro de 2021, CSW iniciou uma onda de processos contra desenvolvedores ligados ao Bitcoin, ao pedir a retirada do white paper da criptomoeda dos sites Bitcoin.org e Bitcoincore.org.

Publicidade

Outras empresas, como a Square, também foram notificadas pelo empresário. Na visão dele, as plataformas estão infringindo os seus direitos de propriedade, já que ele é, supostamente, o criador do Bitcoin.

Além disso, CSW chegou a ameaçar destruir as vidas dos desenvolvedores que se opusessem a ele, conforme lembrou o influenciador CobraBitcoin no Twitter.

Bitcoin SV foi retirado de exchanges de criptomoedas

Outra razão para a impopularidade do BSV é a sua exclusão de diversas exchanges. Em janeiro, a australiana Independent Reserve retirou a criptomoeda da sua plataforma.

A ação deixou Calvin Ayre, que é outro cofundador do projeto, irritado. “Acredito que a corretora recebeu dinheiro da gangue do Bitcoin para fazer isso”, especulou o executivo no Twitter.

Publicidade

No entanto, a corretora australiana não foi a primeira a tomar essa decisão. Ainda em 2019, a Binance anunciou a retirada do Bitcoin SV e do Bitcoin Cash (BCH) da sua plataforma de negociações. Mais recentemente, em 2021, a OKCoin também excluiu o BSV e o BCH. Nesse caso, a OKCoin citou, diretamente, as ações de Craig Wright como um dos motivos que justificavam a ação.

O Bitcoin SV nasceu de um hard fork do Bitcoin Cash que, por sua vez, se originou de um hard fork do Bitcoin. No entanto, assim como o BSV, o BCH também está sofrendo uma desvalorização considerável na comparação com o Bitcoin original.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Bitso lança carteira Web3 para facilitar conexão com aplicativos DeFi

Bitso lança carteira Web3 para facilitar conexão com aplicativos DeFi

Bitso Web3 Wallet suporta Ethereum, Polygon, Arbitrum, Base e Optimism e permite acesso a mais de 2 mil tokens
pilhas de moedas douradas à frente da bandeira da Colômbia

Maior banco da Colômbia lança corretora de criptomoedas

A plataforma Wenia visa atrair pelo menos 60.000 clientes em seu primeiro ano de operação
Imagem da matéria: O poder dos RWA: executivo explica por que faz sentido tokenizar ativos do mundo real

O poder dos RWA: executivo explica por que faz sentido tokenizar ativos do mundo real

Fabrício Tota, diretor do MB, discutiu no Ethereum Rio como empresas podem tirar o máximo proveito da tecnologia blockchain através da tokenização
Imagem da matéria: Ripple anuncia programa contínuo de bolsas em dinheiro para programadores do Brasil

Ripple anuncia programa contínuo de bolsas em dinheiro para programadores do Brasil

Meta é que comunidade de programadores crie soluções na XRP Ledger, blockchain usada pela empresa e que tem o token nativo XRP