Imagem da matéria: Bitcoin sobe 5%, encosta nos R$ 300 mil e volta a ter valor total de mercado de US$ 1 trilhão
Dinheiro de investidores institucionais pode criar novo bull run (Foto: Shutterstock)

O Bitcoin subiu 5% em poucas horas na manhã desta quarta-feira (06) e atingiu os R$ 298 mil no Brasil, de acordo com o índice de preço do Portal do Bitcoin.

Em dólar, a criptomoeda chegou aos US$ 55 mil e, em seguida teve um leve recuo, mas foi o suficiente para fazer o valor do total de mercado do ativo retornar ao US$ 1 trilhão, conforme dados do Coinmarketcap.

Publicidade

Não está claro o que causou o súbito aumento, mas alguns fatores podem ter colaborado para o bom momento que começou no início de outubro e vem se estendendo nos dias seguintes.

Por que o bitcoin subiu

Um deles foi compra súbita de US$ 1,6 bilhão em bitcoin por meio de uma série de ordens de mercado feitas em 5 minutos. As transações foram captadas pela cryptoquant, uma empresa de análises on chain.

Além disso, no dia 30 de setembro, o presidente do banco central dos Estados Unidos afirmou que não havia interesse ou planos de banir o Bitcoin no país, o que deu mais segurança aos investidores internacionais.

Por fim, a gestora do family office do multibilionário George Soros confirmou ontem que também havia comprado bitcoin e criptomoedas.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Corretoras batem recorde de negociações enquanto suas reservas de Bitcoin despencam

Corretoras batem recorde de negociações enquanto suas reservas de Bitcoin despencam

A alta das criptomoedas em março resultou em um recorde de negociações e queda drástica das reservas de Bitcoin das corretoras
moeda de bitcoin e bandeira dos eua

Governo dos EUA transfere parte da reserva de US$ 2 bilhões em Bitcoin para Coinbase

Departamento de Justiça dos Estados Unidos começou a mover parte dos 2 bilhões de dólares em BTC para endereço da Coinbase
moeda de Bitcoin à frente do logotipo do Goldman Sachs

ETF de Bitcoin da BlackRock ganha apoio de gigantes de Wall Street, como Goldman Sachs e Citadel

O sucesso dos ETFs de Bitcoin está forçando até os céticos das criptomoedas a clamarem por um espaço no setor
Brad Garlinghouse, CEO da Ripple , posa para foto

Mercado de criptomoedas vai valer US$ 5 trilhões até final do ano, prevê CEO da Ripple

Brad Garlinghouse justifica seu otimismo pelo halving do Bitcoin e um possível impulso regulatório positivo do mercado cripto nos EUA