foguete bitcoin
Shutterstock

O Federal Reserve — o banco central dos EUA — aumentou sua taxa de juros em 0,75 ponto percentual nesta quarta-feira (27).

A iniciativa atendeu às expectativas dos analistas. Há menos de uma semana, o Banco Central Europeu (ou BCE) chocou investidores ao aumentar sua taxa de juros pela primeira vez em 11 anos, apresentando uma alta de 0,50% — maior do que o esperado.

Publicidade

Pouco após o anúncio, o bitcoin (BTC) e o ether (ETH) dispararam, aumentando em 9% e 16%, respectivamente, de acordo com o site CoinMarketCap. O BTC é negociado a US$ 22.885, enquanto o ETH vale US$ 1.594. Porém, ambos registraram quedas nos últimos sete dias e o valor total de todas as criptomoedas temporariamente caiu abaixo de US$ 1 trilhão na terça-feira (26).

Antes da reunião desta quarta-feira, tanto o mercado cripto como o mercado de ações já respiraram aliviados. Grandes índices de ações subiram, incluindo o S&P 500 (1,39%) e o Nasdaq (2,48%), junto com o Dow Jones Industrial Average (0,3%), durante o início da reunião, segundo a Nasdaq.

Aumento de juros para conter a inflação

Bancos centrais ao redor do mundo estão aumentando taxas de juros para restaurar a estabilidade de preços e tentar controlar a inflação desenfreada. Nos EUA, o Fed apresentou, em junho, sua taxa de juros mais alta desde 1994 para combater o aumento nos preços, que estão em seu maior ritmo nas últimas quatro décadas.

O banco central americano está tentando lidar com a inflação antes que fique muito enraizada na economia. No entanto, se o Fed for agressivo demais em restringir a economia, pode fazer com que os EUA entrem em recessão. O banco está emitindo orientações futuras, comunicando sua previsão da economia e possíveis políticas para influenciar as expectativas de mercado.

Publicidade

Instituições depositárias, como bancos, mantêm saldos no Fed, e taxas de fundos federais determinam quão caro se tornarão empréstimos entre si com o uso desses saldos. Taxas de juros têm um efeito dominó por todo o sistema financeiro, encarecendo o empréstimo para empresas e clientes e esfria a economia ao diminuir a demanda.

Conforme as taxas de juros fazem as perspectivas de crescimento diminuírem para empresas negociadas em Wall Street, investidores institucionais estão trocando ações e cripto por investimentos mais seguros, como títulos comerciais e do tesouro americano, que oscilam menos do que investimentos mais arriscados, mas têm ganhos garantidos pelo governo federal.

Criptomoedas registraram uma correlação com ações especulativas de tecnologia no último ano, mas a similaridade demonstrou sinais de enfraquecimento neste mês.

O mercado de criptomoedas sofre em meio às rigorosas políticas econômicas desde que o Fed começou a aumentar taxas de juros em março deste ano. Preços despencaram próximo ao lançamento do relatório de inflação que orientam o raciocínio do Fed.

Publicidade

O Fed possui um mandato duplo de impedir o desemprego enquanto mantém os preços estáveis, com um objetivo de manter a inflação em 2% todo o ano.

Os abalos nas cadeias de suprimento resultantes dos “lockdowns” de covid-19 e o aumento na demanda por consumidores gerados por programas de auxílio em meio à pandemia foram fatores contribuintes à inflação, dentre outros, incluindo trilhões de dólares em estímulos econômicos que aumentaram o fornecimento monetário como um todo.

Quando a inflação começou a surgir em 2021, a instituição não se apressou em aumentar as taxas de juros porque considerou a alta de preços como transitória e algo que poderia ser remediado sozinho. Recentemente, o presidente do Fed, Jerome Powell, foi menos firme em sua interpretação da inflação.

“Agora sabemos quão pouco entendemos sobre a inflação”, explicou ele no fim de junho durante o Fórum do Banco Central Europeu no Banco Central de Sintra, em Portugal. “Isso não era previsto.

*Traduzido por Daniela Pereira do Nascimento com autorização do Decrypt.co.

Quer negociar mais de 200 ativos digitais na maior exchange da América Latina? Conheça o Mercado Bitcoin! Com 3,8 milhões de clientes, a plataforma do MB já movimentou mais de R$ 50 bilhões em trade in. Crie sua conta grátis!

Publicidade
VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Fundador do Telegram diz que manterá seus tokens do Notcoin até multiplicarem por 100

Fundador do Telegram diz que manterá seus tokens do Notcoin até multiplicarem por 100

Pavel Durov detém 1% do maior token de jogo deste ano, doado pelos jogadores. E ele não está vendendo seus Notcoin – não agora, pelo menos
Estátua da justiça e martelo de juiz à frente de bandeira do Canadá

Canadá multa Binance em R$ 22,5 milhões por violar as leis de combate à lavagem de dinheiro 

Agência do governo menciona falta de registro e ausência de relatório de transações enquanto corretora operou no país
Imagem da matéria: Empresário "vende" Bitcoin durante discurso para formandos nos EUA e recebe onda de vaias

Empresário “vende” Bitcoin durante discurso para formandos nos EUA e recebe onda de vaias

O discurso de formatura da Ohio State University incluiu defesa do Bitcoin e cantorias que chocaram o público
Logo da ftx, dólares e bitcoin

Analistas preveem alta no mercado cripto com ressarcimento bilionário a clientes da FTX

A FTX deve cerca de US$ 11 bilhões a credores, mas a massa falida conseguiu levantar mais de US$ 14 bilhões