Máquinas alinhadas em um centro de mineração
Foto: Shutterstock

Como se já não bastasse a crise geral no mercado de criptomoedas, duas empresas americanas do setor de mineração de bitcoin enfrentam problemas extras. Enquanto a Compass Mining perdeu sua diretoria e foi despejada de seu centro de mineração, localizado no estado do Maine, a Marathon Digital está com 75% de sua operação parada em Montana por falta de energia elétrica.

A maior parte dos problemas está ligado à queda do mercado cripto em geral, com destaque para o Bitcoin (BTC), que cai pelo terceiro dia seguido, com cotação nesta quarta (29) em US$ 20 mil (R$ 105.000), e o Ethereum (ETH), que se aproxima de níveis de preço quatro anos atrás, valendo atualmente US$ 1.100 (R$ 5.800).

Publicidade

Com pouco dinheiro em caixas, muitas companhias de mineração estão tendo que vender seus estoques de criptomoedas. Quando mesmo esse estoque já não paga os custos, começam os problemas operacionais.

Leia também: Queda no preço do bitcoin joga mineradores para o centro da crise das criptomoedas

É o caso da Compass Mining, que anunciou na terça-feira a renúncia do seu CEO e cofundador Whitney “Whit” Gibbs. Não bastasse, a diretora financeira, Jodie Fisher, também está de malas prontas. A saída da diretoria ocorre logo após as alegações de que a empresa não pagou impostos e taxas de onde opera – além da conta de energia elétrica – uma instalação no Maine, de propriedade da Dynamics Mining.

A informação de inadimplência partiu da própria Dynamics, em um post no Twitter na segunda-feira (27). Segundo a empresa, por conta dos atrasos nos pagamentos, a Compass Mining teve o contrato de Maine rescindido no dia 14 de junho, resultado de uma inadimplência de vários meses.

“Tudo o que você tinha que fazer era pagar US$ 250 mil por 3 meses de consumo de energia”, tuitou a Dynamics.

Publicidade

A Compass Mining negou a informação e respondeu no dia seguinte: “A Compass cumpriu todas as suas obrigações sob seus contratos com a Dynamics, incluindo suas obrigações financeiras”.

https://twitter.com/compass_mining/status/1541970398933286912

Empresa de mineração tem 30.000 máquinas paradas

Em um comunicado ao mercado na tarde da terça-feira (28), Marathon Digital Holdings, uma das poucas empresas de mineração de bitcoin listadas em bolsa (NASDAQ: MARA ), informou que uma tempestade que ocorreu no último dia 11 na região de Hardin, estado de Montana, resultou na paralisação ed 30.000 máquinas, ou 75% de toda sua operação, por falta de energia.

De acordo com a empresa, uma unidade geradora de energia foi danificada pela tempestade e passa atualmente por uma avaliação de reparo. “Com base nos relatórios de inspeção mais recentes, os mineradores da Marathon em Montana podem ter energia suficiente para voltar a funcionar com capacidade reduzida já na primeira semana de julho”, diz a nota.

Por conta da redução, a Marathon já avalia os danos nos cofres: “Com as mineradoras desativadas, espera-se que a produção de bitcoin seja significativamente reduzida até que os reparos na instalação de geração de energia em Montana possam ser concluídos ou até que os mineradores possam ser realocados para novas instalações”.

*Com informações do Decrypt

VOCÊ PODE GOSTAR
Moedas de ethereum à frente de ilustração de cadeado

A SEC vai finalmente aprovar os ETFs de Ethereum? Entenda

Vence no fim desta semana o prazo para a SEC aprovar ou não alguns pedidos de ETFs de Ethereum e a expectativa agora é mais positiva do que nunca
hackers em frente a computadores

Exchange de criptomoedas Rain perde US$ 14,8 milhões em ataque hacker

A exchange disse que já tomou as medidas necessárias e que todas as sua atividades estão funcionando normalmente, inclusive saques
ilustração mostra logo da pepecoin PEPE subindo ao céu

PEPE e BONK valorizam mais de 30% nas últimas 24 horas

Memecoin PEPE bateu sua máxima histórica nesta terça-feira (21), em momento de forte aquecimento do mercado cripto
Imagem da matéria: Manhã Cripto: Câmara dos EUA aprova nova lei cripto em dia decisivo para ETFs de Ethereum

Manhã Cripto: Câmara dos EUA aprova nova lei cripto em dia decisivo para ETFs de Ethereum

Nesta quinta-feira termina o prazo para a SEC aprovar ou rejeitar o ETF de Ethereum da VanEck