Moeda de bitcoin com o logotipo do google
Shutterstock

O termo ‘Bitcoin’ foi um dos mais buscados no Google nesta semana, roubando os holofotes de algumas das celebridades mais populares do mundo, como Taylor Swift e Beyoncé.

O feito deixa claro o interesse que a maior criptomoeda do mercado desperta nas pessoas quando seu preço está em alta. Embora o BTC esteja recuando nesta sexta-feira (15), ontem renovou mais uma vez sua máxima histórica ao atingir uma cotação de US$ 73,5 mil.

Publicidade

Um levantamento no Google Trends feito pela Bloomberg descreve como ocorreram os eventos de alta do termo Bitcoin em relação às duas artistas norte-americanas, considerando o início de fevereiro até agora. Na ocasião, em meio ao famoso torneio de futebol americano, o Super Bowl, pesquisas por Taylor Swift foram 14 vezes maiores do que por Bitcoin.

A inversão, diz o site, ocorreu em março, quando houve um aumento no interesse no Bitcoin, o que lhe rendeu uma classificação média de pesquisa de 53 na última semana; Swift e Beyoncé tiveram classificações médias de 38 e 9, respectivamente.

“Os dados do Google Trends não exibem números brutos de pesquisa, mas usam um índice de zero a 100 para mostrar a popularidade relativa da pesquisa”, explica o site.

Uma correlação a considerar é que enquanto o preço do Bitcoin caía em 2022, o hit ‘Anti-Hero’ de Swift estava há várias semanas nas paradas musicais, segundo uma publicação da Forbes

Publicidade

Busca por Bitcoin

O Bitcoin já roubou os holofotes no Google outras vezes. Em 2018, ‘O que é Bitcoin?’ foi a pergunta mais buscada nos Estados Unidos e no Reino Unido. Um ano antes, o termo já era um dos mais procurados, porém mais em países africanos, como Nigéria e Gana.

Outra curiosidade ocorreu em meados de junho de 2022, quando o Bitcoin caiu para a casa dos US$ 16 mil depois de ter atingido o então recorde histórico de US$ 69 mil. Na época, o número de pessoas querendo saber se o BTC havia morrido aumentou consideravelmente nas buscas por “bitcoin dead” (morte do bitcoin).

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Alemanha continua vendendo Bitcoin e reserva cai de US$ 3 bi para US$ 223 milhões

Alemanha continua vendendo Bitcoin e reserva cai de US$ 3 bi para US$ 223 milhões

A 10x Research afirma que a pressão de venda do governo alemão está diminuindo e que o Bitcoin parece tecnicamente sobrevendido
Imagem da matéria: Deputada alemã critica venda de Bitcoin do governo e defende mantê-lo em reserva estratégica

Deputada alemã critica venda de Bitcoin do governo e defende mantê-lo em reserva estratégica

“O Bitcoin oferece uma oportunidade única de diversificar os ativos do estado”, escreveu Cotar
Imagem da matéria: Bitcoin está queda, mas até que ponto deve cair? Especialistas respondem

Bitcoin está queda, mas até que ponto deve cair? Especialistas respondem

Ainda não atingimos o fundo, afirmam os analistas que preveem um aumento significativo do BTC até o final do ano
Criador do Twitter e da Square, Jack Dorsey em palestra no TED

Bitcoin pode um dia substituir o dólar americano, diz criador do Twitter

Em um sofisticado retiro na Toscana, Jack Dorsey compartilhou sua visão sobre a ascensão do Bitcoin à supremacia global