Ilustração código do Bitcoin
Shutterstock

O Bitcoin Core, software de código aberto derivado do cliente original de Satoshi Nakamoto, recebeu na segunda-feira (25) sua nova versão 23.0, que trouxe novos recursos para a rede do Bitcoin, várias correções de bugs e melhorias de desempenho.

A nova versão do software representa seis meses de trabalho e revisão de 132 desenvolvedores ao redor do mundo que colaboraram com o código aberto do Bitcoin. No meio dessa lista está o brasileiro Bruno Ely Garcia,  desenvolvedor do grupo 2TM, proprietário do Mercado Bitcoin, especializado no Bitcoin Core.

Publicidade

Ao Portal do Bitcoin, Garcia explicou que o Bitcoin Core 23.0 conta com mudanças técnicas, de refinamento do código do bitcoin. Embora o usuário comum da criptomoeda possa não experimentar essas novidades no seu uso do dia a dia, essas melhorias são importantes para manter o Bitcoin Core seguro e otimizado.

O desenvolvedor conta que na atualização desta semana, diversas PRs — “pull requests”,  uma maneira de sugerir alterações para um projeto de código aberto para ser avaliada e mesclada na base de código principal — foram incluídas na versão 23.0.

“Entre as mudanças que chamam mais atenção é (1) a adoção de Tracepoints e USDT que permite debugar os eventos que estão ocorrendo no Bitcoin Core melhor; (2) novo suporte a rede CJDNS; (3) e um novo RPC que permite verificar o status de um soft fork em qualquer bloco”, apontou o desenvolvedor.

Garcia conta que sua contribuição no Bitcoin Core 23.0 foi adicionar novas coberturas de teste nos testes funcionais, fazer correções em documentações e melhorias em RPCs — “Remote Procedure Call”, conjunto de protocolos e interfaces que o cliente interage com o sistema blockchain.

Publicidade

Melhorando o Bitcoin Core

O release publicado no blog do Bitcoin Core traz todos os detalhes das novas melhorias implementadas essa semana. As 25 alterações implementadas incluem alterações na estimativa de taxas, mudanças no parâmetro de inicialização, novos RPCs, Configurações atualizadas e melhorias na carteira, em ferramentas e utilitários.

As atualizações do Bitcoin Core acontecem, em média, a cada seis meses, e incluem as melhorias que foram aprovadas durante esse intervalo de tempo pela comunidade e mescladas no código principal pelos mantenedores do Bitcoin Core.

“Diariamente temos desenvolvedores trabalhando em correções e melhorias para deixar o Bitcoin Core mais robusto. É importante que de tempos em tempos sejam lançados os releases com essas mudanças”, explicou Garcia.

A instalação do Bitcoin Core 23.0 pode ser feita em bitcoincore.org e o código-fonte está disponível no repositório de origem do Bitcoin Core no GitHub.

VOCÊ PODE GOSTAR
Mão segurando celular com o logo da carteira de criptomoedas MetaMask

MetaMask lança sistema para acabar com prática que drena dinheiro dos usuários do Ethereum

Smart Transactions busca fazer com que clientes sejam protegidos da prática de máximo valor extraível na blockchain Ethereum
Imagem da matéria: Manhã Cripto: Bitcoin sobe 2% e recupera os US$ 65 mil; Bitso lança campanha para vítimas das chuvas no RS

Manhã Cripto: Bitcoin sobe 2% e recupera os US$ 65 mil; Bitso lança campanha para vítimas das chuvas no RS

No final de semana, o Bitcoin atingiu a marca de um bilhão de transações processadas desde o seu lançamento
Bitcoin em gráfico de alta com seta azul apontado para o alto

Traders esperam que Bitcoin supere a máxima de US$ 74 mil em breve

“Esperamos um impulso de alta aqui que pode nos levar de volta às máximas de US$ 74 mil”, disse a QCP Capital sobre o momento do Bitcoin
Imagem da matéria: Propina paga a Eduardo Requião foi usada para investir na pirâmide financeira do "Rei do Bitcoin"

Propina paga a Eduardo Requião foi usada para investir na pirâmide financeira do “Rei do Bitcoin”

Nova operação da Polícia Federal visando fraudes no portos do Paraná revelou uma curiosa ligação entre o irmão do Roberto Requião e um dos maiores piramideiros do Brasil