Bitcoin Chega a US$ 13.500 no Zimbábue; Tanques estão nas Ruas



O Bitcoin no Zimbábue é mais caro do que em qualquer outro lugar do mundo. Mas, até para os padrões de países em desenvolvimento, o preço atual em dólares é muito superior, com o BTC atingindo US$ 13.500 na única exchange do Zimbábue. A causa do pico repentino é fácil achar: tanques de guerra atravessam a capital Harare e o presidente Mugabe não é visto em nenhum lugar, o país está em colapso.

Caos

Bitcoin floresce em tempos de conflito, seja eles regulamentar, conflitos de mercado ou militares. Quer se trate de crises bancárias globais ou de tensões crescentes entre a Coreia do Norte e a Coreia do Sul ou EUA, o bitcoin se torna um refúgio. Para cidadãos em países como o Zimbábue, bitcoin não é apenas o meio do dinheiro eletrônico ou reserva de valor – é um meio de sobrevivência.

Em 14 de novembro, revelou-se que o maligno Robert Mugabe não foi encontrado em nenhum lugar como um golpe militar em andamento. Um major do exército à frente da revolta já apareceu na TV nacional para confirmar que o presidente, que está no poder desde 1980, está seguro. Isso é triste pelos milhões que sofreram com o reinado ditatorial de Mugabe.

Leia Também: Venezuelanos que Mineram Bitcoin Correm Risco de Ser Presos e Acusados de Roubo

Inflação e Deflação

A hiperinflação correu desencadeada pelo Zimbábue em uma escala não vista desde a república de Weimar na Alemanha.

Não há muitos países no mundo onde você pode pagar o café da manhã com uma nota de 100 trilhões de dólares. O Bitcoin, com seu modelo deflacionário, é a própria antítese da economia do Zimbábue e, para um número crescente de cidadãos, o antídoto.

A exchange Golix, a única do país, lidou com mais de US$ 1 milhão em transações nos últimos 30 dias – um aumento de dez vezes em relação ao ano passado. Após a hiperinflação tornar inútil o dólar do Zimbábue, a Golix – juntamente com muitos outros negócios – foi, forçada a começar a aceitar dólares dos EUA ou o rand sul-africano.



Regulação?

Golix é uma exchange não regulamentada, mas em um país que ocupa o 154º lugar no Índice de Desenvolvimento Humano, e cujo povo luta para obter comida, gás e eletricidade, é de se esperar. Sob Mugabe, o Zimbábue foi reduzido a um estado distópico cujas pessoas são forçadas a se defender. Muitos deles não têm dúvidas sobre o uso de uma exchange não regulamentada para armazenar os pequenos recursos que eles possuem.

A noção de pagar mais de US $ 13.000 por um bitcoin parece estranho, mas como ele é divisível em até oito casas decimais, isso ainda deixa muito espaço para comprar pequenas unidades da moeda digital. Em um país onde 95% da força de trabalho está desempregada e troca notas no mercado negro, o bitcoin – mesmo com 100% de ágio – parece ser uma opção segura.

Dado que o dólar dos EUA e o rand sul-africano também comercializam cerca de duas vezes o preço normal no Zimbábue, o bitcoin de US $ 13.000 está dentro de parâmetros “normais”.

 

BitcoinTrade

Compre e venda Bitcoin na primeira e única corretora de Bitcoin do Brasil com certificação PCI DSS nível 2, que atende aos requisitos máximos de segurança nas transações. Acesse: https://www.bitcointrade.com.br/