Imagem da matéria: Bitcoin (BTC) salta 7,3% e encosta nos US$ 38 mil
(Foto: Shutterstock)

No fim da manhã desta quinta-feira (9), o Bitcoin (BTC) esticou ainda mais os ganhos ao registrar uma valorização de 7,3% nas últimas 24 horas.

A criptomoeda líder do mercado atingiu a cotação mais alta do dia de US$ 37.896 por volta do meio-dia, segundo dados do CoinMarketCap. Desta forma, o Bitcoin agora flerta com os US$ 38 mil, um patamar de preço que não visita desde maio de 2022.

Publicidade

Em reais, o BTC sobe 6,7%, negociado a R$ 185,2 mil, de acordo com o Índice do Portal do Bitcoin (IPB). Como esperado, é a expectativa para aprovação dos ETFs de Bitcoin à vista que está por trás desta alta.

“A alta do Bitcoin agora eu acho que é basicamente motivada pelos rumores de que o ETF de Bitcoin à vista seja aprovado em uma janela de sete a oito dias”, explica ao Portal do Bitcoin André Franco, head de Research do MB.

“Se estamos quase no final da semana, provavelmente na semana que vem tenha aprovação desse ETF e alguma diretriz de quando ele vai começar a rodar. Se de fato o ETF sair na semana que vem, temos uma possibilidade de rali do mercado no final de semana inteiro só nessa expectativa. Muito parecido com o que aconteceu no cenário de aprovação do ETF de futuros lá atrás”, acrescenta o especialista.

ETF de Bitcoin agita mercado

O Bitcoin já iniciou a quinta-feira em alta à medida que uma pequena janela se abriu para a SEC aprovar 12 solicitações pendentes de ETFs de Bitcoin à vista.

Publicidade

Essa aprovação poderia incluir o ETF de Bitcoin da BlackRock e a conversão do fundo da Grayscale, de acordo com os analistas da Bloomberg, James Seyffart e Eric Balchunas.

A justificativa deles é a seguinte: quando a SEC concedeu a si mesma uma prorrogação do prazo para as solicitações pendentes de ETFs, a agência escolheu a quarta-feira, 8 de novembro, como o último dia para comentários de refutação. Ou seja, é possível que a SEC aprove vários ETFs entre hoje e 17 de novembro, mas exija que todos os fundos, caso aprovados, comecem a ser negociados no mesmo dia.

“A SEC emitiu ordens de adiamento para a BlackRock, Bitwise, VanEck, WisdomTree, Invesco, Fidelity & Valkyrie ao mesmo tempo”, escreveu Seyffart no Twitter. “Se a agência deseja permitir que todos os 12 requerentes lancem, como acreditamos, esta é a primeira janela disponível desde que a vitória judicial da Grayscale foi confirmada.”

Um fundo negociado em bolsa de Bitcoin, ou ETF, permitiria que os investidores obtivessem exposição à maior criptomoeda do mundo sem precisar possuir o ativo. Em vez disso, eles poderiam comprar ações que seriam respaldadas pelo Bitcoin que foi comprado pelo emissor.

VOCÊ PODE GOSTAR
Ilustração mostra logotipo Solana à frente de gráfico de trading

Fundação Solana pune validadores acusados de “ataque do sanduíche”

Os ataques do sanduíche (sandwich attacks) vão contra as regras estabelecidas pela Fundação; Entenda
Smartphone com logotipo Kraken na mão com site desfocado como plano de fundo

Kraken revela ter perdido R$ 16 milhões em “bug crítico”

A corretora de criptomoedas afirma ter sido extorquida pelos pesquisadores de segurança que descobriram a falha
martelo de juiz com logo da binance no fundo

Nigéria retira acusações contra executivos da Binance, mas mantém exchange na mira

Dois executivos da Binance foram afastados das acusações de evasão fiscal por uma agência nigeriana, mas ainda enfrentam um caso de lavagem de dinheiro
Imagem da matéria: Hashdex entra com pedido para lançar ETF de Bitcoin e Ethereum nos Estados Unidos

Hashdex entra com pedido para lançar ETF de Bitcoin e Ethereum nos Estados Unidos

A gestora de fundos apontou no formulário de aplicação que terá como parceiros custodiantes dos ativos a Coinbase, LLC e a BitGo