Mão sob foguete de brinquedo com uma moeda de Bitcoin (BTC), sugerindo alta no preço da criptomoeda
Shutterstock

É possível cravar qual será o preço do Bitcoin (BTC) daqui cinco anos? Talvez em 10 ou 30 anos? Será que 1 BTC pode chegar a valer US$ 1 milhão?

Essas são perguntas quem sempre voltam a circular quando a maior criptomoeda do mundo dispara de preço — ou pelo menos mostra uma forte recuperação — como ocorreu nesta semana. Há cerca de três meses, o Bitcoin era cotado abaixo de US$ 17 mil; na quarta-feira (24), ele chegou à casa dos US$ 28 mil.

Publicidade

O tema do BTV a US$ 1 milhão também ganhou força depois que o ex-diretor da Coinbase Balaji Srinivasan fez publicamente uma aposta de que o Bitcoin (BTC) atingiria esse preço em 90 dias, baseando-se na inflação na economia americana e na visão de uma adoção em massa da criptomoeda.

Srinivasan, no entanto, não está sozinho. Diversos “nomes carimbados” do mercado de criptomoedas já cravaram que o preço do Bitcoin vai atingir esse patamar, indicando inclusive o tempo que vai levar para tal marco acontecer.

Veja abaixo quais as celebridades do mercado cripto já deram esse palpite .

Cathie Wood

Reprodução/Youtube

A investidora “popstar” Cathie Wood, fundadora da gestora Ark Invest, que em 2021 já havia previsto o preço do bitcoin em US$ 500 mil até 2026, duplicou sua aposta em fevereiro deste ano. De acordo com seus comentários no relatório Big Ideas Research, a empresária acredita que o preço do BTC deverá chegar a US$ 1 milhão até 2030.

Na ocasião, o mercado era assolado tanto pelo ‘inverno cripto’ quanto pela falência da corretora FTX. Wood então argumentou: “Às vezes você precisa de testes de batalha para ver quem são os sobreviventes. Mas nós achamos que Bitcoin está saindo dessa [série de eventos] cheiroso como uma rosa”.

Publicidade

Arthur Hayes

Divulgação/Bitmex

Arthur Hayes, cofundador e ex-CEO da BitMEX, uma das maiores corretoras de Bitcoin do mundo, previu que o preço do BTC chega US$ 1 milhão de três a cinco anos, além do ouro a US$ 10 mil a onça.

Os comentários foram feitos em um artigo em seu blog pessoal no Medium sobre o mercado financeiro global diante da guerra na Ucrânia.

Michael Saylor

CEO da Microstrategy Michael Saylor
Reprodução/Youtube

Michael Saylor, fundador e ex-CEO da Microstrategy – empresa que detém milhares de BTCs em caixa – é um evangelista do BTC que prega o investimento no longo prazo e por isso ele costuma dizer: “ Bitcoin não serve para se gastar; ele não é uma moeda corrente”.

O palpite do empresário, que também acredita que em algum momento o Bitcoin vai valer US$ 1 milhão, ficou registrado em um tweet no dia 7 de junho do ano passado.

Publicidade

“Se #bitcoin não vai para zero então vai para um milhão”.

Jesse Powell

Jesse Powell
Divulgação Kraken

Jesse Powell, cofundador e CEO da exchange Kraken — e que também já fez várias previsões para o preço futuro da criptomoeda  —, idealiza o 1 BTC em US$ 1 milhão no longo prazo, conforme comentários feitos durante uma entrevista à Bloomberg há dois anos, quando citou a elevação de preços como “hiperbitcoinização”.

“As pessoas veem [o bitcoin] ultrapassando o ouro como reserva de valor. Então, você sabe, acho que um milhão de dólares como meta de preço dentro de dez anos é muito razoável”, disse Powell na época. Ele acrescentou que os mais jovens veem o BTC como uma “versão melhorada do ouro”.

John McAfee

Divulgação

John McAfee foi um dos primeiros grandes nomes do mercado cripto a prever várias vezes que o bitcoin poderia valer um dia US$ 1 milhão. Algumas previsões ocorreram a partir de 2018, quando ele disse que o BTC chegaria ao “padrão ouro”.

Em 2019, dois anos antes de ele ter tirado a própria vida enquanto cumpria prisão na Espanha – uma morte que gera polêmica até hoje – ele reiterou sua aposta.

“Vamos lá pessoal!!! É hora de mostrar suas habilidades matemáticas e fazer algumas contas básicas!!!! É matematicamente impossível o Bitcoin ser inferior a US$ 1 milhão até o final de 2020”, disse McAfee em um tweet na manhã do dia 15 de abril de 2019.

Publicidade

No post, ele comentava a mesma previsão do empresário argentino Wences Casares, que por meio da Xapo construiu o que seriam cofres seguros para proteção de carteiras de criptomoedas. Mas cerca de um ano depois, ele zombou de si mesmo: “Que idiota acreditou em tal absurdo?”.

Mundialmente conhecido por sua maior criação, o antivírus McAfee, o bilionário também conviveu anos tanto com holofotes dos entusiastas do Bitcoin quanto com mandados de prisão de autoridades dos EUA por suposto crime de lavagem de dinheiro.

Hal Finney — 2009

Reprodução/Youtube/Fran Finney

O americano Hal Finney foi um dos primeiros indivíduos a fazer uma previsão de um preço milionário do Bitcoin. O programador, que faleceu em 2014 após cinco anos de luta contra uma Esclerose Lateral Amiotrófica (ELA), foi a primeira pessoa a receber BTC de Satoshi Nakamoto e a segunda a rodar um node (nó) na rede do Bitcoin.

“Executando bitcoin”, escreveu ela na época, se referindo aos 10 BTCs recebidos de recompensa pelo bloco 170. 

Em 2009, ele estimou em um email para Nakamoto em 2009 que o valor total de mercado do Bitcoin seria entre US$ 100 trilhões e US$ 300 trilhões. Considerando sua tese e o fornecimento total intrinsecamente determinado de 21 milhões de moedas de BTC, cada ativo no futuro chegaria a valer cerca de US$ 10 milhões.

VOCÊ PODE GOSTAR
ilustração mostra logo da pepecoin PEPE subindo ao céu

Trader transforma R$ 2 mil em R$ 17 milhões graças ao triunfo da Pepecoin (PEPE)

Ao comprar a memecoin após o lançamento, o trader teve um ganho de 7.368x no investimento
Imagem da matéria: Criptomoeda desaba 99% após hacker invadir projeto e chamá-lo de "copia e cola"

Criptomoeda desaba 99% após hacker invadir projeto e chamá-lo de “copia e cola”

Após derrubar o preço da memecoin NORMIE, hacker ofereceu devolver fundos se os criadores do projeto fizerem melhorias no código
Bitcoin em gráfico de alta com seta azul apontado para o alto

Traders esperam que Bitcoin supere a máxima de US$ 74 mil em breve

“Esperamos um impulso de alta aqui que pode nos levar de volta às máximas de US$ 74 mil”, disse a QCP Capital sobre o momento do Bitcoin
Moedas de bitcoin sob mesa escura com sigal ETF

ETFs de Bitcoin têm entrada de US$ 303 mi, impulsionados por Fidelity e Grayscale

Os fluxos de entrada de ETFs de Bitcoin à vista nos EUA atingiram uma alta de US$ 303 milhões em duas semanas, já que o preço do Bitcoin ultrapassou US$ 66 mil