Fundador da FTX fora do Tribunal de Manhattan EUA
fundador da FTX, Sam Bankman-Fried, fora do tribunal federal de Manhattan (Foto: Decrypt/André Beganski)

Meses após o co-fundador e ex-CEO da FTX, Sam Bankman-Fried, ser considerado culpado em sete acusações federais de fraude e conspiração relacionadas à falência da exchange, a primeira foto do desacreditado magnata das criptomoedas na prisão teria surgido.

Compartilhada no Twitter (conhecido como X) por Tiffany Fong, uma criadora de conteúdo que fez amizade com Bankman-Fried e o entrevistou várias vezes após sua queda, a suposta foto na prisão mostra o outrora ícone das cripto ao lado de outros prisioneiros, todos, exceto um, com o rosto censurado para proteger sua privacidade.

Publicidade

Na foto, que Fong diz ter sido tirada em 17 de dezembro do ano passado no Centro de Detenção Metropolitano (MDC) do Brooklyn, Bankman-Fried mantém uma aparência familiar com uma camiseta, shorts de moletom e tênis, mas parece estar mais magro do que em fotos anteriores, antes da prisão. Ele também está com barba, em contraste com seu habitual rosto barbeado.

Fong obteve a foto de um ex-detento recentemente libertado a quem ela se refere como “G Lock”, que é a única outra pessoa na foto com o rosto visível. Ela compartilhou um curto trecho de uma entrevista em vídeo com o ex-companheiro de prisão de Bankman-Fried, que chama Sam de seu “filho” e falou sobre seu comportamento e hábitos pessoais de higiene atrás das grades.

No clipe, G Lock diz que Bankman-Fried parece “mais desleixado que o diabo” e diz que o fundador de cripto caído não vinha tomando banho com frequência na época. G Lock, descrito como ex-membro da gangue Blood, acrescentou que Bankman-Fried lhe disse que queria tentar deixar a barba crescer porque é algo que ele nunca tinha feito antes.

Bankman-Fried foi condenado em novembro por uma série de crimes, incluindo a apropriação de bilhões de dólares em fundos de clientes da FTX para sustentar a firma de investimentos irmã, Alameda Research, durante a corrida de baixa que precedeu a falência da FTX.

Publicidade

Mesmo assim, G Lock acredita que Bankman-Fried é, no final das contas, um “cara bom” — embora G Lock afirme que ele é “estranho pra cacete” e “pode ser estranho” — e pede ao presidente Joe Biden que perdoe o co-fundador da FTX em meio à sua campanha de reeleição este ano.

“Liberte Sam Bankman”, diz G Lock. “Joe Biden, você sabe o que fazer. Antes de sair, perdoe meu filho… você sabe o que fazer.”

Fong disse que planeja postar a entrevista completa em vídeo com G Lock nos próximos dias através de seu canal no YouTube e que irá aprofundar-se mais no suposto comportamento de Bankman-Fried atrás das grades e como outros detentos o estão tratando.

A longa saga de falência da FTX pode acabar tendo um final semi-feliz para os clientes, pois os advogados da empresa disseram no final de janeiro que “os clientes e credores não garantidos gerais com reivindicações permitidas eventualmente serão pagos integralmente”, de acordo com o plano atual.

Publicidade

No entanto, isso está sujeito a mudanças. Alguns clientes estão insatisfeitos com o plano atual, que é baseado no valor de seus ativos em cripto de novembro de 2022, quando a FTX colapsou. Isso porque o mercado de cripto se recuperou substancialmente desde então; o preço do Bitcoin, por exemplo, disparou de cerca de US$ 17 mil naquela época para mais de US$ 51 mil hoje.

*Traduzido com autorização do Decrypt.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Trader que roubou US$ 110 mi da plataforma DeFi Mango Markets é considerado culpado

Trader que roubou US$ 110 mi da plataforma DeFi Mango Markets é considerado culpado

Avraham Eisenberg foi considerado culpado de manipular a plataforma Solana DeFi Mango Markets em 2022 e fugir dos EUA com os fundos
bitcoin preso a correntes

Angola proíbe mineração de criptomoedas e China repercute

Embaixada pediu aos chineses que vivem no país sul-africano para não apoiarem ou se envolverem com mineração
Imagem da matéria: Manhã Cripto: Bitcoin sobe 4% e Ethereum salta 7% puxados por ETFs em Hong Kong e alívio de tensões no Oriente Médio

Manhã Cripto: Bitcoin sobe 4% e Ethereum salta 7% puxados por ETFs em Hong Kong e alívio de tensões no Oriente Médio

Após forte queda no fim de semana, Bitcoin e Ethereum voltam a ganhar força com notícias de que Hong Kong aprovou ETFs das criptomoedas
Imagem da matéria: Patrocínios da Crypto.com podem atrair a SEC, mas risco vale a pena

Patrocínios da Crypto.com podem atrair a SEC, mas risco vale a pena

No Parque Hyatt, no centro de Paris, o presidente da Crypto.com, Eric Anziani, falou com o Decrypt sobre regulamentação e a expansão de sua exchange