Imagem da matéria: Binance anuncia fim das operações em Singapura e dá prazo final para saques no país
Foto: Shutterstock

A Binance anunciou nesta segunda-feira (13) que irá deixar de operar em Singapura. Os clientes da plataforma têm até o dia 13 de fevereiro para sacar todos os ativos que tiverem, seja em dinheiro fiat ou em criptomoedas.

O motivo ainda não parece estar claro: por meio de um comunicado enviado por e-mail para a imprensa a empresa deu uma justificativa vaga e genérica. Disse que que agiu levando em conta “considerações globais de estratégias, comerciais e de desenvolvimento”.

Publicidade

Em seu site, a Binance diz que a decisão não foi “feita de forma fácil” e que pede “desculpas adiantadamente pelas inconveniências que isso pode causar”.

Além disso, a corretora disse que irá focar suas atividades no país nas áreas de tecnologia, pesquisas e desenvolvimento.

Prazo para sacar

A partir desta segunda-feira (13) a Binance Singapura não aceita novas contas de clientes e os clientes não poderão fazer depósitos em suas contas (em fiat ou cripto).

Os clientes que estiverem passando pelo processo de Know Your Customer (Conheça seu Cliente) para criar conta já terão o processo suspenso.

As operações de compra e venda de criptomoedas poderão ser feitas pelos usuários da plataforma até o dia 12 de janeiro.

Publicidade

Do dia 13 de janeiro para frente, os clientes poderão apenas sacar seus fundos ou transferir para outra wallet.

Quem não sacar da Binance

Do dia 13 de fevereiro em diante, as contas serão suspensas e os clientes não irão mais conseguir acessá-las. Quem não tiver sacado ou transferido até esta data, terá que entrar em contato com o atendimento ao consumidor da Binance por e-mail.

Porém a corretora irá ter taxas para quem não limpar a conta até o dia 13 de fevereiro: uma taxa de 5% ao mês do balanço dos ativos que tiverem na conta e uma taxa única de 20% da soma dos ativos.

A Binance disse que todos os funcionários da sede em Singapura serão transferidos para outros projetos da empresa.

Em busca de uma nova casa

O fundador da exchange, Changpeng Zhao (CZ), manteve-se baseado em Singapura nos últimos dois anos e muitos achavam que o país seria escolhido como local para sede global da companhia, algo que ainda não foi definido.

O executivo comprou recentemente uma casa em Dubai e definiu a regulamentação local com “muito pró-cripto”, o que pode ser um indicativo de onde pode ser a próxima parada – e talvez definitiva.

VOCÊ PODE GOSTAR
Ministro Zhaslan Madiyev ex-gerente Binance Cazaquistão

Gerente da Binance é nomeado ministro de Desenvolvimento Digital no Cazaquistão

Depois de passagens por bancos e órgãos do governo cazaquistanês, Zhaslan Madiyev ocupa agora o maior cargo do Ministério de Desenvolvimento Digital, Inovações e Indústria Aeroespacial
busto de homem engravatado simulando gesto de pare

CVM proíbe corretora de criptomoedas e forex de captar clientes no Brasil

O órgão determinou, sob multa diária de R$ 1 mil, a imediata suspensão de qualquer oferta pública de valores mobiliários pela Xpoken
tornado cash 1

Desenvolvedor do Tornado Cash é condenado a 5 anos de prisão por lavagem de dinheiro

“O Tornado Cash, em sua natureza e funcionamento, é uma ferramenta destinada a criminosos”, disse um dos juízes ao condenar Alexey Pertsev
Nathalia Arcuri falando em evento

Mercado Bitcoin e Nathalia Arcuri firmam parceria de conteúdo via blockchain

Mercado Bitcoin e Nathalia Arcuri firmam parceria via blockchain e promovem educação financeira de criptoeconomia gratuita