Imagem da matéria: Bilionário do Shark Tank faz investimento em plataforma de dados de NFT
Empresário americano Mark Cuban em evento de tecnologia em 2019 (Foto: Gage Skidmore)

Nesta quarta-feira (5), o CryptoSlam, plataforma de dados e análise com foco na crescente indústria de tokens não fungíveis (ou NFTs, na sigla em inglês), anunciou ter arrecadado US$ 9 milhões em uma rodada “seed” (caracterizada por ser uma quantia destinada a uma empresa que ainda está sob desenvolvimento inicial) liderada por Animoca Brands, incluindo a participação de grandes apoiadores, como Mark Cuban, Sound Ventures e Polygon.

Cuban foi anteriormente anunciado como um investidor “pre-seed” do CryptoSlam em abril de 2021. Ryan Wasinger, diretor de receita do CryptoSlam, confirmou ao Decrypt que Cuban fez um investimento adicional como parte da rodada mais recente.

Publicidade

Sound Ventures (a empresa cofundada pelo ator Ashton Kutcher o executivo da indústria musical Guy Oseary) é outra investidora “pre-seed” que também participou da rodada mais recente.

Animoca Brands é uma grande investidora da indústria cripto que já apoiou mais de cem empresas, com foco em um metaverso aberto e interoperável. A empresa também é a desenvolvedora do The Sandbox, um futuro videogame de metaverso desenvolvido na Ethereum.

A grande rodada de financiamento também inclui a participação do Binance Smart Chain, OKEx Blockchain Ventures, Forte e outros, bem como fundadores, incluindo Reid Hoffman (LinkedIn), Mark Pincus (Zynga) e Nigel Eccles (FanDuel).

“Estou empolgado com o que o CryptoSlam conquistou para ser a principal fonte de informações e precificação sobre tudo o que envolve NFTs”, afirmou Cuban.

Publicidade

Um NFT atua como um contrato de posse de um item digital e exclusivo, incluindo arquivos de imagem e vídeo, itens de jogos e mais.

A indústria se expandiu drasticamente ao longo de 2021, gerando mais de US$ 22 bilhões em volume negociado, segundo uma estimativa divulgada em dezembro pelo site de análise DappRadar.

O mercado NFT continua bombando nas últimas semanas, conforme o principal mercado OpenSea registrou seu segundo melhor mês de volume negociado de NFTs desenvolvidos na Ethereum em dezembro: US$ 3,25 bilhões.

É um aumento de quase 37% em comparação a novembro. O OpenSea já ultrapassou a marca de US$ 1 bilhão em janeiro em menos de cinco dias, segundo dados da Dune Analytics.

Publicidade

O CryptoSlam rastreia dados de vendas para centenas de grandes projetos e coleções NFT entre diversos protocolos blockchain, incluindo Ethereum, Solana, Polygon, Flow e Binance Smart Chain.

Também rastreia a venda de fan tokens da indústria dos esportes, como os lançados pelos times de futebol Paris Saint-Germain e FC Barcelona via plataforma Socios.

A empresa que, atualmente, possui mais de 20 funcionários, planeja expandir sua equipe, fornecer suporte a outros protocolos blockchain e lançar uma interface para a programação de aplicações (ou API) de dados empresariais que outros desenvolvedores poderão usar para criar suas próprias ferramentas de rastreio de NFTs.

*Traduzido e editado por Daniela Pereira do Nascimento com autorização do Decrypt.co.

VOCÊ PODE GOSTAR
Tigran Gambaryan, chefe de compliance da Binance, posa para foto

Executivo da Binance que fugiu da Nigéria é localizado e pode ser extraditado

Autoridade queniana disse que não é simplesmente prender, pois Nadeem Anjarwalla é de família influente que “tem o apoio de algumas pessoas poderosas”
Imagem da matéria: Metade dos tokens em pré-venda na Solana são golpes, diz pesquisa

Metade dos tokens em pré-venda na Solana são golpes, diz pesquisa

Golpistas estão se aproveitando da pré-vendas de tokens na rede Solana para enganarem usuários em plataformas como Telegram
Imagem da matéria: Token Notcoin atrasa e não será lançado com o halving do Bitcoin; entenda

Token Notcoin atrasa e não será lançado com o halving do Bitcoin; entenda

O Notcoin, jogo viral baseado no Telegram, lançará seu token na The Open Network um pouco mais tarde do que o esperado, após o halving do Bitcoin
Imagem da matéria: Importação de criptomoedas no Brasil dobra e chega a R$ 14 bilhões no 1º bimestre

Importação de criptomoedas no Brasil dobra e chega a R$ 14 bilhões no 1º bimestre

Dados do Banco Central mostram que a importação de criptoativos saltou de US$ 1,4 bilhão no primeiro bimestre de 2023, para US$ 2,9 bilhões no início deste ano