Banco Central quer que cliente possa sacar dinheiro de qualquer caixa eletrônico
Banco Central quer que cliente possa sacar dinheiro de qualquer caixa eletrônico. Foto: Shutterstock

Os caixas eletrônicos são os principais veículos para a prestação de serviço de saque. Por isso, o Banco Central (BC) quer ampliar a concorrência nesse serviço e implementar a chamada interoperabilidade — capacidade de comunicação entre sistemas. A ideia é permitir que os clientes dos bancos saquem dinheiro em caixas eletrônicos de qualquer instituição financeira.

Conforme o BC, “há evidências de que os bancos digitais, os emissores de moeda eletrônica e mesmo bancos tradicionais de menor porte, por não disporem (ou disporem de forma muito limitada) de canais de atendimento presenciais, têm enfrentado custos elevados para dar acesso a esses serviços para seus clientes”.

Publicidade

Segundo os planos do órgão regulador, as novas regras já entraram em debate na segunda-feira (16). A iniciativa faz parte da Agenda BC#, que visa nortear o trabalho da autoridade monetária brasileira durante os próximos anos a partir de quatro eixos: inclusão, competitividade, transparência e educação financeira

A nova regulação já pode se debatida por meio de consulta pública sobre o tema e que vai ficar disponível até 14 de fevereiro de 2020.

Segundo a Agência Brasil, as regras do sistema de caixas eletrônicos atualmente, como custos e tarifas, não são regulamentados pelo BC. Elas são estabelecidas por meio de contratos comerciais entre as operadoras e as instituições.

Contudo, a ideia, é que esses arranjos de saque e de aporte passem a ser regulados pelo órgão, já que até então as regras existentes não requerem sua aprovação.

Publicidade

60% ainda usam dinheiro, diz BC

O dinheiro ainda é a forma pagamento utilizada com maior frequência por cerca de 60% da população brasileira, diz o BC. Logo, a demanda por saque e por aporte em espécie ainda persistirá por um certo tempo.

Com a nova regulação, o órgão também espera corrigir uma distorção. Um dos objetivos é nivelar as condições concorrenciais entre agentes.

Isso aumentaria a competição no Sistema Financeiro Nacional (SFN) e no Sistema de Pagamentos Brasileiro (SPB), conforme explicou a instituição.


Compre Bitcoin na Coinext 

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br

VOCÊ PODE GOSTAR
Gustavo Scarpa em um campo de futebol usando o uniforme do Atlético Mineiro

Scarpa x Bigode: Pedras preciosas não valem como garantia em processo contra pirâmide cripto, diz PF

Um laudo das pedras de alexandrita apreendidas da suposta pirâmide Xland foi avaliado por um juiz, que determinou que elas não têm valor significativo
simbolo do dolar formado em numeros

Faculdade de Direito da USP recebe evento da CVM sobre democratização dos mercados de capitais

Centro de Regulação e Inovação Aplicada (CRIA) da CVM vai a “Tecnologia e Democratização dos Mercados de Capitais no Brasil” com transmissão ao vivo no Youtube
Antônio Neto Ais e Fabrícia Campos, casal que lidera a Braiscompany (Foto: Reprodução/Instagram)

MPF faz nova denúncia contra donos da Braiscompany e doleiro por lavagem de dinheiro

Antônio Neto e Fabrícia Farias realizaram operações financeiras de grande porte com características de lavagem de dinheiro em pleno colapso da pirâmide
busto de homem engravatado simulando gesto de pare

CVM proíbe corretora de criptomoedas e forex de captar clientes no Brasil

O órgão determinou, sob multa diária de R$ 1 mil, a imediata suspensão de qualquer oferta pública de valores mobiliários pela Xpoken