mãos simulam segurar holograma de símbolo do euro
Foto: Shutterstock

O Banco Central da Europa (BCE) anunciou na sexta-feira (16) o nome de cinco empresas que vão colaborar na sua iniciativa de ‘euro digital’. O destaque vai para a gigante do comércio eletrônico, Amazon, que foi uma das escolhidas no programa. Nesta primeira fase, o BCE e as entidades selecionadas vão desenvolver as interfaces de usuário.

Segundo a publicação do BCE, a Amazon e mais quatro empresas selecionadas são parte de um grupo de 54 entidades de diferentes áreas que se ofereceram para participar do programa, após uma chamada pública em abril deste ano.

Publicidade

As outras empresas que vão contribuir na iniciativa Euro Digital são: 

CaixaBank — para testes na modalidade p2p online;

Worldline — para pagamentos na modalidade p2p offline;

EPI — para pagamentos no varejo pelo consumidor;

Nexi — para pagamentos iniciados pelo varejista.

Por sua vez, a Amazon vai contribuir na modalidade de pagamentos para o comércio eletrônico. 

“Todas as 54 empresas cumpriram uma série de capacidades essenciais que foram descritas na chamada, e os cinco melhores fornecedores escolhidos corresponderam aos recursos específicos necessários para o caso de uso atribuído”, ressaltou o BCE.

O órgão ressaltou que uma prototipagem — prevista desde o anúncio do programa Euro Digital em julho do ano passado —  é um elemento importante na fase de investigação. “Espera-se que seja concluído no primeiro trimestre de 2023, quando o BCE também publicará suas conclusões”, concluiu.

A presidente do BCE, Christine Lagarde, é uma grande entusiasta das das moedas digitais emitidas por bancos centrais (ou CBDCs), e crítica das criptomoedas. Uma CBDC é a forma digital de uma moeda nacional, como o dólar americano ou o euro, e muitas nações ao redor do mundo estão em diferentes etapas de pesquisa e lançamento de suas próprias moedas.

O Brasil, por exemplo, tem sua iniciativa ‘Real Digital’ em andamento com o  LIFT (Laboratório de Inovações Financeiras e Tecnológicas), projeto colaborativo do Banco Central do Brasil (BC).

Publicidade

Quer negociar mais de 200 ativos digitais na maior exchange da América Latina? Conheça o Mercado Bitcoin! Com 3,8 milhões de clientes, a plataforma do MB já movimentou mais de R$ 50 bilhões em trade in. Crie sua conta grátis!

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: 8 ETFs de Ethereum à vista são aprovados pela SEC nos EUA

8 ETFs de Ethereum à vista são aprovados pela SEC nos EUA

Expectativa agora é que Ethereum possa renovar sua máxima histórica de novembro de 2021 e passar com folga a marca dos US$ 5 mil
Imagem da matéria: Mercado Bitcoin anuncia três novas listagens: BVM, RIO e AEVO

Mercado Bitcoin anuncia três novas listagens: BVM, RIO e AEVO

As novidades ampliam as opções de investimento na plataforma que já somam mais de 220 ativos
Imagem da matéria: Propina paga a Eduardo Requião foi usada para investir na pirâmide financeira do "Rei do Bitcoin"

Propina paga a Eduardo Requião foi usada para investir na pirâmide financeira do “Rei do Bitcoin”

Nova operação da Polícia Federal visando fraudes no portos do Paraná revelou uma curiosa ligação entre o irmão do Roberto Requião e um dos maiores piramideiros do Brasil
Gustavo Scarpa em um campo de futebol usando o uniforme do Atlético Mineiro

Scarpa x Bigode: Pedras preciosas não valem como garantia em processo contra pirâmide cripto, diz PF

Um laudo das pedras de alexandrita apreendidas da suposta pirâmide Xland foi avaliado por um juiz, que determinou que elas não têm valor significativo