Imagem da matéria: Banco Central da Ucrânia proíbe compra de bitcoin com moeda oficial do país
Foto: Shutterstock

O Banco Central da Ucrânia decretou na quinta-feira (21) que a partir de hoje ficam proibidas as compras de criptomoedas com a moeda oficial do país, a Grívnia. O órgão também limitou em cerca de US$ 3,5 mil (100 mil grivnias) o mesmo tipo de compra com moeda estrangeira.

De acordo com o comunicado, as medidas foram tomadas para evitar a saída improdutiva de dinheiro, como determina a lei marcial decretada em 24 de fevereiro deste ano, dia em que a Rússia invadiu a Ucrânia

Publicidade

“O Banco Nacional da Ucrânia esclarece as restrições às operações transfronteiriças de cidadãos, a fim de evitar a saída improdutiva de capital do país sob lei marcial. Assim, os indivíduos poderão comprar ativos que são diretamente convertidos em dinheiro usando apenas sua própria moeda estrangeira, dentro do limite de UAH 100.000 por mês”, diz um trecho do documento.

O limite também se aplica a outros tipos de transações, como transferências ponto a ponto (P2P) entre fronteiras e compras com cartões de crédito emitidos para contas em moeda estrangeira.

O banco observa, no entanto, que as novas limitações não se aplicam ao uso de cartões para pagamento de bens e serviços na Ucrânia e fora do país.

Pressão sobre a Ucrânia

Para o Banco Central da Ucrânia, as medidas vão ajudar a melhorar o mercado de câmbio do país e a reduzir a pressão sobre as reservas de moeda estrangeira da Ucrânia.

Publicidade

Os novos regulamentos ocorrem depois que, em março, o maior banco comercial da Ucrânia, o Privatbank, interrompeu as transferências de hryvnia para exchanges de criptomoedas, resumiu o News Bitcoin ao comentar o decreto.

Vale lembrar que o governo da Ucrânia passou a aceitar doações em bitcoin e outras criptomoedas dois dois dias após a invasão russa ao país, recebendo cerca de US$ 800 mil em BTC e ETH poucas horas depois da iniciativa.

Como a previsão era de as doações baterem a casa de milhões, tanto o criador da Ethereum ,Vitalik Buterin, e o fundador da Tron, Justin Sun, ajudaram a legitimar os endereços de carteira anunciados no perfil oficial do governo ucraniano no Twitter.

O perfil no Twitter ‘Aid For Ukraine’ (‘ajuda para a Ucrânia) afirmou recentemente que já foram arrecadas mais de US$ 60 milhões com doações em criptomoedas.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Hashdex entra com pedido para lançar ETF de Bitcoin e Ethereum nos Estados Unidos

Hashdex entra com pedido para lançar ETF de Bitcoin e Ethereum nos Estados Unidos

A gestora de fundos apontou no formulário de aplicação que terá como parceiros custodiantes dos ativos a Coinbase, LLC e a BitGo
Imagem da matéria: Agentes federais acusam britânicos de fraude de US$ 3 milhões com NFTs Ethereum "Evolved Apes"

Agentes federais acusam britânicos de fraude de US$ 3 milhões com NFTs Ethereum “Evolved Apes”

Um trio do Reino Unido anunciou o lançamento de um jogo de battle royale, mas, em vez disso, embolsou as criptomoedas e fugiu
moedas de bitcoin e letras ETF

Analista prevê que ETFs de Ethereum podem capturar até 20% dos fluxos de ETFs de Bitcoin

Performance, contudo, pode depender de como a SEC vai classificar o staking de ETH
Letras que formam a sigla ETF próximas a uma moeda dourada de Bitcoin (BTC)

ETFs de Bitcoin quebram sequência de 19 dias de entradas e têm saídas de US$ 65 milhões

Em uma sequência recorde que durou um mês, ETFs de Bitcoin tiveram a entrada de cerca de US$ 4 bilhões, período em que o BTC se aproximou de sua máxima histórica