Imagem da matéria: B3 lança plataforma de ativos tokenizados para facilitar captação de recursos por empresas e startups
Foto: Shutterstock

Além de lançar a negociação de contratos futuros de Bitcoin, a operadora da Bolsa de Valores do Brasil, B3, anunciou na terça-feira (16) que está ampliando seus serviços de tecnologia ao disponibilizar uma solução de ativos tokenizados para plataformas de crowdfunding.

Segundo a empresa, o lançamento reforça o compromisso da Bolsa com o crescimento de startups e pequenas e médias empresas, que desempenham papel fundamental no desenvolvimento da economia, além de intensificar a democratização do mercado de capitais, possibilitando que mais companhias acessem financiamento.

Publicidade

Desenvolvida em parceria com a B3 Digitas, especializada em produtos para ativos digitais, a solução é customizável e poderá atender qualquer plataforma de financiamento coletivo. Participaram do projeto também as empresas de investimentos em startups Kria e EqSeed.

Atualmente, mais de 60 plataformas de crowdfunding reguladas pela CVM realizam captações primárias junto aos investidores, explica a B3. A solução desenvolvida pela Bolsa possibilitará a tokenização dos Contratos de Investimento Coletivo (CICs) e dos ativos emitidos nas plataformas de crowdfunding durante as captações primárias.

Esses tokens poderão ser negociados posteriormente pelas plataformas que utilizam a tecnologia da B3, com liquidação financeira via PIX, controle de titularidade e rastreabilidade das operações, oferecendo aos investidores maior facilidade e segurança na compra e venda de suas participações.

A B3 explica ainda que as plataformas poderão oferecer aos investidores um ambiente personalizado para a negociação subsequente de ativos e não precisarão criar sua própria tecnologia do zero, garantindo a realização das captações primárias e transações subsequentes em um único lugar.

Publicidade

“Estamos trazendo para o mercado uma solução white label [adaptável às necessidades de cada cliente] ágil e segura, que possibilita ao setor de crowdfunding oferecer um ambiente para que os investidores possam transacionar sua participação em startups e pequenas e médias empresas”, diz Jochen Mielke de Lima, CEO da B3 Digitas.

Já Camila Nasser, cofundadora e CEO do Kria, destaca o avanço na oferta de liquidez: “Desde quando começamos o Kria, em 2014, o maior desafio que encontrávamos com os investidores dizia respeito à liquidez dos ativos”. “Agora estamos dando um passo certeiro para o desenvolvimento de um mercado de investimentos de crowdfunding com maior liquidez, o que trará mais segurança aos investidores e com certeza impulsionará nossas captações, com uma infraestrutura robusta e segura”, diz ela.

Greg Kelly, CEO da EqSeed, por sua vez, diz que “o movimento da B3 comprova a relevância e o potencial do mercado de crowdfunding de investimento” e que a empresa está orgulhosa de fazer parte desse processo.

A B3 ofertará a infraestrutura para tokenização e negociação de ativos e não atuará como contraparte central nem interferirá nas operações feitas, que continuarão sendo gerenciadas pelas plataformas de crowdfunding, assim como o relacionamento com startups, empresas e investidores.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Pump.fun: site que permite criar memecoin por apenas R$ 15 bate recorde de atividade

Pump.fun: site que permite criar memecoin por apenas R$ 15 bate recorde de atividade

Entre os 14.500 tokens lançados na Solana por meio do pump.fun, milhares eram baseados na GameStop
sob notas de dólares estão moedas de bitcoin, ethereum, ao lado de celular com logo FTX

FTX apresenta proposta para devolver aos clientes 118% dos fundos perdidos

Empresa afirma que caso o plano seja aprovado pela corte, os pagamentos serão feitos em até 60 dias
Imagem da matéria: BNDES planeja lançar em agosto o piloto da Rede Blockchain Brasil

BNDES planeja lançar em agosto o piloto da Rede Blockchain Brasil

Blockchain deve chegar com casos de uso: diploma digital pela Rede Nacional de Ensino e Pesquisa e uma cadeia de custódia de provas
simbolo do dolar formado em numeros

Faculdade de Direito da USP recebe evento da CVM sobre democratização dos mercados de capitais

Centro de Regulação e Inovação Aplicada (CRIA) da CVM vai a “Tecnologia e Democratização dos Mercados de Capitais no Brasil” com transmissão ao vivo no Youtube