Imagem da matéria: Atualização do Ethereum para reduzir oferta de ETH deve chegar em agosto
Foto: Shutterstock

A próxima atualização do Ethereum, que pede uma mudança na forma como o ETH é paga aos mineradores, provavelmente virá em 4 de agosto com o bloco 12.965.000 – não em meados de julho, como sugerido anteriormente.

Esse número de bloco foi proposto oficialmente hoje no Github pelo desenvolvedor Tim Beiko, a pessoa responsável pela Fundação Ethereum em atualizações de rede. Se várias equipes de clientes Ethereum – os grupos que codificam os vários softwares onramps para o blockchain – concordarem com a proposta, esse alvo se tornará oficial.

Publicidade

A data dá às várias redes de teste tempo suficiente para concluir a integração e, com sorte, garantir que não haja problemas com o código. Um erro com a bifurcação anterior, em abril, fez com que cerca de 12% dos computadores no blockchain ficassem temporariamente impossibilitados de sincronizar com a rede.

“Queríamos ver como as atualizações do testnet correram antes de nos comprometermos com uma data na mainnet. Agora que dois terços dos testnets foram atualizados com sucesso (o último é amanhã), estamos confiantes em definir uma data para mainnet”, disse Beiko ao Decrypt.

O chamado London hard fork, nomeado após a segunda conferência anual de desenvolvedores Ethereum em 2015, foi projetado para levar a rede blockchain a um futuro deflacionário.

Hard fork como este são essencialmente upgrades de software que incorporam Propostas de Melhoria do Ethereum (EIPs), mudanças no código que foram apresentadas por qualquer pessoa na comunidade e então acordadas pelas partes interessadas, incluindo desenvolvedores e os “mineradores” que validam e processam transações executando o blockchain Ethereum.

Publicidade

O principal componente do London é o polêmico EIP-1559. Sugerido pelo criador do Ethereum Vitalik Buterin e outros, ele muda a forma como os mineradores são compensados. Atualmente, eles recebem o ETH recém-minerado que é criado com cada novo lote de transações – mais as taxas de transação que as pessoas pagam para usar a rede.

Uma vez que o EIP-1559 é implementado através do hard fork London, no entanto, os mineradores não podem mais contar com a receita das taxas de transação, embora os usuários ainda possam “dar gorjetas” para garantir que suas transações ocorram rapidamente. Em vez disso, os usuários pagarão uma taxa básica, que vai diretamente para a rede e é queimada ou retirada de circulação. Isso resulta em “pressão deflacionária”, que pode aumentar o preço do ativo.

Os mineradores estão divididos sobre o assunto. Alguns chamam isso de “redistribuição de riqueza”, enquanto outros a veem como uma forma de aumentar o valor da ETH minerada que recebem. De qualquer maneira, está chegando. “Supondo que ninguém tenha uma grande objeção, estaremos indo para o dia 4 de agosto”, disse Beiko.

*Traduzido e republicado com autorização da Decrypt.co

VOCÊ PODE GOSTAR
Moeda de Bitcoin à frente de logo da Mt. Gox

Reembolsos de Bitcoin da Mt. Gox se aproximam: veja as previsões

Já faz uma década, mas não vai demorar muito mais, pois bilhões de dólares em Bitcoin estão a caminho dos credores da falida exchange
Donald Trump posa para foto em evento político nos EUA

Manhã Cripto: Trump vai participar da maior conferência de Bitcoin do mundo

Donald Trump estará na Bitcoin Conference 2024, que acontece em Nashville no final deste mês
Imagem da matéria: Andrew Tate diz que não suporta a cultura cripto - mesmo lucrando com ela

Andrew Tate diz que não suporta a cultura cripto – mesmo lucrando com ela

O polêmico provocador das redes sociais diz que, agora que provou que pode usar criptomoedas, ele vai “consertá-las”
Imagem da matéria: Projeto da Solana vai dar bônus de 100% em airdrop de novo token

Projeto da Solana vai dar bônus de 100% em airdrop de novo token

Sanctum, projeto de staking na blockchain Solana, irá dar bônus de 100% para quem esperar seis meses para acessar os tokens