O NFT Max Pain da XCOPY vendeu US$ 23 milhões em edições abertas.Image: XCOPY
O NFT Max Pain da XCOPY vendeu US$ 23 milhões em edições abertas. Imagem: XCOPY

Tokens não fungíveis (ou NFTs, na sigla em inglês) do pseudônimo artista cripto XCOPY se tornaram itens disputados entre grandes colecionadores pois, nos últimos meses, alguns de seus NFTs de edição única foram vendidos por milhares de dólares cada.

Na quinta-feira (24), quando ele lançou um NFT mais acessível, gerou quase US$ 23 milhões em vendas em poucos minutos.

Publicidade

A plataforma Nifty Gateway abriu a venda do NFT “Max Pain” de XCOPY – imagens de um esqueleto animado com a estética vibrante e de “glitches”, bem característica do artista.

Só ficou disponível por dez minutos por um preço de US$ 3,1 mil (ou o valor aproximado de 1 ETH naquele momento).

7.394 cópias do NFT foram vendidas em dez minutos, gerando quase US$ 23 milhões. “Nossa, isso foi bem intenso”, tuitou o artista.

Geralmente, XCOPY se especializa em itens de edição única com um estilo parecido.

Alguns têm títulos que comentam sobre a cultura e/ou críticas de outros sobre o setor NFT, como “Right Click and Save As Guy” e “All-Time High in the City”.

Publicidade

Essas e outras obras se valorizaram bastante junto com a ascensão do mercado de NFTs como um todo.

Ambas as obras, emitidas na plataforma SuperRare, apareceram na lista do Decrypt sobre os 15 NFTs mais caros. Em dezembro de 2021, “Right Click and Save As Guy” foi vendido por quase US$ 7,1 milhões em ETH.

Um NFT atua como um contrato de propriedade de um item digital e exclusivo e pode representar coisas, como ilustrações digitais, fotos de perfil e colecionáveis.

XCOPY é um dos artistas mais bem-sucedidos do mercado NFT. Apenas em 2021, o mercado NFT teve um volume negociado de US$ 25 bilhões.

Geralmente, XCOPY não lança edições livres, mas permitiu que um número ilimitado de compradores adquirisse uma edição idêntica durante um período de tempo limitado.

Publicidade

Há exatamente um ano, a série “Traitors” era lançada no Nifty Gateway e, em março de 2021, “Afterburn”, a obra principal, foi vendida na forma de 870 cópias por US$ 999 cada. Agora, os NFTs Afterburn são vendidos a partir de US$ 29,4 mil no mercado secundário da Nifty.

Junto com a venda livre de “Max Pain”, Nifty Gateway também lançou um número limitado de variantes por meio de leilões privados que, juntos, geraram quase US$ 1,5 milhão além das vendas livres.

A plataforma também ofereceu uma forma de holders de outros NFTs Traitors os “queimassem” (ou destruíssem) em troca de outras obras de edição limitada de XCOPY.

*Traduzido por Daniela Pereira do Nascimento com autorização do Decrypt.co.

VOCÊ PODE GOSTAR
Ilustração da memcoin em Solana Bonk

Como criar uma memecoin em Solana com a Pump.fun

Protocolo viralizou ao permitir a qualquer pessoa criar uma criptomoeda por cerca de R$ 15
Imagem da matéria: ABCripto lança campanha de arrecadação de criptomoedas em apoio a vítimas de enchentes no RS

ABCripto lança campanha de arrecadação de criptomoedas em apoio a vítimas de enchentes no RS

Ação conjunta da ABcripto e associados visa levantar fundos e doações para desabrigados das inundações
Moeda de Ethereum na frente de gráfico

Ethereum pode surpreender positivamente nos próximos meses, diz Coinbase

Subindo menos que outras criptomoedas em 2024, o Ethereum pode se recuperar e superar seus pares nos próximos meses, avalia a Coinbase
Imagem da matéria: EUA acusam  2 chineses de lavarem US$ 73 milhões em esquema com criptomoedas

EUA acusam 2 chineses de lavarem US$ 73 milhões em esquema com criptomoedas

O Departamento de Justiça acusou Daren Li e Yicheng Zhang de orquestrar um esquema com criptomoedas de “abate de porcos”