Blaze apostas cassino online
Divulgação

A Justiça de São Paulo emitiu uma ordem para que a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) bloqueie o acesso ao cassino online Blaze no Brasil, por fraudes contras clientes. Inicialmente dadas pelo Itatiaia, as informações foram confirmadas pelo Portal do Bitcoin junto à Anatel.

O pedido de bloqueio foi feito no dia 22 de agosto pela 2ª Vara de Crimes Tributários, Organização Criminosa e Lavagem de Bens e Valores de São Paulo. A decisão é do juiz Guilherme Eduardo Martins Kellner. 

Publicidade

“De modo a demonstrar a existência de fraude na venda de sinais para jogos de azar, apurou-se a existência de milhares de reclamações feitas por pessoas no sítio eletrônico Reclame Aqui, bem como boletins de ocorrência”, afirma o juiz na decisão. 

A reportagem aponta que a Anatel já acolheu a decisão, afirmando que a entidade enviou um ofício assinado pelo Superintendente de Fiscalização, Marcelo Alves da Silva, informando as empresas de telecomunicação que o site deve ser bloqueado.

Trecho de ofício da Anatel acolhendo ordem judicial contra a Blaze (Imagem: Reprodução/Itatiaia)

No entanto, em nota ao Portal do Bitcoin, a Anatel esclarece que ela “não possui meios fáticos e legais para promover, por si só, a retirada ou bloqueio de sítio eletrônico, pois tal medida diz respeito ao campo de atuação das próprias prestadoras de serviços que detêm a gestão das suas redes de telecomunicações”.

Segundo a agência governamental, a decisão da Justiça foi encaminhada para as prestadoras, que são as responsáveis pelo bloqueio propriamente dito do cassino online.

Publicidade

As diferenças no tempo em que as prestadoras estão cumprindo a decisão pode explicar por que clientes de alguns locais do Brasil ainda conseguem acessar o site, enquanto os de outros já não dispõem do acesso.

Desde a madrugada desta terça-feira, começaram a surgir reclamações nas redes sociais de usuários que não conseguiam mais acessar o site da Blaze, confirmando a instabilidade na plataforma.

A reportagem do Portal do Bitcoin, no entanto, conseguiu acessar a Blaze normalmente na manhã desta terça.

Juju Ferrari e Blaze

Além da Blaze, a decisão judicial afeta também a influencer Juju Ferrari. A Justiça determinou que a perfil dela no Instagram fosse retirado do ar, o que já foi feito.

Conforme apontou reportagem do Portal do Bitcoin do dia 19 de julho, a modelo e influenciadora Juju Ferrari publicou no dia 5 de julho uma propaganda da Blaze para seus 7,9 mihões de seguidores. Em sua biografia, ela se apresentava como embaixadora do cassino.

Publicidade
Juju Ferrari em propaganda da Blaze (Foto: Reprodução/Instagram)

Blaze acumula processos no Brasil

A Blaze se tornou o grande assunto da internet brasileira no final de maio, após explodir de visualizações um vídeo do youtuber Daniel Penin tentando investigar quem são os donos da Blaze e acusando os influencers de receber por cada perda dos clientes no cassino.

Felipe Neto tem sido o mais pressionado pela parceria, e o youtuber fez um vídeo dizendo que não age diferente de outras empresas que aceitam patrocínio de casas de aposta e que irá manter o contrato com a Blaze até uma fraude ser comprovada.

Já existem pelo menos 15 processo judiciais de brasileiros acusando o cassino de roubo. Isso é demontrado em reportagem do Portal do Bitcoin feita em parceria com a rede global de jornalistas que investigam crimes transnacionais OCCRP (Organized Crime and Corruption Reporting Project).

VOCÊ PODE GOSTAR
Foco em uma moeda dourada de Ethereum (ETH)

Aprovação do ETF de Ethereum pode acontecer antes do esperado, diz Coinbase

Maior exchange de criptomoedas dos EUA, a Coinbase está confiante de que a SEC aprovará ETFs de Ethereum à vista muito em breve, apesar do pessimismo mais amplo
Imagem da matéria: Manhã Cripto: Bitcoin recua para US$ 61 mil enquanto GameStop agita mercado e faz memecoin subir 363% 

Manhã Cripto: Bitcoin recua para US$ 61 mil enquanto GameStop agita mercado e faz memecoin subir 363% 

A volta do hype da GameStop desencadeou a criação de milhares de memecoins – uma delas saltou 1.900% na tarde passada
Celular com o logo da CVM e notebook aberto no site da Comissãod e Valores Mobiliários

CVM reconhece ativo de blockchain como token de pagamento

Dynasty Global AG recebeu na última semana a classificação do D¥N como um token de pagamento pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM).
Imagem da matéria: MB e Rappi se unem para celebrar data histórica para Bitcoin com entrega de pizzas a clientes da exchange

MB e Rappi se unem para celebrar data histórica para Bitcoin com entrega de pizzas a clientes da exchange

A plataforma de ativos digitais também promove campanha para recompensar trades realizados até 4 de junho