Moedas de Bitcoin sobre mesa espelhada
Shutterstock


Agora que a empolgação com os ETF de Bitcoin arrefeceu, a trajetória de preço do principal ativo cripto está de volta às mãos do Federal Reserve (Fed), sugere uma nova análise.

Em um relatório divulgado na sexta-feira (10), a gestora de ativos digitais europeia CoinShares afirmou que os movimentos de preço do Bitcoin parecem novamente ser impulsionados pela conversa mais ampla sobre taxas de juros.

Publicidade

“Uma análise mais detalhada dos últimos 40 dias de negociação revela uma maior alinhamento com as expectativas de taxa de juros para junho”, escreveu James Butterfill, chefe de pesquisa da CoinShares. “Uma tendência semelhante foi observada em 2023.”

De acordo com o CME Fedwatch, o mercado parece certo de que as taxas de juros permanecerão estáveis em junho, podendo cair apenas no quarto trimestre deste ano.

A inflação do núcleo do PCE – a métrica de inflação preferida pelo Fed que exclui alimentos e combustíveis – tem se mostrado mais resistente do que o esperado nos últimos meses, permanecendo estável em 2,8% em março. Por outro lado, os números do crescimento do PIB têm sido decepcionantes, registrando 1,6% no primeiro trimestre de 2024, em comparação com 3,4% no trimestre anterior.

Os dados também mostram que o crescimento nos setores de manufatura e serviços está se contraindo e estagnando, respectivamente.

Essas métricas alimentam o temor de estagflação, aumentando as expectativas de que o banco central manterá as taxas mais altas por mais tempo. Em resposta, a CoinShares explica que o preço do Bitcoin caiu abaixo de US$ 57 mil antes da reunião do Fed em 1º de maio.

Publicidade

Embora o banco central tenha mantido sua taxa de política monetária acima de 5,25%, também anunciou uma “surpresa dovish” com planos de reduzir sua redução quantitativa (QT). Isso significaria reduzir seu balanço em US$ 25 bilhões por mês, em vez da taxa anterior de US$60 bilhões, desacelerando a taxa de contração do suprimento de dólares na economia.

Teoricamente, isso é bom para o Bitcoin e outros ativos de risco, que anteriormente prosperaram em ambientes macroeconômicos de dinheiro fácil. O preço do Bitcoin se recuperou acima de US$ 60.000 pouco depois do anúncio do Fed.

“Manter as taxas da parte da frente elevadas enquanto ao mesmo tempo reduz o QT pode ser comparado a frear um carro e acelerar ao mesmo tempo”, escreveu Butterfill. O Tesouro dos EUA, ele acrescentou, pode estar alcançando seu limite no pagamento de sua dívida de curto prazo, deixando uma mudança na estratégia de QT do Fed como a única opção restante.

Butterfill espera que o Fed reduza as taxas mais tarde neste ano em resposta a dados econômicos mais fracos, com o corte provavelmente sendo “tardio, mas maior do que o esperado”.

Publicidade

“Com a oferta fixa do Bitcoin e sua alta imutabilidade, quando o Fed eventualmente cortar as taxas, é provável que essa situação turbulenta apoie os preços do Bitcoin”, acrescentou.

*Traduzido com autorização do Decrypt.

VOCÊ PODE GOSTAR
moeda de bitcoin ao lado de celular com logo da mt gox

Manhã Cripto: Bitcoin cai após Mt. Gox mover US$ 9 bilhões em BTC

A grande movimentação de Bitcoin pela Mt. Gox é um sinal de que, muito em breve, os investidores lesados pelo hack de 2014 serão ressarcidos
Imagem da matéria: Bitcoin entra em onda de alta e atinge o seu maior preço desde o halving

Bitcoin entra em onda de alta e atinge o seu maior preço desde o halving

Dados do CoinGecko mostram que o Bitcoin subiu cerca de 3% no último dia e no período de uma semana valorizou em 9%
bitcoin brilhando na mão

Semler Scientific investe US$ 40 milhões em Bitcoin e ações disparam 25%

As ações da Semler Scientific subiram 25% após a entidade anunciar a adoção do Bitcoin como principal ativo de reserva do tesouro
CEO da Galaxy Digital, Mike Novogratz, em entrevista ao BNN Bloomberg no YouTube

O Bitcoin precisa de uma nova narrativa para voltar a subir, segundo CEO da Galaxy Digital

Mike Novogratz também acredita que o preço do BTC flutue entre US$ 55 mil e US$ 75 mil até que novos eventos ocorram