Círculo formado por criptomoedas com bitcoin no centro
Foto: Shutterstock

A Associação Brasileira de Criptoeconomia (ABCripto) anunciou nesta terça-feira (22) a chegada da Zuvia, empresa que simplifica a adoção da tecnologia de tokenização de ativos, blockchain e criptomoedas do mercado tradicional, como sua nova associada.

Segundo a entidade, a entrada da companhia reflete seu compromisso contínuo em promover a adoção responsável das criptomoedas e o desenvolvimento das tecnologias de blockchain no Brasil.

Publicidade

Fundada em 2022, a Zuvia fornece soluções inovadoras, acessíveis e seguras, capacitando as empresas a maximizarem seu potencial financeiro, como o Zuvia Digital Assets, uma plataforma de investimentos em tokens de renda fixa digital.

Para Bernardo Srur, Diretor-Presidente da ABCripto, “o mercado da criptoeconomia tem muito a ganhar com essa nova parceria, que trará mais inovação e novas tecnologias ao ecossistema, principalmente em tornar os ativos digitais uma realidade acessível e benéfica para todos”.

Jonatas Montanini, COO e Co-Founder da Zuvia, destaca que a entrada na associação reforça o compromisso da empresa com a inovação no mercado de tokenização e cripto.

“Entrar para a ABCripto é um passo muito importante e significativo para a Zuvia. Como empresa do setor de tokenização, criptomoedas e blockchain, reconhecemos a importância de estar presente em uma associação que representa e fortalece o ecossistema. Ao nos juntarmos à ABCripto, teremos também a possibilidade de colaborar, trazer nossas ideias, insights e iniciativas de inovação para fortalecer ainda mais o mercado e impulsionar o crescimento de todos os membros”, afirma Montanini.

Publicidade

Além da Zuvia, a ABCripto tem como membros outras 31 entidades: Foxbit, Mercado Bitcoin, NovaDAX, Z.ro Bank, Travelex Bank, Uniera, OWS Brasil, Ripio, Bitso, Deloitte, VDV Advogados, KPMG, Chainalysis, 99Pay, VBSO Advogados, Hachi Investiments, Coinext, Vórtx QR Tokenizadora, Mastercard, Grupo GCB, PeerBR, Zero Hash, Bitybank, LIQI, Itaú Unibanco, Socios.com, Chiliz, Grupo Bancário Cainvest, Declare Cripto, Klever e Visa.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Governo proíbe uso de  criptomoedas em apostas esportivas

Governo proíbe uso de criptomoedas em apostas esportivas

Secretaria de Prêmios e Apostas vetou o uso de criptomoedas para apostas e pagamentos
Costas de um policial de Hong Kong

Empresário e filho se entregam à polícia após sequestrarem investidora de criptomoedas

A dupla teria tentado acertar as contas com a mulher de 55 anos que teria intermediado um investimento de cerca de R$ 10 milhões em criptomoedas
hackers em frente a computadores

Exchange de criptomoedas Rain perde US$ 14,8 milhões em ataque hacker

A exchange disse que já tomou as medidas necessárias e que todas as sua atividades estão funcionando normalmente, inclusive saques
bloco de bitcoin, ordinals, runes

O maior Ordinals da história do Bitcoin acaba de ser inscrito — até onde eles vão crescer?

O maior arquivo de Bitcoin de todos os tempos acabou de ser criado. Será que o recorde pode ser quebrado novamente?