Imagem da matéria: A misteriosa morte da influencer que promovia uma pirâmide financeira nos EUA
Alexis Sharkey em seu Instagram (Imagem: Reprodução)

A influenciadora digital Alexis Sharkey foi encontrada morta no dia 27 de novembro nos Estados Unidos. A morte dela é considerada ainda um mistério pelas autoridades, mas o que o foi revelado nesta semana é que Sharkey também era “mentora” dos mais altos níveis na empresa Monat, atualmente considerada por muitos como um esquema de pirâmide financeira.

Conforme revelou a Fox News, investigações policiais ao decorrer da semana passada levaram à descoberta da relação de Sharkey com Monat. Trata-se de uma empresa sediada na Flórida que oferece produtos cosméticos, de maquiagens a shampoos. 

Publicidade

A influenciadora possuía cerca de 70 mil seguidores em seu perfil no Instagram, onde ela mesma se definia como “mentora”, sem mencionar diretamente a Monat, mas fazendo referência ao seu trabalho na empresa.

Monat e seu esquema de pirâmide

A Monat foi inicialmente denunciada pelo The Guardian em uma reportagem investigativa publicada ainda em 2019 como um esquema de pirâmide financeira envolvendo produtos de beleza e um sistema de revendas. A operação funciona de uma maneira em que a Monat oferece posições de revendedor com níveis hierárquicos.

Para isso, pessoas devem ser convidadas por outras que já são filiadas ao sistema de revendas da empresa. O esquema começa com as taxas percentuais de ganhos, as comissões de vendas, que começam em 20% no “nível branco”, o mais baixo e vão subindo conforme a pessoa afiliada paga taxas de adesão maiores para subir de nível a conseguirem 25%, 30% e assim por diante de participação nos lucros de suas vendas, de acordo com a reportagem do The Guardian.

Contudo é a própria revendedora filiada que deve comprar os produtos, além de pagar as taxas de adesão para subir para níveis superiores. Por fim, a Fox News afirmou que um percentual dos ganhos da revendedora ainda vai para quem a trouxe para o programa, configurando uma pirâmide financeira com poucos muito ricos no topo ao custo de milhares de revendedoras de nível baixo no esquema.

Publicidade

Em setembro de 2020 a Monat, após diversas acusações de fraude, assinou um acordo com o procurador-geral da Flórida prometendo que não conduziria vendas enganosas e práticas de marketing, conforme indica a Fox News. A Monat terá que reembolsar os clientes em pelo menos US$ 82.782 revisados ​​na investigação.

A morte de Alexis Sharkey

Conforme apontou a revista People, Sharkey morreu sob circunstâncias misteriosas. Na sexta-feira, 27 de setembro, Alexis Sharkey deixou seu apartamento e desapareceu. Seu marido, Tom, começou a procurá-la após notar que a influenciadora não havia retornado. Um amigo acabou por notificar a polícia do desaparecimento. Porém não demorou nem dois dias para que o corpo de Sharkey fosse encontrado por um motorista de caminhão de saneamento.

Segundo as informações da revista, seu corpo foi encontrado nu, com apenas seus pés saindo de um arbusto na beira da rodovia de Houston, a apenas cinco quilômetros de seu apartamento. Desde então a polícia iniciou uma investigação de homicídio e por enquanto não há nem causa da morte determinada. As investigações também não relacionaram ainda a morte de Sharkey diretamente com sua relação com o esquema de Monat.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Real completa 30 anos com desvalorização de mais de 40% no período

Real completa 30 anos com desvalorização de mais de 40% no período

Lançado em julho de 1994, o real já chegou a valer mais que o dólar quando havia paridade cambial