Imagem da matéria: 98% das transações de bitcoin não gastas estão no lucro: Relatório
Foto: Shutterstock

Aqui está outra métrica que descreve o sucesso recente do Bitcoin, segundo o site de análises Glassnode: “98% de todas as transações Bitcoin não gastas (UTXOs) estão atualmente em lucro.”

“Um nível não visto desde dezembro de 2017, e típico altas anteriores do bitcoin”, disse a Glassnode em seu tweet.

Publicidade

O que isso significa? Isso é bom para o Bitcoin?

O que essa métrica descreve é ​​que quase todos os Bitcoins que estão nas carteiras agora seriam vendidos com lucro quando comparados ao valor do Bitcoin quando ele entrou nessas carteiras.

Uma transação não gasta, ou UTXO, refere-se ao Bitcoin que se tem o direito de vender. Se você enviar um Bitcoin para uma pessoa, ela receberá o direito a uma transação de Bitcoin, que até que ela seja movida, ela é considerada como “não gasta”, por isso o nome.

A métrica da Glassnode é uma forma indireta de deixar claro que a maior parte do dinheiro que está nas carteiras de Bitcoin pode ser vendido com lucro.

Nesta semana o bitcoin ultrapassou os US$ 13.000, uma nova máxima desde o final de junho passado. No Brasil, o preço do BTC bateu o recorde histórico após superar os R$ 70.000, impulsionado pela forte desvalorização do real.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: '101 Perguntas sobre Bitcoin': Editora Portal do Bitcoin lança livro sobre a criptomoeda mais famosa do mundo

‘101 Perguntas sobre Bitcoin’: Editora Portal do Bitcoin lança livro sobre a criptomoeda mais famosa do mundo

A obra discorre os princípios técnicos da moeda até suas implicações socioeconômicas no contexto atual, de modo a proporcionar um entendimento profundo ao público geral
Imagem da matéria: Bitcoin entra em onda de alta e atinge o seu maior preço desde o halving

Bitcoin entra em onda de alta e atinge o seu maior preço desde o halving

Dados do CoinGecko mostram que o Bitcoin subiu cerca de 3% no último dia e no período de uma semana valorizou em 9%
Imagem da matéria: Herdeiro paga R$ 2,2 milhões em Bitcoin para resgatar vítima de sequestro em Petrópolis, mas é enganado

Herdeiro paga R$ 2,2 milhões em Bitcoin para resgatar vítima de sequestro em Petrópolis, mas é enganado

Ao todo, vítima gastou quase R$ 5 milhões nos pagamentos: além do envio de Bitcoin, foram 40 depósitos bancários
Moedas de bitcoin sob mesa escura com sigal ETF

ETFs de Bitcoin à vista já controlam mais de 1 milhão de BTC

Mais da metade dos US$ 70,5 bilhões em fundos está praticamente dividida entre Grayscale e BlackRock