painel com botoes cinza e um vermlhor sinalizando atque de 51 porcento
Shutterstock

ViaBTC, um dos maiores pool de mineração de criptomoedas do setor, passou a assumir o controle de 53,8% do hashrate da moeda de privacidade Zcash (ZEC). Essa porcentagem assusta a comunidade porque à medida que uma única entidade é responsável por 51% do poder computacional empregado a uma rede, ela se torna capaz de manipulá-la.

O evento soou o alerta da corretora de criptomoedas Coinbase, que implementou medidas de precaução para proteger os investidores em caso de um possível ataque.

Publicidade

“Para proteger nossos usuários, a Coinbase aumentou requisitos de confirmação de rede Zcash e configurou os trades para somente o limite permitido”, diz um trecho do post no blog da Coinbase.

Quando a modalidade de trade se resume a somente limite (limit-only, em inglês), significa que os traders não podem fazer ofertas de mercado.

Conforme descreve as medidas preventivas, a plataforma da Coinbase vai exigir 110 confirmações de bloco antes de confirmar qualquer depósito da ZEC, o que aumenta o tempo de duração para a efetivação da transferência, de 40 minutos para 2,5 horas. 

Segundo a exchange, isto servirá “para reduzir o risco de [ataques de] gastos duplos ou transações fraudulentas”. Neste tipo de ataque, o mau ator consegue gastar as mesmas moedas digitais mais de uma vez, como ocorreu duas vezes com a rede da Ethereum Classic (ETC) há cerca de três anos.

Publicidade

O risco da centralização

A Coinbase afirma também que entrou em contato diretamente com as equipes da Electric Coin Company, que está por trás da Zcash, e ViaBTC “para mitigar riscos potenciais para a comunidade em geral”.

“Compartilhamos nossas preocupações sobre os riscos da centralização da mineração e fornecemos recomendações para diversas opções que qualquer uma das partes poderia implementar para reduzir o risco de um ataque de 51%”, ressalta a Coinbase sobre o evento da Zcash.

Gráfico mostra que ViaBTC controla 53,4% do hashrate do Zcash (Fonte: MiningPoolStats)

Um ataque de 51% refere-se a ataques em que agentes mal-intencionados assumem a maior parte do poder da rede (portanto, 51%) e podem, por conta própria, impor políticas na rede, como reverter transações para gastar duas vezes uma mesma criptomoeda.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Câmara dos EUA aprova projeto de lei para frear criação de CBDC

Câmara dos EUA aprova projeto de lei para frear criação de CBDC

O apoio à legislação ficou bastante dividido entre os partidos, com muito menos apoio dos democratas em comparação com outros projetos de lei envolvendo criptomoedas neste mês
Foco em uma moeda dourada de Ethereum (ETH)

Aprovação do ETF de Ethereum pode acontecer antes do esperado, diz Coinbase

Maior exchange de criptomoedas dos EUA, a Coinbase está confiante de que a SEC aprovará ETFs de Ethereum à vista muito em breve, apesar do pessimismo mais amplo
Imagem da matéria: Investidor acende alerta da comunidade ao ser hospitalizado após tentar fazer memecoin viralizar

Investidor acende alerta da comunidade ao ser hospitalizado após tentar fazer memecoin viralizar

O usuário foi atingido por fogos de artifício em uma live de divulgação do seu token
Imagem da matéria: Grupo que desviou R$ 10 milhões em Portugal e lavou com criptomoedas é alvo de operação da PF

Grupo que desviou R$ 10 milhões em Portugal e lavou com criptomoedas é alvo de operação da PF

Operação Redescobrimento, da Polícia Federal, desarticulou um grupo de brasileiros que aplicava golpes em Portugal e lavava com criptomoedas