Imagem da matéria: Ethereum Classic sofre segundo Ataque de 51% em uma semana
Foto: Shutterstock

Apenas uma semana após o último ataque de 51%, o Ethereum Classic (ETC) está novamente sob ameaça. Uma entidade desconhecida reorganizou pelo menos 4.000 blocos na blockchain, de acordo com a Bitfly, empresa por trás do pool de mineração Ethermine.

Os desenvolvedores do Ethereum Classic instaram todos os serviços de ETC a “aumentar significativamente o tempo de confirmação de todos os depósitos e transações recebidas”.

Publicidade

A rede viu um aumento e repentino fluxo de novo poder computacional hoje, aumentando a dificuldade de mineração de cerca de 56 para mais de 98 terahashes, segundo dados da plataforma de mineração 2miners. Como as blockchains geralmente se esforçam para manter constantemente os mesmos intervalos de tempo entre os blocos (10 minutos no caso do Bitcoin, por exemplo), eles aumentam automaticamente – ou diminuem – a dificuldade de descobrir novos blocos para corresponder ao hashrate atual.

O co-fundador da Ethereum, Vitalik Buterin, sugeriu que os desenvolvedores da ETC deveriam apenas mudar para Proof of Stake – um mecanismo de consenso alternativo que se baseia em usuários alocando suas moedas para manter a rede operante – e não no poder de computação bruto usado no atual Proof of Work (usado pelo Bitcoin).

O que é um ataque de 51%?

Um ataque de 51% é um dos desafios mais perigosos que um blockchain pode enfrentar. Durante tais ataques, uma única parte pretende aproveitar 51% – ou mais – do poder de hash de uma rede, o que garantiria aos invasores o controle sobre o blockchain.

Entre outras coisas, isso permite que os hackers substituam e cancelem suas transações, fazendo parecer que nunca aconteceram e gastem suas moedas várias vezes.

Publicidade

Na semana passada, a Ethereum Classic sofreu um ataque massivo de 51% apenas alguns dias atrás, quando o hacker reorganizou o blockchain com seus próprios blocos maliciosos, substituindo os legítimos.

Naquele momento, o atacante arrebatou mais de 800.000 ETC – no valor de US$ 5,6 milhões. Para fazer isso, ele teria pago apenas cerca de 17,5 BTC (cerca de US$ 204.000 hoje) pelo poder de computação usado no ataque.

*Traduzido e republicado com autorização da Decrypt.co
VOCÊ PODE GOSTAR
Silhueta de pessoa jogando videogame À frente de TV

Agência federal de fiscalização dos Estados Unidos começa a olhar para games cripto

Comprar vidas extras ou ganhar tokens em um jogo do tipo play-to-earn equivale a um “banco em games e mundos virtuais”, diz agência
Imagem da matéria: Michael Saylor está no Brasil para participar de evento do Itaú

Michael Saylor está no Brasil para participar de evento do Itaú

O famoso entusiasta do Bitcoin veio ao Brasil para participar de um evento fechado com clientes do Itaú
Imagem da matéria: Fundos de criptomoedas do Brasil captam mais R$ 50 milhões na semana

Fundos de criptomoedas do Brasil captam mais R$ 50 milhões na semana

Fundos cripto brasileiros ficam pela segunda semana consecutiva atrás apenas dos EUA em captação
Tigran Gambaryan, chefe de compliance da Binance, posa para foto

Executivo da Binance é transferido para prisão subterrânea na Nigéria 

A Justiça transferiu Tigran Gambaryan para presídio após fuga de seu colega da Binance que também estava detido na Nigéria