Volume de bitcoin negociado no Brasil sobe 500% durante queda do preço

Brasileiros viram principais usuários de aplicativo de criptomoedas suíço
Foto: Shutterstock


A forte queda do bitcoin na quinta-feira (12) fez os investidores correrem para as corretoras de criptomoedas no Brasil. Com o preço chegando a cair 50% em menos de 24h, e registrando mínima de R$ 21.994, o volume negociado no país disparou.

Ontem, 3.055,74 BTC (aproximadamente R$ 90 milhões) foram negociados nas principais exchanges do país, segundo dados do IPB, um aumento de quase 500% em relação à média diária dos últimos 90 dias, que é de 535,8 BTC.

Na liderança isolada, o Mercado Bitcoin negociou 1.343 BTC, seguido por BitcoinTrade, Foxbit e Coinext que, juntas, somaram 1.000 BTC negociados.

Em comparação com o mercado internacional, o aumento do volume no Brasil foi muito superior.

De acordo com dados do Coinmarketcap, o volume nas principais bolsas internacionais teve uma alta de apenas 20% durante a queda nos preços de quinta-feira, registrando US$ 53 bilhões.

Sobre o dia atípico, Fabrício Tota, diretor do Mercado Bitcoin, disse ao Portal do Bitcoin que os depósitos foram três vezes maior que o normal e os saques duas vezes maior. A alta dos depósitos e saques se mantiveram nessa sexta-feira (13). “Em número de clientes, tem mais gente fazendo depósito hoje do que ontem”.