Venezuela retira proibição de Hugo Chávez e libera cassino para uso da criptomoeda Petro

Venezuela retira proibição de Hugo Chávez e libera cassino para uso da criptomoeda Petro
Foto: Shutterstock


O ditador da Venezuela Nicolás Maduro anunciou na última sexta-feira (17) a reabertura de um cassino localizado no Parque Nacional de El Ávila, em Caracas. Segundo o político, as apostas poderão ser feitas por meio da criptomoeda nacional Petro e os recursos serão destinados para a saúde e educação.

“Pode vir apostar. Você compra suas petros com yuan (moeda chinesa), iene (moeda japonesa), dólares, euros ou qualquer outra criptomoeda”, disse Maduro durante uma transmissão conjunta de rádio e televisão, conforme publicou o site Bitcoin.com.

No dia anterior, durante apresentação dos planos econômicos para a Venezuela em 2020, Maduro enfatizou as ações com a criptomoeda, conforme vídeo publicado no Youtube.

“A Venezuela está criando um novo mundo. Estamos dando exemplo de como deve ser a criptoeconomia do século 21 com nossa Petro, disse, em evento fechado, cujo foco foi a agroindústria.

Prática na Venezuela era proibida

A prática de jogos de azar na Venezuela havia sido proibida em 2011 por decreto do ex-líder do país e mentor de Maduro, Hugo Chávez. A medida então foi revertida.

No Brasil, casas do tipo cassino ainda são proibidas, conforme MP nº 168, de 20 de fevereiro 2004, assinada pelo então presidente Lula.

A ação do governo da Venezuela, contudo, é parte dos esforços na ampliação de serviços para aceitação da Petro, de acordo com outro vídeo com o líder venezuelano, publicado um dia antes.



Há cerca de uma semana, Maduro também determinou que a estatal do petróleo PDVSA venda por meio da Petro 4,5 milhões de barris de petróleo da reserva.

A medida deixa claro que o ditador vê na criptomoeda uma espécie de salvação da economia do país que nos últimos anos tem sido assolado pela hiperinflação. Para se ter uma ideia, o salário mínimo na Venezuela valeu menos que R$ 10.

A intenção de Maduro, contudo, é estabelecer, ampliar e consolidar o ecossistema e os mecanismos vitais para a consolidação da petro, conforme informações da agência EFE.

Fora isso, Maduro já havia estabelecido a coleta de serviços públicos em Petros.

Outra ação promovida pelo governo é que toda a gasolina da PDVSA para aviões que cobrem rotas internacionais seja vendida na criptomoeda, segundo reportagem do Coindesk no dia 15 de janeiro.

Uso da petro na Venezuela

Embora o governo diga que milhares de empresas no país aceitam a petro, a criptomoeda não é bem difundida entre os venezuelanos.

Talvez tenha havido um certo ‘mainstream’ depois que o governo distribuiu um bônus de Natal no criptoativo a aposentados, pensionistas e servidores públicos.

O problema é que os beneficiários enfrentaram até 7h de fila em supermercados devido à falta de comércios que aceitam o meio de pagamento.

Com uma população de cerca de 32 milhões, o país possui apenas 4.800 empresas que trabalham com a Petro, apesar de o governo estimar em mais de 20 mil comércios.

Segundo o economista venezuelano Luis Oliveros, “existe um financiamento de petros na economia venezuelana, mas as pessoas não querem ter petros, elas as trocam, preferem ter bolívares”, publicou na ocasião, o jornal El Nuevo Herald.

Uso forçado da Petro

A Petro foi criada com o objetivo de contornar as sanções econômicas impostas à Venezuela pelos Estados Unidos.

Contudo, por ser uma criptomoeda controversa desde o projeto inicial, o governo não conseguiu a confiança o suficiente da população e acabou ‘ditando’ regras que forçam o uso da Petro.

Maduro começou a realizar ações para praticamente obrigar o uso da Petro pela população. Para isso, determinou até mesmo que o principal banco do país, o Banco de Venezuela, aceitasse a criptomoeda.

Em resumo, o projeto Petro desde seu white paper dá sinais de centralização — o que vai contra a característica intrínseca da tecnologia que surgiu com o bitcoin, que é a descentralização.


BitcoinTrade: Depósitos aprovados em minutos!

Cadastre-se agora! Eleita a melhor corretora do Brasil. Segurança, Liquidez e Agilidade. Não perca mais tempo, complete seu cadastro em menos de 5 minutos! Acesse: bitcointrade.com.br