NFT
Shutterstock

O mercado de JPEGs cripto está mostrando sinais de vida – apesar das demissões em massa na OpenSea na sexta-feira – já que o volume de negociação de NFT cresceu US$ 99 milhões em outubro em comparação com o mês anterior, de acordo com um relatório divulgado pela empresa de dados cripto DappRadar.

“A tendência de queda de um ano nas negociações de NFT foi quebrada”, escreveu o DappRadar, observando que o volume de negociações de NFT aumentou 32%, de US$ 306 milhões em setembro para US$ 405 milhões no mês passado. A empresa descreveu isso como níveis de vendas não vistos desde agosto.

Publicidade

NFTs são tokens digitais exclusivos que representam a propriedade de um item, geralmente arte digital. Embora o mercado de NFTs estivesse fervilhante em 2021 e no início de 2022, este ano tem sido difícil para muitos projetos de imagem de perfil (PFP) até agora – já que o entusiasmo por coleções como o Bored Ape Yacht Club (BAYC) da Yuga Labs esfria em meio a um prolongado inverno cripto.

No entanto, podem estar em jogo sinais de aquecimento na indústria mais ampla de ativos digitais. O aumento no volume de negociação de NFT ocorreu quando o preço do Bitcoin saltou acima de US$ 35.000 – atingindo seu preço mais alto em 16 meses, na expectativa de que um ETF de Bitcoin à vista poderia ser aprovado nos EUA em breve, dizem os analistas.

O relatório do DappRadar destacou Solana como uma rede notável em termos de crescimento. O volume de negociação de NFT na rápida camada 1 cresceu 15%, de US$ 24 milhões para US$ 27,6 milhões, informou o relatório. Enquanto isso, o preço da Solana subiu 65% em outubro, saltando de US$ 23 para cerca de US$ 38, segundo o CoinGecko.

Os volumes de negociação de NFT em uma ampla variedade de blockchains que suportam a classe de tokens são capturados no relatório do DappRadar. E em todas as redes, um salto de 50% no volume de negociação de NFT no Ethereum – a segunda maior moeda criptográfica – manteve-o “liderando o grupo”, disse a empresa.

Publicidade

À medida que o fluxo de JPEGs cresceu em outubro, o preço mínimo – ou NFT mais barato listado em um mercado secundário – para alguns projetos PFP populares também aumentou. Por exemplo, o preço mínimo dos NFTs do mencionado Bored Ape Yacht Club aumentou de US$ 40.000 em Ethereum para cerca de US$ 55.000.

Um aumento no preço de projetos PFP com grandes capitalizações de mercado foi recentemente mencionado por Punk9059, diretor de pesquisa da startup NFT Proof. “O Uptober chegou”, disse o pesquisador no Twitter na semana passada.

Embora o relatório do DappRadar possa provocar esperanças semelhantes às do WAGMI entre alguns traders de NFT, US$ 405 milhões em volume de negociação de NFT ao longo de outubro é uma soma insignificante em comparação com os US$ 2 bilhões em JPEGs que foram negociados em março. Além disso, as vendas de NFT continuaram a cair no mês passado.

Apesar do aumento no valor comercial, o número total de NFTs vendidos em outubro caiu 5%, de 3,58 milhões em setembro para 3,4 milhões no mês passado, informou o DappRadar. Ainda assim, a queda foi menos severa do que quando as vendas de NFT caíram 290.000 em agosto.

*Traduzido com autorização do Decrypt.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Fundos de criptomoedas têm semana positiva apesar da pressão da Mt. Gox e Alemanha

Fundos de criptomoedas têm semana positiva apesar da pressão da Mt. Gox e Alemanha

Fundos de criptomoedas tiveram entradas líquidas de US$ 441 milhões após quatro semanas de saídas, com investidores vendo oportunidade na queda dos preços
Ilustração mostra sinal triangular de alerta vermelho e anzol simulando golpe de phishing

Compound, um dos maiores serviços DeFi, tem site invadido por hackers

O site da Compound Finance foi substituído por uma página de phishing que tenta roubar criptomoedas dos clientes
Pessoa olha para scanner da Worldcoin

Worldcoin (WLD) sobe 40% após estender bloqueio de tokens por mais 2 anos

Parte dos tokens foi bloqueada para permitir que o protocolo amadurecesse, explicou a empresa
Dedo indicador apoia bolo de dinheiro em forma digital

LIFT Lab do BC retorna com edição focada em blockchain, tokenização e cripto

Desde 2018, projetos que chegaram na fase de aceleração do LIFT Lab receberam R$ 400 milhões da iniciativa privada para serem desenvolvidos