Imagem da matéria: Vencedores de hackathon da Ethereum Brasil se queixam de atraso na entrega de prêmios: "Quando vão pagar?"
Foto: Shutterstock

Uma polêmica envolvendo o setor cripto brasileiro veio à tona nesta sexta-feira (6). Um grupo de programadores acusa a Ethereum Brasil e a Internet Computer, empresa por trás da blockchain de mesmo nome, de não pagarem os prêmios prometidos em um hackathon. 

O evento em questão é o Digifi Buildathon, feito em parceria entre a Ethereum Brasil e o Blockchain Festival. O site do evento diz que o programa trabalha com a FENASBAC (Funcionários do Banco Central do Brasil) para “explorar como a web3 pode interagir com o novo sistema financeiro brasileiro atualmente em desenvolvimento”. A meta era fomentar casos de uso do Drex, o real digital. 

Publicidade

A página oficial do hackathon sugeria aos participantes que os prêmios poderiam superar R$ 150 mil. O site aponta que a Internet Computer iria conceder a maior parte desse valor: até US$ 25 mil (cerca de R$ 130 mil) para os projetos vencedores.

Outros projetos como Lido, LaChain e NEAR Protocol também se comprometeram em pagar até US$ 5,8 mil em prêmios aos participantes do hackathon.

Página do hackathon sugeria que prêmios poderiam chegar a R$ 150 mil.

Mas os problemas surgiram quando a organização do evento disse no meio do mês de setembro que levaria duas semanas para escolher a ordem dos vencedores, pois foi anunciado que os seis grupos que apresentaram projetos seriam contemplados. Depois, foi pedido mais uma semana, prazo que se encerrou hoje. 

O gatilho final para gerar a revolta nos participantes foi uma mensagem da Internet Computer compartilhada com eles por meio da organização da Ethereum Brasil e que revelava que o pagamento de todos não estava garantido como era esperado.

Publicidade

Os grupos agora deveriam preencher uma planilha que a empresa tem para sua plataforma de aceleração de projetos e, apenas se considerar algum projeto válido, irá pensar em dar algum dinheiro. 

“De qualquer forma, peça a todos esses seis que se inscrevam imediatamente para bolsa de residência inovadora, nós os avaliaremos e quem for bom daremos o dinheiro”, disse a ICP, segundo mensagem compartilhada pela Ethereum Brasil.

Mensagem da ICP compartilhada pela Ethereum Brasil com vencedores do hackathon

Conor Brady, fundador e CEO da Ethereum Brasil, afirma que ocorreu apenas uma confusão com as datas e que os desenvolvedores terão uma resposta definitiva até segunda-feira (9). 

Procurado para comentar o caso, Brady reclamou da produção desta reportagem e disse que só comentaria quando o problema fosse resolvido depois de segunda.

Publicidade

“Quando vai pagar?”

Um dos desenvolvedores, que pediu anonimato, foi um dos participantes do hackathon e afirma que seu projeto foi anunciado como vencedor no evento. A expectativa era receber uma bolsa de US$ 5 mil. 

“Só que ficamos no limbo. Quando vai pagar? E então entrou o silêncio da organização. O pessoal não está sabendo direito o que está acontecendo”, disse em entrevista ao Portal do Bitcoin

Foi nesse momento que surgiu a história da planilha: “Hoje eles mandaram mensagem no grupo dos desenvolvedores falando que o ICP não cumpriu com o acordo e mandou uma planilha para nos candidatarmos em uma aceleradora e então vão avaliar se vão pagar ou não”. 

Premiação alta gerou suspeitas  

Outro participante do programa, que também pediu para se manter no anonimato, afirma que o prazo para o pagamento não estava explicitado, “mas a expectativa de todos era ter um posicionamento sobre a análise dos projetos e um julgamento dentro de um prazo razoável”.

O desenvolvedor afirma acreditar que a direção da Ethereum Brasil não conseguiu o apoio que disse ter conseguido, “pelo menos não nos termos que divulgou”.

Publicidade

Ele ainda acrescenta: “Nunca acreditei que a ICP fosse pagar seis prêmios entre US$ 3 mil e US$ 5 mil. Vejo premiações muito menores de organizações maiores em hackathons muito mais complexos.”

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Trump promete reverter prisão perpétua de Ross Ulbricht; criador do Silk Road agradece

Trump promete reverter prisão perpétua de Ross Ulbricht; criador do Silk Road agradece

“Depois de 11 anos na prisão, é difícil expressar como me sinto neste momento”, escreveu Ulbricht
Imagem da matéria: Fed e o Banco do Japão levarão o Bitcoin a US$ 1 milhão, diz Arthur Hayes

Fed e o Banco do Japão levarão o Bitcoin a US$ 1 milhão, diz Arthur Hayes

Um complexo emaranhado entre bancos centrais em relação ao iene levará a uma frenética impressão de dinheiro, elevando o preço do Bitcoin, diz o cofundador da BitMEX
moeda de bitcoin ao lado de celular com logo da mt gox

Manhã Cripto: Bitcoin cai após Mt. Gox mover US$ 9 bilhões em BTC

A grande movimentação de Bitcoin pela Mt. Gox é um sinal de que, muito em breve, os investidores lesados pelo hack de 2014 serão ressarcidos
máquinas de mineração de criptomoedas apreenidas em

Polícia apreende 396 mineradoras de Bitcoin em casa de ex-deputado paraguaio

Miguel Cuevas, que já foi preso por enriquecimento ilícito, agora pode também ser investigado por furto de energia