Inteligência Artificial, ChatGPT, MidJourney
Imagem criada por Decrypt usando AI

A OpenAI, empresa por trás do ChatGPT, tem testado uma nova iteração de seu modelo de geração de imagens de inteligência artificial (AI, no inglês) nos últimos meses, e as primeiras amostras — vazadas pelo YouTuber MattVidPro — mostram que ele parece estar à frente dos concorrentes.

“Extremamente empolgante — isso supera qualquer coisa que já vimos antes, é insano”, disse Matt em uma prévia que postou no YouTube. “O Midjourney não pode competir neste nível — nem acho que a versão seis do Midjourney seria capaz de competir neste nível.”

Publicidade

Não espere experimentá-lo tão cedo, no entanto. O acesso ao programa ainda é extremamente limitado.

O modelo não publicado provavelmente é uma atualização do DALL-E 2 e está sendo testado por meio de uma visualização somente para convidados dentro do ChatGPT-4. Matt disse que existem apenas cerca de 400 pessoas em todo o mundo com acesso a este novo gerador de imagens da OpenAI.

Embora limitadas, as amostras de imagens demonstram as habilidades avançadas da AI. Produziu imagens nítidas com iluminação e reflexos que imitam fotos reais. O modelo recriou pinturas detalhadas e até pinceladas visíveis. Ele também recriou perfeitamente nomes de marcas como “Snickers” e logotipos de marcas conhecidas como Subway em produtos gerados e alcançou uma ortografia razoavelmente boa em texto renderizado.

Um exemplo de uma imagem produzida pelo text-to-image do OpenAI. Fonte: MattVidPro

Enquanto os geradores de imagens atuais lutam para apresentar mãos coerentes, os exemplos mostraram mãos realistas e com proporções adequadas. Os fundos também pareciam mais convincentes do que os sistemas de AI concorrentes.

Leia também: Elon Musk quer criar Inteligência Artificial “isentona”

A OpenAI aparentemente removeu seus filtros de segurança para testar todo o potencial do modelo. Os usuários disseram ser possível gerar conteúdo violento e nudez sem hesitação. No entanto, conhecendo a posição da OpenAI em relação ao conteúdo “Non Safe For Work” (NSFW), é altamente improvável que uma versão pública oficial seja lançada sob tais padrões.

Publicidade

“É OpenAI, então você pode apostar que eles vão cuidar disso como fazem com tudo antes de lançá-lo”, observou Matt.

Alguns especialistas criticaram a OpenAI por “emburrecer” seus modelos para evitar possíveis controvérsias. Alguns estudos até sugerem que o OpenAI treinou o ChatGPT para ter um forte viés político em seus resultados.

No entanto, a qualidade consistente mostrada nas amostras é um salto à frente. Ele destaca os esforços contínuos da OpenAI para melhorar os recursos generativos de inteligência artificial.

A empresa pode revelar mais sobre seu progresso ainda este ano, especialmente se o campo de reconhecimento e geração de imagens ajudar a melhorar a robustez de seu produto estrela: um GPT-4 multimodal capaz de entender texto, imagens e rascunhos em um prompt.

Publicidade

Por enquanto, a tecnologia permanece confinada a testes fechados com um número minúsculo de usuários.

À medida que os modelos continuam melhorando, a linha entre o artificial e o real se confunde ainda mais. Embora isso anime muitos, as preocupações com o uso indevido persistirão. Construir essa tecnologia de forma responsável continua sendo um desafio urgente.

*Traduzido por Vini Barbosa com autorização do Decrypt.

VOCÊ PODE GOSTAR
Edificio do BCE

Manhã Cripto: Bitcoin segue alta e busca máxima histórica com corte de juros na Europa

Banco Central Europeu (BCE) reduziu 25 pontos percentuais de cada uma das suas três principais taxas de juros
Donald Trump posa para foto em evento político nos EUA

Trump se apresenta como ‘criptopresidente’ em evento de arrecadação de fundos

O candidato presidencial republicano dobrou sua postura pró-cripto durante evento em São Francisco, EUA
Tigran Gambaryan, chefe de compliance da Binance, posa para foto

Deputados pressionam Biden para trazer de volta aos EUA executivo da Binance detido na Nigéria

Em carta ao executivo, os deputados alegam que Tigran Gambaryan está na condição de refém do governo da Nigéria e corre risco de morrer de malária