Moedas douradas de bitcoin sob a mesa
Shutterstock

Com o bitcoin ultrapassando a marca de US$ 16.000 na quinta-feira (12), a capitalização de mercado da criptomoeda ultrapassou os US$ 300 bilhões – a primeira vez desde 19 de dezembro de 2017.

Na época, o preço do Bitcoin havia acabado de registrar US$ 20.000 e seu valor de mercado chegou a US$ 333 bilhões. E agora, ambos os números estão se aproximando de seus respectivos alvos.

Publicidade

De acordo com a CoinMarketCap, a capitalização de mercado do Bitcoin agora é de pouco mais de US$ 302 bilhões. Isso significa que está 90% do caminho até o valor de mercado mais alto de todos os tempos. Em contraste, o preço do Bitcoin é atualmente de US$ 16.290, ou seja, apenas 81% do caminho para seu ponto mais alto.

Faz sentido que a capitalização de mercado seja um valor mais próximo – e quebrará seu marco antes do preço do Bitcoin. Isso ocorre porque o valor de mercado de uma moeda é calculado multiplicando-se o número de moedas e seu preço. Como a taxa de inflação do Bitcoin produz cerca de 657.000 Bitcoin por ano (metade disso desde o halving de maio de 2020), sua capitalização de mercado continuará a aumentar, mesmo se o preço estiver estável.

O marketshare do Bitcoin no mercado de criptomoedas diminuiu nos últimos meses. Embora o domínio do Bitcoin no mercado tenha chegado a 33% no passado, ele normalmente oscilava em torno de 65% entre o final de 2019 e o início de 2020. Em 14 de setembro, no entanto, caiu para 57%.

Mas a capitalização de mercado crescente do Bitcoin ajudou a reviver sua participação no mercado. Desde então, voltou a subir para 64%, conquistando confortavelmente dois terços de todo o mercado de criptomoedas.

Publicidade

Bitcoin x altcoins

Olhando para as outras moedas no top 10, elas estão divididas entre aquelas que alcançaram grande sucesso em 2017 e estão lutando para retornar às antigas máximas e aquelas que desbravaram novos caminhos em 2020 e têm alcançado novas máximas.

Tanto o Ethereum quanto o XRP ainda estão muito distantes de suas máximas históricas. O valor de mercado do Ethereum encolheu de US$ 100 bilhões para US$ 52 bilhões, uma queda de 48%. A capitalização de mercado da XRP caiu de US$ 140 bilhões para apenas US$ 11 bilhões hoje – queda de 92%.

Em contraste, Chainlink e Binance Coin atingiram recordes históricos e não caíram tanto desde então. O valor de mercado da Chainlink atingiu US$ 6,7 bilhões em agosto e caiu para US$ 5 bilhões hoje, apenas 25% abaixo. A Binance Coin atingiu um valor de mercado de US$ 5,5 bilhões em junho e caiu para US$ 4 bilhões – queda de 27%.

Portanto, embora algumas moedas tenham visto seu tamanho diminuir desde 2017 e outras tenham vindo do nada e batendo recordes de preço, o Bitcoin é um dos poucos que caiu de um pico alto – e voltou a recuperar a maior parte de seu tamanho, mostrando a resiliência do bitcoin.

*Traduzido e editado com autorização da Decrypt.co
VOCÊ PODE GOSTAR
Michaël van de Poppe em vídeo no Youtube

“É hora de investir em altcoins como Ethereum além do Bitcoin”, diz Michaël van de Poppe

Citando o Ethereum com uma das opções, o analista diz que o mercado de altcoins já passou por correção e que a tendência agora é de alta
Imagem da matéria: Herdeiro paga R$ 2,2 milhões em Bitcoin para resgatar vítima de sequestro em Petrópolis, mas é enganado

Herdeiro paga R$ 2,2 milhões em Bitcoin para resgatar vítima de sequestro em Petrópolis, mas é enganado

Ao todo, vítima gastou quase R$ 5 milhões nos pagamentos: além do envio de Bitcoin, foram 40 depósitos bancários
Cofre dourado no formato de baleia receb moedas shiba inu SHIB

Baleias voltam a encher os bolsos de Bitcoin, mostra análise

A acumulação acelerada de baleias é um sinal de que o mercado altista do Bitcoin ainda está ativo
Moedas de bitcoin sob mesa escura com sigal ETF

ETFs de Bitcoin à vista já controlam mais de 1 milhão de BTC

Mais da metade dos US$ 70,5 bilhões em fundos está praticamente dividida entre Grayscale e BlackRock