US$ 14 Bilhões: Chips de Mineração de Criptomoedas Gera Lucro Recorde na Samsung



A Samsung Electronics, gigante de tecnologia com sede em Seul, Coreia do Sul, registrou um crescimento de 58% de lucro no primeiro trimestre deste ano. O avanço patrimonial foi impulsionado em grande parte pela forte demanda por chips de mineração de criptomoedas.

Robert M. Yi, vice-presidente executivo da Samsung, informou que o novo recorde de lucro da empresa, de ₩ 15.6 trilhões (₩=won, moeda sul coreana), cerca de US$ 14 bilhões, foi devido a um bom desempenho nos negócios de semicondutores. A informação foi transmitida por meio de videoconferência na última quinta-feira (26).

Yi explicou sobre o crescimento excepcional:

“O aumento de receita nos negócios com semicondutores é resultado das condições favoráveis do mercado, como a grande procura por memórias, placas gráficas e elementos principais para smartphones e máquinas de mineração”.

Enquanto a Samsung não divulga números precisos em relação aos componentes usados em mineração de criptomoedas, ao menos se sabe que o crescimento já era esperado.

Em fevereiro, a empresa apresentou números positivos sobre a produção de processadores de 8nm e 11nm para atender à crescente demanda do mercado criptográfico.

Esta expansão na fabricação e distribuição de componentes eletrônicos de mineração aumenta a concorrência com a também fabricante de chips TSMC, com sede em Hsinchu, Taiwan, que igualmente a sul coreana tem divulgado números positivos no mesmo segmento.

De acordo com a previsão da Samsung, a demanda por processadores para mineração deve continuar crescendo.



A empresa também prevê queda de lucro nos negócios de LSI (processo de integração de transistores em um único microchip) e produção de elementos de metal, devido à desaceleração da demanda por componentes de smartphones.

A Samsung, pioneira em inovações tecnológicas, principalmente em telefonia, começou a produzir chips para mineração de bitcoin em janeiro deste ano.

Em 2017 a empresa lançou um projeto de reciclagem chamado ‘Upcycling’, que envolve a reutilização de dispositivos antigos em vez de dividi-los por partes e revendê-los.

Sempre de olho em novas tecnologias, a Samsung também está investindo na implantação da tecnologia blockchain no processo de transportes de cargas.

Leia Também: Especialistas Brasileiros em um Evento Online e Gratuito sobre Bitcoin e Criptomoedas

 

BitcoinTrade

A primeira plataforma Brasileira que você pode comprar com segurança utilizando o seu Cartão de Crédito como forma de pagamento. Eles aceitam Visa e Mastercard. A BitcoinTrade ainda conta com certificação de segurança PCI Compliance, a única no Brasil. Acesse aqui: https://www.bitcointrade.com.br