Imagem da matéria: Universidade paga resgate em bitcoin para criminosos e descobre que multiplicou "investimento" ao localizar criptomoedas roubadas
Foto: Shutterstock

A universidade de Maastricht, na Holanda, gastou 200 mil euros em Bitcoin em 2019, como resgate por um ataque ransomware feito por criminosos – um tipo de resgate que “sequestra” dados de vítimas em troca de dinheiro para evitar o apagamento dos dados.

Agora, as autoridades do país conseguiram rastrear uma conta com parte dos ativos e entregar de volta para a instituição o equivalente a meio milhão de euros – uma diferença gerada pela valorização do BTC no período, mesmo com a queda recente.

Publicidade

As informações são do jornal alemão Deutshe Welle, que não informou a data exata do pagamento do resgate. Durante 2019, o Bitcoin teve sua cotação mais baixa no dia 12 de janeiro, com US$ 3.598. O pico foi no dia 26 de junho, quanto bateu em US$ 12.996.

Já nesta segunda-feira (4) o Bitcoin está cotado a US$ 19.938 – o que explica o lucro no “investimento” da Universidade de Maastricht já teria tido lucro.

O rastreio das autoridades chegou em uma conta para onde foram, na época, 40 mil dos 200 mil euros que totalizaram o resgate. Ou seja, o valor pago como resgate foi multiplicado 12,5 vezes para chegar em 500 mil euros.

Ameça à teses acadêmicas

A polícia holandesa descobriu na investigação que parte do dinheiro foi parar em uma organização de lavagem de dinheiro na Ucrânia. Essa a conta foi então bloqueada.

Publicidade

O diretor da Universidade de Maastricht, Michiel Borgers, disse para um jornal local que “o dinheiro não irá para um fundo geral, mas sim em um fundo para ajudar financeiramente estudantes em aperto financeiro”.

O ataque hacker de 2019 afetou os sistemas digitais da universidade e passou a impedir que 25 mil estudantes e empregados tivessem acesso a dados científicos, e-mail e biblioteca.

O resgate teria sido pago pelo medo de uma perda definitiva de dados, o que faria alunos não poderem terminar teses e estudos.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Trader transforma US$ 27 mil em US$ 2 milhões ao antecipar alta da GameStop

Trader transforma US$ 27 mil em US$ 2 milhões ao antecipar alta da GameStop

O súbito ressurgimento das ações “memes” nesta semana rendeu uma pequena fortuna aos traders que nunca desistiram das loucuras de 2021
Imagem da matéria: Desenvolvedor da Solana rouba R$ 1,6 milhão de investidores para apostar em jogos de azar

Desenvolvedor da Solana rouba R$ 1,6 milhão de investidores para apostar em jogos de azar

“O que vier a seguir está nas mãos de Deus”, disse o dev após assumir o roubo
Imagem da matéria: O poder dos RWA: executivo explica por que faz sentido tokenizar ativos do mundo real

O poder dos RWA: executivo explica por que faz sentido tokenizar ativos do mundo real

Fabrício Tota, diretor do MB, discutiu no Ethereum Rio como empresas podem tirar o máximo proveito da tecnologia blockchain através da tokenização
Vitalik Buterin na ETH Taipei 2024. Foto: Rug Radio

Como o fundador do Ethereum, Vitalik Buterin, mantém suas criptomoedas seguras

“Descentralize sua própria segurança”, diz Buterin – mas ele não usa uma cold wallet para suas próprias criptomoedas