Imagem da matéria: Universidade na Suiça Começa a Aceitar Bitcoin

A Universidade Suíça de Lucerne de Ciências Aplicadas e Artes (Lucerne University of Applied Sciences) agora está aceitando bitcoin.

A instituição pública começou a aceitar criptomoedas para pagamento de contas relacionadas aos alunos através de uma parceria com a Bitcoin Suisse AG. Como seria de esperar, a própria universidade não lida com o bitcoin – em vez disso, a corretora irá trocar os pagamentos recebidos em francos suíços semanalmente, de acordo com o anúncio.

Publicidade

A Bitcoin Suisse AG suportará o risco de perdas e flutuações cambiais

Apesar da aceitação por parte da Universidade, em seu anúncio ela própria diz que não espera adoção imediata pela maioria dos estudantes, apenas aqueles que já estão familiarizados com o assunto ou estão buscando aprender.

Algumas outras universidades pelo mundo também já começaram a aceitar bitcoin para pagamentos, como a King’s College New York, a Universidade de Nicósia no Chipre e a Universidade de Cumbria no Reino Unido.

Pesquisadores da Universidade de Lucerne estão envolvidos em uma série de iniciativas sobre blockchain, incluindo uma solução de identidade baseada na ethereum, liderada pela cidade de Zug. A universidade também é membro da associação Crypto Valley, uma associação sem fins lucrativos, que é um grupo de trabalho dedicado a empresas e startups na Suíça que estão usando a tecnologia blockchain.

Leia Também: Universidades Oferecem Cursos Sobre Blockchain

Garoto que Comprou Bitcoin em 12 Dólares Fica Milionário aos 18 anos

VOCÊ PODE GOSTAR
Moeda prateada da Chainlink com reflexo em um fundo roxo

Chainlink sobe 18% ao lançar projeto piloto em Wall Street com JP Morgan, BNY Mellon e DTCC

A DTCC anunciou que acaba de concluir um projeto piloto de tokenização com gigantes de Wall Street, como JP Morgan e BNY Mellon, aproveitando o CCIP da Chainlink
martelo de juiz com logo da binance no fundo

Governo dos EUA contrata empresa para monitorar a Binance

A Forensic Risk Alliance venceu a disputa contra a Sullivan & Cromwell, que atuou no caso FTX
Cachorro Shiba Inu que inspitou Dogecoin

Kabosu, a cachorrinha que inspirou a Dogecoin, falece aos 18 anos

Kabosu sofria de doença crônica e já era muito idosa; segundo sua dona, a cachorrinha “faleceu silenciosamente”
trader segura moeda de bitcoin em frente a grafico em computador

Bolsa de Chicago planeja lançar negociação de Bitcoin à vista, diz jornal

O objetivo é capitalizar a crescente demanda este ano entre os gestores de Wall Street para ganhar exposição ao setor de criptomoedas