Imagem da matéria: Trader de Instagram é condenado a devolver dinheiro de cliente por não entregar aula com "mestre" chinês
Trader Rodrigo Kelvin foi condenado a devolver dinheiro do cliente (Foto: Reprodução/Instagram)

O trader Rodrigo Kelvin, que atua no Instagram, foi condenado a devolver o dinheiro pago por um cliente por um curso, em decisão tomada pela Justiça Estadual de São Paulo no dia 8 de julho. O vendedor terá que pagar de volta os R$ 2 mil pagos pelo cliente, bem como cobrir os honorários do advogado.

Quem acionou a Justiça foi Gabriel Dias, que disse ao Portal do Bitcoin ter pago R$ 2 mil para entrar poder acessar uma “sessão chinesa” em novembro do ano passado. Na teoria, Kelvin cobrava de um grupo de pessoas, criava um grupo para videoconferência e replicava na tela os sinais das operações de um suposto trader chinês muito lucrativo — as pessoas então poderiam copiar os movimentos.

Publicidade

Dias conta que fez o pagamento e a sessão chinesa ficou marcada para ocorrer no dia seguinte às 4h da manhã. Ele e os outros que pagaram pelo produto entraram em um link previamente enviado, mas Kelvin não apreceu.

O trader depois entrou em contato e remarcou para o dia seguinte, no mesmo horário. Mas ele novamente não apareceu. E depois a mesma situação ocorreu em um terceiro dia seguido.

Foi então que Dias disse que queria o dinheiro de volta e citou o Código de Defesa do Consumidor, que prevê o direito de arrependimento.

Segundo o cliente, o trader Rodrigo Kelvin disse que não devolveria o dinheiro e que ele não poderia participar da sessão que supostamente seria feita em breve.

Publicidade

“Ele foi muito sarcástico, soberbo. Disse que eu não tinha dinheiro para pagar advogado que iria ter que usar advogado do governo e me ofendeu”, conta Gabriel Dias.

O cliente publicou em seu Instagram um trecho da decisão judicial:

Trecho do processo (Imagem: reprodução)

O que diz o trader do Instagram

Questionado pela reportagem, Rodrigo Kelvin diz que a sessão pela qual Gabriel Dias pagou ocorreu e foi lucrativa, sendo que o aluno que não pôde participar na data. “Eu mando no grupo que horários podem mudar e que os alunos têm que ter horários flexíveis”, diz.

Além disso, Kelvin explica que ele não tem lucro com a venda da sessão, mas sim operando junto com restante da turma. No caso, ele teria o contato do lucrativo trader chinês, que cobraria R$ 25 mil pro dia.

Kelvin então juntaria dez pessoas que pagariam cada uma R$2,5 mil e entraria junto na sessão para também operar. “Eu sou um intemerdiador e eu tenho o contato com a sessão chinesa”, afirma.

O trader afirma que deixou de fazer as sessões chinesas há cerca de seis meses.

VOCÊ PODE GOSTAR
Fachada da GameStop em Tyler no Texas

GameStop e AMC desabam com fim da euforia do retorno de Roaring Kitty

As ações memes da GameStop e AMC caíram drasticamente após a abertura dos mercados dos EUA na quinta-feira, recuando pelo menos 15%
dupla de homens sendo presa

Irmãos são presos por roubo de R$ 130 milhões em ataque de 12 segundos na rede Ethereum

O procurador americano Damian Williams disse que “este suposto esquema era novo e nunca havia sido acusado antes”
Imagem da matéria: Tom Brady é ridicularizado por ligação com FTX em especial da Netflix

Tom Brady é ridicularizado por ligação com FTX em especial da Netflix

Brady e sua ex-esposa, Gisele Bündchen, adquiriram uma participação acionária na falida FTX em 2021
Imagem da matéria: Manhã Cripto: Bitcoin recua para US$ 64 mil; CEO da Binance clama para que “colega querido” seja libertado da prisão

Manhã Cripto: Bitcoin recua para US$ 64 mil; CEO da Binance clama para que “colega querido” seja libertado da prisão

Richard Teng fez uma publicação para pedir que as autoridades da Nigéria libertem Tigran Gambaryan