Imagem da matéria: XP abre pré-cadastro para negociação de Bitcoin e Ethereum
Foto: Divulgação

XP Investimentos abriu nesta terça-feira (19) as inscrições para a lista de espera do Xtage, o serviço de compra e venda de criptomoedas que irá fornecer para seus clientes. A empresa enviou e-mail para sua base de usuários dando detalhes de como será o processo de negociação.

Estarão disponíveis no primeiro momento Bitcoin (BTC) e Ethereum (ETH), informa a XP. Além disso, a companhia ressaltou que as transações serão feitas no aplicativo da empresa, que os usuários já utilizam para fazer as aplicações em bolsa de valores, renda fixa e outros produtos.

Publicidade

Em maio, a empresa divulgou que a plataforma Xtage foi construída com base na tecnologia de negociação da Nasdaq, que é a bolsa de valores onde são negociadas a maioria das ações de empresas de tecnologia.

Bruno Constantino, CFO da XP, afirma que a parceria com a Nasdaq possibilitou o desenvolvimento rápido da ferramenta. “No momento do lançamento, nossos 3,5 milhões de clientes terão acesso à plataforma de negociação diretamente no aplicativo que já estão familiarizados”, disse no comunicado.

Conforme a empresa disse no comunicado, no médio prazo, planeja “expandir sua oferta para incluir diversos tipos de ativos digitais, à medida que as tendências de mercado e o apetite dos investidores evoluam”.

Segunda tentativa

Essa é a segunda tentativa da XP entrar para o mercado de criptomoedas. A primeira foi em 2018, ao criar a corretora Xdex. O empreendimento fechou as portas 17 meses depois de começar as operações.

Publicidade

Embora a Xdex tenha sido lançada em outubro de 2018, o planejamento para o lançamento já havia começado em abril daquele ano. De acordo com dados da Receita Federal, a XP Investimentos registrou XDEX INTERMEDIACAO LTDA, cujo capital social era de R$ 25 milhões.

Contudo, o projeto só foi formalmente lançamento em setembro de 2018 pelo CEO Guilherme Benchimol, durante uma conferência da XP.

A empresa já nascia com um nome de peso: Fernando Ulrich, então um dos principais nomes do mercado brasileiro de criptomoedas e analista do segmento na própria XP. Porém, ele deixou a empresa em outubro do ano passado.

Os planos da época eram ambicioso: em uma entrevista para o Portal do Bitcoin, a CEO da empresa na época, Celina Ma, disse que o plano era atingir 1 milhão de clientes.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Exchange japonesa DMM Bitcoin apresenta plano após perder US$ 300 milhões em BTC

Exchange japonesa DMM Bitcoin apresenta plano após perder US$ 300 milhões em BTC

Empresa já iniciou processo de captação para comprar a quantidade suficiente em Bitcoin para pagar os clientes impactados pelo ataque
Imagem da matéria: IA e mineração de Bitcoin vão obrigar rede elétrica do Texas a crescer mais que o previsto

IA e mineração de Bitcoin vão obrigar rede elétrica do Texas a crescer mais que o previsto

CEO da ERCOT, que controla a rede elétrica do Texas, disse que nos próximos seis anos a capacidade do estado vai precisar praticamente dobrar
Imagem da matéria: ETF de Bitcoin da BlackRock supera 300 mil BTC sob gestão

ETF de Bitcoin da BlackRock supera 300 mil BTC sob gestão

Na semana passada, o ETF de Bitcoin da BlackRock já havia superado o da Grayscale e se tornado o maior do mercado em ativos sob gestão
moedas de bitcoin e letras ETF

Analista prevê que ETFs de Ethereum podem capturar até 20% dos fluxos de ETFs de Bitcoin

Performance, contudo, pode depender de como a SEC vai classificar o staking de ETH