Imagem conceitual de tokens
Foto: Shutterstock

Já pensou em realizar investimentos de renda fixa com os tokens? A tokenização da antecipação de recebíveis é uma alternativa de baixo risco e com remunerações pré-definidas que podem fazer uma grande diferença em sua carteira de investimentos.

Diversas pessoas ainda não entendem que o funcionamento dos tokens varia de acordo com o ativo que é tokenizado, e é possível encontrar uma opção que se encaixa em seu perfil de investidor, seja ele conservador, moderado ou agressivo.

Publicidade

Para você ter uma ideia, o token de antecipação de recebíveis é, muitas vezes, comparado a  modelos já consolidados e tradicionais no mundo dos investimentos, como o Tesouro Direto ou o CDB, “clássicos” da renda fixa.

Neste artigo, você entenderá tudo o que precisa sobre os tokens de antecipação de recebíveis: o que são, como funcionam, quais as suas vantagens e os riscos.

Vamos nessa?

O que é a antecipação de recebíveis?

Como o próprio nome sugere, a antecipação de recebíveis acontece quando uma empresa recebe antecipadamente certo valor que iria receber eventualmente em um prazo maior. Para isso, a empresa oferece devolver o pagamento com juros a todos aqueles que disponibilizarem capital.

A antecipação de recebíveis é um recurso utilizado frequentemente pelas mais diferentes empresas e tipos de negócios, por exemplo os recebíveis imobiliários e recebíveis de cartão de crédito.

Publicidade

Essa prática propicia liquidez imediata e, em contrapartida, aqueles que providenciaram o capital contam com um retorno advindo de uma porcentagem calculada em cima do investimento, geralmente, pré-acordada. Além disso, as partes também deixam pré-definidas as datas para o recebimento dos pagamentos e/ou um prazo final.

Qual é o direito adquirido pelo token de antecipação de recebíveis?

Quando você investe em tokens de antecipação de recebíveis, obtém o direito de ter o seu valor investido de volta com o adicional de juros estabelecidos no momento da emissão dos tokens. 

Como funciona o token de antecipação de recebíveis?

Os tokens são ativos fracionados digitalmente. Quando os recebíveis são tokenizados, vão funcionar de forma muito similar a um empréstimo ou um investimento em renda fixa. Dessa maneira, quem emitiu o token antecipa o recebimento do valor que deseja arrecadar e que tem a capacidade de pagar e devolve proporcionalmente para todos os investidores com o acréscimo de uma taxa determinada no momento da emissão.

A remuneração irá variar de acordo com o projeto específico de cada token. Assim, os juros ou taxas podem ser estabelecidos de maneira pré-fixada ou pós-fixada e podem envolver a variação da inflação oficial.

Publicidade

Quais as vantagens?

Além das vantagens da tokenização em si, a tokenização da antecipação de recebíveis inclui benefícios específicos para os investidores e para os emissores dos tokens. Veremos alguns deles a seguir.

Vantagens para os investidores

Para os investidores, as principais vantagens desses tipos de token são:

  • oportunidade de diversificação da carteira;
  • Remuneração pré-estabelecida, ou seja, ter conhecimento prévio do quanto você receberá ao fim do projeto;
  • Riscos reduzidos, afinal, o token de antecipação de recebíveis envolve menos incertezas por representar um ativo que não varia em valor.

Vantagem para os emissores do token

Para os emissores deste tipo de token, a principal vantagem é óbvia: liquidez rápida. Os tokens de antecipação de recebíveis apresentam uma oportunidade particular para que empresas recebam previamente quantias que são previstas a longo prazo e possam utilizá-las a curto prazo.

Desse modo, as empresas podem aplicar o dinheiro recebido antecipadamente para aumentar os seus caixas e ultrapassar os valores devidos aos donos dos tokens.

Quais são os riscos dos tokens de antecipação de recebíveis?

A Blockchain e os Smart Contracts garantem a segurança jurídica e tecnológica dos tokens.  Isso também vale para os tokens de recebíveis.

Entretanto, por mais que eles sejam um tipo de investimento de baixo risco, ainda existem riscos atrelados. Afinal, mesmo os investimentos em renda fixa apresentam possibilidade de risco.

Publicidade

Conheça abaixo os principais riscos associados aos tokens de antecipação de recebíveis.

Cessão de Créditos

Existem casos em que se realiza dupla cessão do fluxo de pagamento. Caso isso ocorra, o novo recebedor não tem a obrigação de realizar o pagamento para os donos dos tokens. 

Essa prática pode ser impedida por contrato, então certifique-se de que o projeto do qual você vai participar adicionou essa cláusula.

Inadimplência

Há ocasiões de inadimplência em que a empresa emissora do token não realiza o pagamento das dívidas, por mais que isso não seja frequente. De qualquer forma, garante que a empresa foi avaliada pela tokenizadora antes de disponibilizarem os tokens.

Força maior

É importante ter em mente que existem chances de riscos por forças maiores. Por exemplo, no caso de incêndio em um edifício que está atrelado a um token de recebíveis associado a aluguel. Assim, mais uma vez é necessário estar atento às condições contratuais da tokenização do ativo.

Investir no mercado cripto ainda pode ser algo muito novo para muitos investidores. E uma das chaves para o sucesso é estudar o mercado, e entender qual é o momento certo para investir o seu capital.

Os tokens de recebíveis são uma alternativa de baixo risco e com boas remunerações que podem fazer a diferença em sua carteira de investimentos, principalmente se você busca diversificá-la. Além disso, a tokenização da antecipação de recebíveis permite que mais pessoas possam ter acesso a investimentos que antes só estariam disponíveis para grandes investidores.

Publicidade

É mais um grande passo no caminho da verdadeira democratização e diversificação da maneira em que você aplica seus capitais.

Sobre o autor

Daniel Coquieri é CEO da empresa de tokenização de ativos Liqi Digital Assets. Empreendedor do ramo da tecnologia, foi fundador da BitcoinTrade, uma das maiores corretoras de criptomoedas do Brasil.

VOCÊ PODE GOSTAR
Banco Central se reunirá hoje com Facebook para debater proibição do WhatsApp Pay

“Inserimos com o Drex o conceito de tokenização nos sistemas dos bancos”, diz Campos Neto

O presidente do BC participa do Emerging Tech Summit, evento do Valor Capital Group em São Paulo
Imagem de Glaidson Acácio dos Santos, mais conhecido como Faraó do Bitcoin

Gilmar Mendes mantém prisão de Glaidson Acácio dos Santos, criador da GAS Consultoria

A defesa do ‘Faraó do Bitcoin’ alegou problemas psiquiátricos e uso de medicamento controlado, além de questionar a jurisdição acerca da competência para os processos
Fachada do MPDFT - Facebook

PM que atraía colegas de farda para pirâmide com criptomoedas é alvo do MP do DF

O policial militar e um grupo suspeito de pessoas e empresas teriam aplicado um golpe de R$ 4 milhões; alvos do MPDFT são do DF e GO
moeda e notas pendurada em um varal

Operação contra maior milícia do RJ revela que suspeitos compravam Bitcoin para lavar dinheiro

Fonte do dinheiro movimentado pelos suspeitos seria oriundo de grilagem de terras, extorsão contra comerciantes e exploração do transporte