Imagem da matéria: Token Terra (LUNA) bate novo recorde de preço
Foto: Shutterstock

A plataforma de stablecoins algorítmicas Terra (LUNA) atingiu um novo recorde de preço nesta quarta-feira (22), seguindo a tendência das moedas desenvolvidas por sua companheira Cosmos que também registraram ganhos de dois dígitos nas últimas 24 horas.

Após ultrapassar a Binance Smart Chain (BSC) e se tornar o segundo maior protocolo de finanças descentralizadas (DeFi) na terça-feira (21), o token LUNA da Terra atingiu um topo histórico de US$ 97,90.

Publicidade

Neste momento, o ativo opera em alta de 2% nas últimas 24 horas, valendo em torno de US$ 89, segundo o CoinGecko.

Apesar de haver apenas 13 projetos desenvolvidos no ecossistema da Terra, o valor total de ativos bloqueados (TVL) no protocolo acabou de atingir US$ 20,5 bilhões, uma alta de 15% no último dia e de 64% na última semana, de acordo com o DeFi Llama.

Terra é uma blockchain focada na criação de stablecoins algorítmicas ligadas a diversas moedas fiduciárias, como o dólar americano e o euro. A Terra foi desenvolvida no Cosmos Network (ATOM), um protocolo de comunicação Inter-Blockchain (IBC) lançado em fevereiro de 2021 que visa criar uma “Internet de Blockchains”.

A crescente atividade em projetos, como o protocolo de poupança Anchor, que viu seu TVL crescer para US$ 8,8 bilhões nas últimas 24 horas, também está tendo um impacto positivo na TerraUSD (UST), a stablecoin lastreada em dólar da Terra.

Publicidade

Atualmente, com uma capitalização de mercado de apenas US$ 9,4 bilhões, UST não é apenas a vigésima maior criptomoeda do setor, mas também a maior stablecoin descentralizada do mercado.

Apesar de seus ganhos impressionantes, o TVL da Terra ainda está bem abaixo do valor bloqueado na popular rede de contratos inteligentes Ethereum, que possui US$ 155,5 bilhões de TVL ou quase 2/3 de todo o setor DeFi.

Alta das moedas desenvolvidas no Cosmos

Segundo Do Kwon, fundador da Terra, a crescente demanda por UST no mercado é a principal força motriz responsável por um aumento de mais de 60% no preço da LUNA na última semana.

“A apreciação de preço da LUNA é uma função da demanda por UST por meio de taxas de cunhagem”, disse Kwon ao Asia Markets. Ele sugeriu que a demanda por UST pode crescer no início de 2022 antes de atingir um “ponto de inflexão” até o fim do ano que vem.

Publicidade

“Atualmente, dezenas de projetos estão na fila de auditoria e estão se preparando para o lançamento no primeiro trimestre de 2022, o que pode amplificar o dinamismo na demanda por UST quando forem lançados”, afirmou.

Anteriormente, Kwon havia revelado que poderia haver mais de 160 novos projetos sendo lançados na Terra em 2022, incluindo a tão aguardada exchange descentralizada (DEX) Astroport e o protocolo de tomada e concessão de empréstimos Mars.

Junto com Terra, outras moedas desenvolvidas no Cosmos tiveram um ótimo desempenho no último dia, conforme ATOM, criptomoeda nativo do próprio Cosmos, subiu 12,9% para US$ 25, e OSMO, o token da DEX Osmosis, subiu 12,1% para US$ 5,28.

*Traduzido e editado por Daniela Pereira do Nascimento com autorização do Decrypt.co.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Solana encontra solução para lentidão e apressa validadores a atualizar "o mais rápido possível"

Solana encontra solução para lentidão e apressa validadores a atualizar “o mais rápido possível”

Os desenvolvedores da Solana criaram uma correção para o congestionamento e pedem ajuda dos validadores nos testes
moedas diversas caindo do céu

Binance anuncia nova plataforma de lançamento de tokens e airdrops 

Por meio da Megadrop, os usuários poderão se inscrever com BNB e concluir tarefas e obter acesso a tokens antes de eles serem listados na plataforma
homem de social contando dinheiro na rua

Brasileiro que extorquiu R$ 10 milhões em criptomoedas de empresário asiático deixa prisão

O veterinário Thiago Oliveira teria extorquido um empresário da Ásia após encontrar imagens íntimas no celular de sua namorada
Imagem da matéria: Transfero se une à Fuse Capital e lança joint venture para modernizar mercado financeiro com blockchain

Transfero se une à Fuse Capital e lança joint venture para modernizar mercado financeiro com blockchain

BRX Finance busca aproveitar as potencialidades da blockchain para criar uma infraestrutura financeira mais eficiente, acessível e transparente para todos os brasileiros