Moedas da stablecoin Tether à frente de um gráfico do mercado financeiro ascendente
Shutterstock

A Tether, emissora da stablecoin USDT, obteve um lucro líquido recorde de US$ 2,85 bilhões (cerca de R$ 14 bilhões) no quarto trimestre de 2023 e estabeleceu um aumento histórico nas reservas excedentes que respaldam seus tokens em circulação. Os números foram divulgados pela empresa nesta quarta-feira (31).

O comunicado da Tether garante que seu relatório financeiro foi endossado pela empresa de auditoria BDO, o que “reafirma a exatidão do Relatório de Reservas Consolidadas (CRR) da Tether e fornece uma discriminação detalhada dos ativos detidos pelo Grupo em 31 de dezembro de 2023”.

Publicidade

Acerca do lucro líquido, a Tether aponta que cerca de US$ 1 bilhão foi resultante de lucro operacional, com destaque para suas participações em títulos do Tesouro dos EUA. O restante dos ganhos, ressalta a empresa, é em grande parte relacionado à valorização do Bitcoin (BTC) e a reservas de ouro que possuía no período.

Tether divulga reservas excedentes

A empresa também comentou sobre suas reservas excedentes, que registraram um aumento histórico de US$ 2,2 bilhões, totalizando US$ 5,4 bilhões, enquanto os US$ 640 milhões restantes foram investidos em vários projetos estratégicos, como de mineração, infraestruturas de IA e telecomunicações P2P.

Quanto a esses valores, a Tether explicou: “Confirma-se que estes permanecem fora do relatório de reservas consolidadas e dentro de um novo salvaguarda segregado de VC [venture capital], para que tais investimentos venham a ter qualquer impacto nas reservas simbólicas”.

Empresa quitou empréstimos com garantia

O relatório diz também que a empresa atingiu seu objetivo de remover o risco de empréstimos garantidos das reservas simbólicas, já que as reservas excedentes acumuladas foram suficientes para cobrir a alienação em sua totalidade.

Publicidade

“Isto é uma resposta às preocupações expressadas pela comunidade no passado sobre esta parte do portfólio”, ressaltou.

Por fim, o documento afirma que os ativos totais consolidados do Grupo totalizam pelo menos US$ 97.020.394.556, com o passivo total de US$ 91.597.732.663, dos quais US$ 91.572.956.801 referem-se a tokens digitais emitidos.

Em resumo, finaliza o relatório, os ativos consolidados do Grupo excedem os seus passivos consolidados.

Vale lembrar que o principal negócio da Tether é administrar a stablecoin USDT, que a ajudou a gerar um lucro líquido de US$ 6,2 bilhões no ano.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Ripple cita Terra em apelação para reduzir multa da SEC de US$ 2 bi para US$ 10 mi

Ripple cita Terra em apelação para reduzir multa da SEC de US$ 2 bi para US$ 10 mi

A Ripple argumenta que sua penalidade é muito alta, “mesmo que não haja alegações de fraude neste caso”
Imagem da matéria: Robinhood compra a exchange de criptomoedas Bitstamp por US$ 200 milhões

Robinhood compra a exchange de criptomoedas Bitstamp por US$ 200 milhões

Espera-se que o acordo em dinheiro de US$ 200 milhões seja fechado no primeiro semestre de 2025, sujeito a aprovações regulatórias
Ilustração de moeda NOT dourada com logotipo do jogo Notcoin do Telegram

Notcoin doa US$ 1 milhão em tokens NOT para traders do jogo do Telegram

Você comprou ou manteve um dos primeiros vouchers de pré-market da Notcoin? Se sim, o jogo distribuiu 40 milhões de NOT como recompensa
Ariana Grande posa para foto

Memecoin ‘Michi’ salta 18% após Ariana Grande compartilhar a foto do gato

A estrela pop publicou o meme antes da valorização do Michi, gerando debate sobre se ela sabe ou não da conexão do meme com as criptomoedas