Imagem da matéria: Tether emite mais US$ 1 bilhão em USDT durante alta do Bitcoin
Foto: Shutterstock

A Tether emitiu US$ 1 bilhão em USDT na manhã deste sábado (13), conforme indica o serviço de rastreamento do Whale Alert. A quantia, que equivale a R$ 5,37 bilhões, foi produzida de uma só vez pela empresa. Como de costume, a ação gerou críticas de vários entusiastas das criptomoedas, que acusam a empresa de criar dinheiro “a partir do nada”.

No caso, o USDT é uma stablecoin cujo valor é pareado com o do dólar. Por conta disso, os críticos alegam que a Tether está, na prática, imprimindo dólares digitais. Porém, ao contrário do Fed, que é o Banco Central dos EUA, a empresa não é regulamentada e as emissões ficam ao seu critério. Na teoria, todo USDT criado tem um dólar de lastro.

Publicidade

Explicações da Tether não convencem o público

Paolo Ardoino, CTO da Tether, respondeu à mensagem do Whale Alert. “1 bilhão de USDT foi emitido na blockchain da Tron. Perceba que essa é uma transação autorizada, mas não liberada. Isso significa que a quantia vai ser usada como inventário para o próximo período pedidos de emissões e trocas de blockchain”, alertou.

É comum que o empresário publique essa mesma explicação quando o Whale Alert anuncia a emissão de novos USDT. No entanto, para muitos seguidores, o esclarecimento não faz sentido algum. “Paolo, me desculpe pela pergunta. Mas você pode me explicar como essas emissões funcionam?”, perguntou o perfil AchieveLeague. “O que isso significa, traduzido para o inglês?”, ironizou Nick Eastham.

Empresa enfrenta problemas na justiça americana

A Tether é co-irmã da exchange Bitfinex, na qual Ardoino também ocupa a posição de CTO. Desde a alta do Bitcoin (BTC) de 2018, as companhias são investigadas nos EUA por suposta manipulação de mercado, segundo a Bloomberg. A acusação é a de que a Tether imprime USDT para que a Bitfinex compre BTC no mercado.

As suspeitas sobre o relacionamento das empresas são compartilhadas por vários entusiastas das criptomoedas. No Twitter, um usuário chamou o USDT de um “bolívar venezuelano com grife”. Enquanto isso, o perfil Luca Land seguiu a trilha do dinheiro emitido pela Tether e descobriu que ele foi supostamente destinado a várias exchanges, incluindo a própria Bitfinex.

Talvez você queira ler
Foto frontal de homem com capuz cobrindo a cara com as maõs

Exchange de criptomoedas perde US$ 50 milhões em hack e alerta: “saquem imediatamente”

Antes do incidente, a exchange descentralizada (DEX) tinha mais de US$ 80 milhões em valor total bloqueado
Imagem da matéria: A grande aposta do presidente de El Salvador no Bitcoin valeu a pena?

A grande aposta do presidente de El Salvador no Bitcoin valeu a pena?

Nayib Bukele está com uma perda de quase 8% em seu investimento de 3.120 BTC
ingresso nft sympla

Sympla vai transformar ingressos de shows e eventos em NFTs para combater falsificações

Usando blockchain, a empresa fará a tokenização dos ingressos para permitir o rastreio e evitar duplicações
Imagem da matéria: Manhã Cripto: Juiz proíbe ex-CEO da Binance de deixar os EUA; Investidores da FTX processam F1 e liga de beisebol 

Manhã Cripto: Juiz proíbe ex-CEO da Binance de deixar os EUA; Investidores da FTX processam F1 e liga de beisebol 

O fundador da Binance deverá permanecer em território americano até que o tribunal de Seattle avalie se ele poderá retornar aos Emirados Árabes