Imagem da matéria: Suborno de investidores está se tornando a nova tendência no meio DeFi
Foto: Shutterstock

Projetos de finanças descentralizadas (DeFi) estão lutando para colocar as mãos em mais tokens Curve (CRV), primeiro adquirindo tokens de bloqueio de votos do protocolo (veCRV).

Com esses tokens de bloqueio de voto, projetos podem votar para ter mais tokens CRV distribuídos ao pool de liquidez de sua escolha. Já que o fornecimento de CRV é limitado, apenas haverá 3,3 milhões no total.

Publicidade

Por causa desse fornecimento finito, existe basicamente uma corrida de acumulação que seguem as seguintes etapas: adquira CRV, bloqueie-o em uma exchange para trocar por veCRV, use esse token para votar e distribuir tokens CRV a um pool específico e ganhe mais CRV no processo. Enxague e repita.

Em meio a tudo isso, outro mercado está surgindo: subornos.

Atualmente, diversas plataformas secundárias permitem subornos de uma forma ou de outra. Vamos entender como esse mecanismo funciona geralmente.

Digamos que você seja um grande fornecedor de liquidez no Curve Finance e queira aumentar a quantia de recompensas em CRV que o pool está ganhando conforme você aguarda e, bem, fornece liquidez.

Mas você só tem uma quantia específica de CRV (e pouco veCRV para influenciar essa comunidade). Então, você decide estabelecer uma espécie de suborno.

Você basicamente diz: “Oi, se você usar suas alocações em veCRV para votar para que meu protocolo receba mais recompensas, te darei outro token em troca”. Se usuários acharem que esse outro token é mais valioso, então é um bom negócio.

Publicidade

Você também pode expandir isso ao nível de protocolo.

Digamos que um projeto queira aumentar a liquidez de seu token nativo. Naturalmente, a forma mais fácil de fazer isso é oferecer as recompensas mais atrativas para possíveis fornecedores de liquidez à la “yield farming”.

Se você puder oferecer a eles um rendimento anual por acrescentar liquidez à sua criptomoeda recém-lançada, então você pode atrair muito capital novo e tornar a sua nova cripto líquida de forma muito rápida.

Andre Cronje, o criador do Yearn Finance e de diversos outros projetos DeFi, desenvolveu uma plataforma para executar esse tipo exato de suborno.

Chamado de bribe.crv.finance, o site é um portal para tudo o que se refere a subornos com CRV. Basicamente, permite que pessoas criem e aceitem ofertas de suborno.

Publicidade

Mas já que essa ideia é muito conhecida (Curve Wars fez isso lá em 2020), já existem múltiplas plataformas DeFi de suborno.

Talvez a mais famosa delas seja a Convex.

Hoje, a plataforma possui mais de 53% de todos os tokens CRV em circulação e foi criada especificamente para adquirir a maior quantidade de CRVs possível ao oferecer as recompensas mais altas para usuários.

Quando usuários bloqueiam seus tokens CRV (ou tokens de fornecimento de liquidez do Curve) na Convex, recebem outro token chamado cvxCRV como uma espécie de recibo por seu depósito.

Possuir esse token dá aos usuários o direito de receber (1) taxas de negociação do Curve (cada trade no Curve gera 0,04% em taxas), (2) o token nativo da Convex chamado CXV, e (3) à máxima recompensa possível por um pool específico do Curve.

Em relação ao terceiro direito, existe um retorno anual variável para CRV, pois nem todos são capazes de aproveitar a totalidade sem adquirir um recurso no Curve chamado “Boosting”. São necessários muitos veCRVs, algo não muito viável para pequenos holders.

Publicidade

Já que a Convex reuniu todo esse CRV (e veCRV) por meio de bônus atrativos e os colocou para trabalhar, a plataforma tem a capacidade de basicamente maximizar todas as recompensas para cada usuário.

E isso está criando uma inércia no maior acúmulo de CRV. Agora, existe uma pressa para adquirir CRX para que holders tenham um controle mandatário no Curve.

Da próxima vez em que você vir o termo “valor extraível de governança” no Twitter, estarão se referindo à aquisição de grandes quantias do token nativo de um projeto para dominá-lo.

Se o preocupante crescimento dos subornos for realmente o “estado final do DeFi” ou simplesmente seu próximo capítulo, o mercado irá decidir. Ou serão os reguladores?

*Traduzido e editado por Daniela Pereira do Nascimento com autorização do Decrypt.co.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Transfero se une à Fuse Capital e lança joint venture para modernizar mercado financeiro com blockchain

Transfero se une à Fuse Capital e lança joint venture para modernizar mercado financeiro com blockchain

BRX Finance busca aproveitar as potencialidades da blockchain para criar uma infraestrutura financeira mais eficiente, acessível e transparente para todos os brasileiros
Hans Zimmer durante premiere de Duna

Justin Sun paga compositor de Duna para criar hino do Tron

O controverso Justin Sun agora tem seu próprio hino de Hollywood
Moedas douradas de Bitcoin (BTC) em frente a um gráfico de preço de alta

Manhã Cripto: Bitcoin e Ethereum ensaiam alta; BC fala em atraso do Drex e lei para stablecoins pode avançar nos EUA

O clima ainda é de cautela para as criptomoedas depois de comentários do presidente do Fed sobre manter os juros elevados e o risco de retaliação de Israel ao recente ataque do Irã
Imagem da matéria: Fan Token do PSG salta 25% com vitória sobre o Barcelona na Liga dos Campeões

Fan Token do PSG salta 25% com vitória sobre o Barcelona na Liga dos Campeões

Enquanto o token do PSG disparou, o ativo do Barcelona caiu mais de 4% com a derrota; no outro duelo, o fan token do Atlético de Madri desabou 10%