Imagem da matéria: StormGain promete mineração de bitcoin na nuvem, mas não paga usuários
Foto: Shutterstock

Minerar bitcoin pelo celular, sem gastar bateria e CPU, de forma rápida e lucrativa. Todos os alarmes apontam que a operação do StormGain é o clássico “bom demais para ser verdade”.

O milagre propagado já começa a criar problemas, com dezenas de reclamações de dinheiro bloqueado e barreiras intransponíveis para lucros reais.

Publicidade

Por conta do alto custo da energia elétrica, minerar a principal criptomoeda do mundo se tornou uma tarefa impossível ou não lucrativa mesmo para quem tenha disponível uma força computacional imensa.

Mas de repente você pode fazer do celular, ganhando até 0,0318 bitcoin por dia, o que na cotação do momento da produção deste texto equivale a R$ 10 mil.

Essa é a promessa da corretora StormGain, que explora um conceito de mineração por meio da nuvem.

A explicação de como isso é possível é vaga: “O Cloud Mining é executado em equipamentos de propriedade da StormGain e não usa os recursos do dispositivo do usuário, ou seja, a CPU do dispositivo, bateria, placas gráficas ou outros recursos de hardware. Os usuários podem gerenciar e visualizar as transações somente através do aplicativo StormGain para mineração em nuvem.”

StormGain no Reclame Aqui e no Reddit

Usuários do Reddit que dizem ter utilizado o app, falam que a cada quatro horas deve se entrar no aplicativo, apertar um botão e é isso. Você está “minerando” bitcoin.

Publicidade

Segundo a companhia, depois de ter minerado o equivalente a pelo menos 10 dólares em Bitcoin, o usuário pode retirar o valor em até 72 horas. Aí parece ser o problema.

Uma cliente de Juiz de Gora (MG) relatou no site Reclame Aqui que é na prática impossível chegar a um nível proposto de US$ 30 no tempo estipulado; quando o minerador chega, o “prazo” expirou e a retirada não pode ser feita.

“Os primeiros US$ 10 que ficam retidos, a gente consegue obter rapidinho. Depois disso a mineração só começa a decair e às vezes até regride. Impossível chegar nos US$ 30 antes de expirar”, afirma.

Outro cliente, esse de Londrina (PR), diz: “Realizo a mineração no tal aplicativo, mas os valores somem e nunca consigo atingir os 10 dólares”.

Publicidade

Um ponto levantado pelos usários do Reddit é que a empresa separa seus clientes em níveis e aqueles que possuem mais dinheiro nas contas tem maior velocidade na alegada mineração.

Acontece que a mineração de bitcoin é influenciada apenas pelo poder computacional que é empregado nela, nada tendo a ver com quantidade de dinheiro ou mesmo BTC que alguém possui.

O Portal do Bitcoin entrou em contato com a StormGain, mas ainda não teve retorno até o fechamento deste texto.

Especialista analisa StormGain

O especialista em mineração Denny Torres falou com o Portal do Bitcoin sobre a operação. Primeiro ele explica: o que existe é operar rigs à distância por meio de um aplicativo de celular. A mineração em si, sempre quem faz são as placas físicas que estão gastando energia computacional.

“Não posso falar desse site específico por não conhecer todos os detalhes. Mas no modelo deles você tem que colocar dinheiro, supostamente para eles se equiparem, e você ‘tem uma rig’. Economicamente não é uma operação viável. O custo que a empresa têm para comprar uma rig, o payback necessário, manter, limpar, e aí ter que dividir com o que seriam esses sócios/clientes. Não fecha”, afirma.

Publicidade

Torres afirma que este tipo de operação ocorre quando existe uma base de confiança muito grande. “Conheço um grupo de pessoas que mora nos EUA e tem parentes no Brasil. O pessoal daqui enviou dinheiro para compra de equipamentos e monitora as rigs à distância. Os parentes no Estados Unidos ganham uma taxa. Mas funciona por ser uma base de confiança enorme, entre parentes”, conta.

A fala vem também de experiência própria. Torres lembra que em 2017 colocou dinheiro em uma “mineração pela nuvem” da Hash Flare em um esquema muito parecido com o da Storm Gain e nunca mais conseguiu tirar o dinheiro. “Eu e muitas pessoas perdemos o dinheiro colocado ali”, afirma.

Em vídeo, Denny Torres aprofunda alguns conceitos sobre mineração na nuvem:

VOCÊ PODE GOSTAR
SBF da FTX no Congresso dos EUA

Criador da FTX diz que divide presídio com assassinos e brinca que arroz virou moeda com “boas oportunidades” de arbitragem

Sam Bankman-Fried, fundador da FTX, falou sobre sua vida na prisão, a visão diferenciada que tem sobre o que poderia ter sido sua vida e sua tentativa de apelação da condenação
Imagem da matéria: Manhã Cripto: Bitcoin abre semana em alta de 2,8%; Grandes investidores do Japão e EUA ganham exposição ao BTC

Manhã Cripto: Bitcoin abre semana em alta de 2,8%; Grandes investidores do Japão e EUA ganham exposição ao BTC

Wells Fargo dos EUA e a Metaplanet do Japão anunciaram novos investimentos no Bitcoin
Imagem da matéria: MB estreia no ranking de Exchange Benchmark em 1º lugar no Brasil

MB estreia no ranking de Exchange Benchmark em 1º lugar no Brasil

O relatório semestral, realizado pela CCData, é considerado uma estrutura robusta para classificar a atuação de exchanges do Brasil e do mundo
sob notas de dólares estão moedas de bitcoin, ethereum, ao lado de celular com logo FTX

FTX apresenta proposta para devolver aos clientes 118% dos fundos perdidos

Empresa afirma que caso o plano seja aprovado pela corte, os pagamentos serão feitos em até 60 dias