Imagem da matéria: Startup vai permitir envio de Bitcoin por WhatsApp
(Foto: Shutterstock)

A startup de criptomoedas ‘Wuabit’ vai lançar uma carteira de criptoativos para funcionar em aplicativos de bate-papo. De acordo com o diário britânico Express, a primeira fase de desenvolvimento do software está quase completa, incluindo o suporte para o Bitcoin no WhatsApp.

“Os pagamentos com criptomoedas via WhatsApp podem introduzir um número maior de novos usuários que apenas conversam no aplicativo. A usabilidade é fundamental na adoção do usuário e um ótimo facilitador”, disse um porta-voz da empresa à reportagem.

Publicidade

Ele acrescentou:

“Estamos perto de concluir o serviço principal da carteira começando com o Bitcoin”, disse. Uma versão beta da carteira vai estar disponível em abril para dar início à fase de testes.

Via Whatsapp

A carteira Wuabit, homônima à startup espanhola, foi descrito por seus desenvolvedores como um ‘programa agente controlado por Inteligência Artificial (IA)’, o que sugere ser um ‘chatbot’, programa que simula interações humanas.

Manuel Polo, cofundador da empresa, disse, em entrevista ao Cryptonews, que os usuários poderão enviar e receber criptomoedas simplesmente digitando comandos como ‘enviar’, ‘receber’, ‘balanço’, entre outros.

Desta forma, o Wuabit pode ganhar, então, um gigantesco número de usuários, visto que o WhatsApp é um dos aplicativos de comunicação mais utilizados em todo o mundo.

Publicidade

Outra coisa, é que a empresa não está limitada a condicionar seu novo programa somente para a plataforma do WhatsApp, mas também para outros softwares de comunicação, como Messenger, Telegram e até mesmo SMS.

O mesmo vale para os criptoativos. O Wuabit também planeja o suporte para outra criptomoedas, como Litecoin, Bitcoin Cash e Ethereum, DASH, Bitcoin SV e Tron.

Assim, tornando o Wuabit acessível ao grande público, o serviço vai ajudar a impulsionar os pagamentos com criptomoedas e ajudar a valorizar ainda mais o criptomercado.

Popularizar com grandes plataformas

O uso das criptomoedas está crescendo, mas muitos especialistas acreditam que a adoção poderia ser muito maior se houvesse melhor compreensão para o público em geral.

Publicidade

A falta de conhecimento é um dos fatores que impedem pessoas de saber  que o criptomercado é uma forma rápida e segura de movimentar dinheiro.

Até mesmo o Facebook supostamente estaria trabalhando em uma moeda para ser transmitida pelo WhatsApp.

Considerando a popularidade da plataforma, um serviço de pagamentos com criptomoedas permitiria que milhões de usuários realizassem tanto transações locais como internacionais. Isto também alavancaria o criptomercado mundial.

No entanto, mesmo que o projeto ainda não tenha sido confirmado, o Facebook já deu uma pista. O setor de criptomoedas e blockchain da empresa integrou-se à equipe de pesquisa da Chain Space, uma startup especializada em desenvolvimento de contratos inteligentes.

Além disso, o setor de Recursos Humanos do Facebook abriu várias vagas de emprego para profissionais do setor de blockchain.


Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Bitcoin entra em onda de alta e atinge o seu maior preço desde o halving

Bitcoin entra em onda de alta e atinge o seu maior preço desde o halving

Dados do CoinGecko mostram que o Bitcoin subiu cerca de 3% no último dia e no período de uma semana valorizou em 9%
Ilustração de bandeira do Brasil dentro moeda de Bitcoin

Novo estudo do LAPIN apresenta melhores práticas para regulação de criptomoedas no Brasil

White paper feito pelo LAPIN com apoio da Ripple traz diversos pontos e dados para ajudar na regulação do setor de criptomoedas brasileiro
bloco de bitcoin, ordinals, runes

O maior Ordinals da história do Bitcoin acaba de ser inscrito — até onde eles vão crescer?

O maior arquivo de Bitcoin de todos os tempos acabou de ser criado. Será que o recorde pode ser quebrado novamente?
Moeda prateada da Chainlink com reflexo em um fundo roxo

Chainlink sobe 18% ao lançar projeto piloto em Wall Street com JP Morgan, BNY Mellon e DTCC

A DTCC anunciou que acaba de concluir um projeto piloto de tokenização com gigantes de Wall Street, como JP Morgan e BNY Mellon, aproveitando o CCIP da Chainlink