Imagem da matéria: Startup de Bitcoin vence programa de aceleração da Visa no Brasil
Ricardo Da Ros, o country manager da Ripio (Foto: Portal do Bitcoin)

Quem diria: a divisão brasileira da startup argentina Ripio, que possui como principal produto uma carteira de bitcoin, foi escolhida como a vencedora do programa de aceleração da Visa.

A decisão dos jurados foi compartilhada com o público nesta segunda-feira (17) no auditório do MASP, em São Paulo. Ela é o resultado de um programa promovido pela gigante de meios de pagamento que começou em abril de 2019.

Publicidade

No palco, durante um rápido pitch para o público, Ricardo Da Ros, country manager da Ripio Brasil, apresentou três novos produtos da empresa que devem ser lançados até junho.

O primeiro é o cartão Rípio com bandeira Visa no qual os usuários vão poder gastar bitcoins nos locais que aceitam a bandeira.

Além disso, vão implementar o Visa Direct, serviço que vai permitir transferência 24/7 de reais da plataforma da Rípio. Na prática, é permitir compras de criptomoedas fora do horário bancário.

A terceira novidade é que a empresa vai permitir compras de bitcoin por meio de qualquer cartão de crédito — independentemente da bandeira.

Publicidade

Sobre o programa, Da Ros disse que ajudou abrir portas com diversos parceiros e que a relação próxima com os executivos facilitou o caminho para poder oferecer os serviços da Visa.

“Somos do mundo cripto, mas estamos trazendo o mercado o tradicional. Fomos a startup que mais aproveitou o programa para criar produtos com a Visa”, afirmou ao Portal do Bitcoin.

A Ripio foi a única empresa acelerada do ecossistema de criptomoedas.

Visa Demo Day

Conforme a empresa de cartão de crédito, o programa é uma iniciativa da Visa do Brasil e tem como objetivo fomentar o ecossistema de startups no país. Além do objetivo de acelerar, a Visa tem o papel de auxiliá-las em sua atuação junto ao mercado e gerar conexões e negócios.

As inscrições para o programa de 2020 estão abertas e vão até o dia 13 de março.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem de Glaidson Acácio dos Santos, mais conhecido como Faraó do Bitcoin

Gilmar Mendes mantém prisão de Glaidson Acácio dos Santos, criador da GAS Consultoria

A defesa do ‘Faraó do Bitcoin’ alegou problemas psiquiátricos e uso de medicamento controlado, além de questionar a jurisdição acerca da competência para os processos
Policial algemando suspeito durante a noite

Médico perde R$ 500 mil em criptomoedas após encontro por aplicativo e sequestro; suspeitos são presos

Os sequestradores que aplicaram o famoso ‘golpe do amor’ foram presos rapidamente pela PM de SP; Polícia Civil investiga o paradeiro dos ativos
moeda e notas pendurada em um varal

Operação contra maior milícia do RJ revela que suspeitos compravam Bitcoin para lavar dinheiro

Fonte do dinheiro movimentado pelos suspeitos seria oriundo de grilagem de terras, extorsão contra comerciantes e exploração do transporte
Homem preso com as mãos algemadas nas costas

Polícia do Rio prende suspeitos de integrar quadrilha especializada em golpes com criptomoedas

Operação ‘Investimento de Araque’ foi deflagrada nos estados do Rio, Amazonas e Pará; suspeitos movimentaram mais de R$ 15 milhões em dois anos