Startup de Bitcoin vence programa de aceleração da Visa no Brasil

Empresa de Bitcoin vence programa de aceleração da Visa no Brasil
Ricardo Da Ros, o country manager da Ripio (Foto: Portal do Bitcoin)


Quem diria: a divisão brasileira da startup argentina Ripio, que possui como principal produto uma carteira de bitcoin, foi escolhida como a vencedora do programa de aceleração da Visa.

A decisão dos jurados foi compartilhada com o público nesta segunda-feira (17) no auditório do MASP, em São Paulo. Ela é o resultado de um programa promovido pela gigante de meios de pagamento que começou em abril de 2019.

No palco, durante um rápido pitch para o público, Ricardo Da Ros, country manager da Ripio Brasil, apresentou três novos produtos da empresa que devem ser lançados até junho.

O primeiro é o cartão Rípio com bandeira Visa no qual os usuários vão poder gastar bitcoins nos locais que aceitam a bandeira.

Além disso, vão implementar o Visa Direct, serviço que vai permitir transferência 24/7 de reais da plataforma da Rípio. Na prática, é permitir compras de criptomoedas fora do horário bancário.

A terceira novidade é que a empresa vai permitir compras de bitcoin por meio de qualquer cartão de crédito — independentemente da bandeira.

Sobre o programa, Da Ros disse que ajudou abrir portas com diversos parceiros e que a relação próxima com os executivos facilitou o caminho para poder oferecer os serviços da Visa.

“Somos do mundo cripto, mas estamos trazendo o mercado o tradicional. Fomos a startup que mais aproveitou o programa para criar produtos com a Visa”, afirmou ao Portal do Bitcoin.

A Ripio foi a única empresa acelerada do ecossistema de criptomoedas.

Visa Demo Day

Conforme a empresa de cartão de crédito, o programa é uma iniciativa da Visa do Brasil e tem como objetivo fomentar o ecossistema de startups no país. Além do objetivo de acelerar, a Visa tem o papel de auxiliá-las em sua atuação junto ao mercado e gerar conexões e negócios.

As inscrições para o programa de 2020 estão abertas e vão até o dia 13 de março.