Imagem da matéria: Sindicato dos jogadores de futebol da Inglaterra aponta preocupação com investimentos em criptomoedas
Foto: Shutterstock

A Associação de Jogadores Profissionais de Futebol da Inglaterra (PFA, na sigla em inglês), que atua como sindicato da classe, criou um curso para que jogadores aprendam a lidar com criptomoedas em seu departamento de bem-estar.

A informação foi divulgada pelo jornal The Mirror, que aponta que o sindicato tem visto as grandes estrelas do esporte investirem grandes quantias e influenciarem os outros jogadores.

Publicidade

O sindicato afirma ter receio de que os jogadores estejam aplicando grandes quantias sem saber exatamente onde estão investindo e como funciona o universo das criptomoedas.

Além disso, a PFA afirma ter receio de que jogadores que já tenham vício em jogos de azar sejam especialmente vulneráveis a sofrerem danos no mercado de criptomoedas.

Futebol e criptomoedas

Futebol e criptomoedas têm tido seus caminhos cruzados com cada vez mais frequência. Lionel Messi aceitou receber parte de seu pagamento no Paris-Saint Germain em criptomoedas.

Além disso, o game Sorare, que roda em uma plataforma Ethereum e é baseado na troca de figurinhas digitais NFTs de jogadores de futebol dos clubes europeus, anunciou em setembro o investimento de US$ 680 milhões (R$ 3,6 bilhões) em uma rodada Série B de investimento.

Publicidade

Os US$ 680 milhões fazem com que a empresa tenha um valor de US$ 4.3 bilhões e vem após um levantamento de US$ 50 milhões em uma rodada Série A que foi anunciada em fevereiro. Essa rodada Série B foi liderada pelo conglomerado japonês de tecnologia e investimentos SoftBank, que tem diversos investimentos na indústria dos criptoativos, especialmente por meio da divisão de serviços financeiros chamada SBI Holdings.

Atualmente focado especialmente em futebol, o Sorare conta com jogadores de mais de 175 clubes em sua plataforma. Clubes populares como Barcelona, Juventus e Paris Saint-Germain fazem parte do game, assim como a Associação de Jogadores da Major League Soccer (liga norte-americana de futebol) – apenas os jogadores, não os clubes em si.

Investimento de jogadores

Jogadores como Gerard Piquè, Antoine Griezmann, Rio Ferdinand e César Azpilicueta também investiram nessa rodada. O investimento de fevereiro na rodada Série A teve participações de empreendedores famosos como o entusiasta de NFT, Gary Vaynerchuk, e também do fundador da Seven Seven Six e co-fundador do Reddit, Alex Ohanian.

Sorare estreitou laços com a desenvolvedora de games Ubisoft. A startup fez parte do programa de aceleração de stratups da Ubisoft, e a empresa colaborou na criação do One Shot League, um spin-off da Sorare baseada na liga belga Jupiler Pro League.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Braiscompany: Justiça já entregou todos os documentos para extraditar donos da pirâmide

Braiscompany: Justiça já entregou todos os documentos para extraditar donos da pirâmide

O casal que fundou a Braiscompany está em prisão domiciliar na Argentina, enquanto os países negociam extradição
Cachorro Shiba Inu que inspitou Dogecoin

Kabosu, a cachorrinha que inspirou a Dogecoin, falece aos 18 anos

Kabosu sofria de doença crônica e já era muito idosa; segundo sua dona, a cachorrinha “faleceu silenciosamente”
Sob um banco de madeira três criptomoedas ao lado de um celular com logo do Nubank

Nubank libera envio e recebimento de criptomoedas de carteiras externas

Já estão disponíveis para essas transações Bitcoin, Ethereum e Solana; outras moedas e redes serão adicionadas em breve
Imagem da matéria: Caso Sbaraini: advogado tenta acordo, mas vítimas podem demorar 5 anos para recuperar investimentos

Caso Sbaraini: advogado tenta acordo, mas vítimas podem demorar 5 anos para recuperar investimentos

A Sbaraini, que operava criptomoedas, parou de pagar seus clientes após uma operação da Polícia Federal apontar para um esquema de lavagem de dinheiro dentro da empresa