Imagem da matéria: Empresa de rastreamento de bitcoin recebe US$ 60 milhões de investimento
Foto: Shutterstock

A Elliptic, empresa que faz o rastreio e registro de movimentações de bitcoin e criptomoedas, recebeu um aporte de US$ 60 milhões. O anúncio foi feito pelo perfil de LinkedIn da empresa nesta segunda-feira (11) e teve como novo investidor o grupo Softbank.

O outros investidores são companhias que já possuíam dinheiro aplicado na Elliptic: AlbionVC, Digital Currency Group, Wells Fargo, SBI Group, Octopus Ventures, SignalFire e Paladin Capital Group.

Publicidade

“Na Elliptic, nós auxiliamos instituições financeiras, sejam exchanges de cripto a grandes bancos, a adotarem os criptoativos de forma mais segura. Esse aporte é uma demonstração das oportunidades dos criptoativos no setor financeiro e do nosso papel absolutamente crítico neste ecossistema”, afirma Simone Maine, CEO da Elliptic.

A empresa afirma que agora estará ocupada “contratando, construindo, dando escalabilidade e inovando” no mundo de antecipação de riscos e padrões de compliance no universo de criptomoedas.

Quando intervir nas negociações de criptomoedas

Em seu site, a Elliptic afirma que as maiores exchanges tem transacionado valores bilionários todos os dias e que bancos como Goldman Sachs e JPMorgan estão entrando neste universo:

“Todas essas empresas devem entender quando podem deixar as coisas rolarem, e quando devem intervir. Porque interromper crimes financeiros é uma necessidade regulatória e moral. Um ecossistema saudável é um que seja seguro”.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Manhã Cripto: Bitcoin recua para US$ 64 mil; CEO da Binance clama para que “colega querido” seja libertado da prisão

Manhã Cripto: Bitcoin recua para US$ 64 mil; CEO da Binance clama para que “colega querido” seja libertado da prisão

Richard Teng fez uma publicação para pedir que as autoridades da Nigéria libertem Tigran Gambaryan
Imagem da matéria: Fundador do Telegram diz que manterá seus tokens do Notcoin até multiplicarem por 100

Fundador do Telegram diz que manterá seus tokens do Notcoin até multiplicarem por 100

Pavel Durov detém 1% do maior token de jogo deste ano, doado pelos jogadores. E ele não está vendendo seus Notcoin – não agora, pelo menos
Imagem da matéria: O que é o Notcoin? Conheça o jogo baseado em Telegram, o token NOT e os planos futuros

O que é o Notcoin? Conheça o jogo baseado em Telegram, o token NOT e os planos futuros

Notcoin é um jogo baseado no Telegram que nos últimos meses acumulou um total de 35 milhões de jogadores
Nathalia Arcuri falando em evento

Mercado Bitcoin e Nathalia Arcuri firmam parceria de conteúdo via blockchain

Mercado Bitcoin e Nathalia Arcuri firmam parceria via blockchain e promovem educação financeira de criptoeconomia gratuita