Imagem da matéria: Senadora americana pró-bitcoin propõe nova legislação para o setor de criptomoedas
Foto: (Wikimedia Commons/Flickr)

A senadora americana Cynthia Lummis, membro do Comitê Bancário do Senado e uma dentre dois senadores a ter bitcoin (BTC) em seu portfólio de investimentos, planeja apresentar um projeto de lei que irá mudar drasticamente o ambiente legislativo e regulatório para as criptomoedas, de acordo com a Bloomberg.

Segundo o artigo, o projeto de lei criaria um novo órgão regulatório para lidar com questões relacionadas a criptoativos, que seriam supervisionadas em conjunto pela Comissão de Valores Mobiliários e de Câmbio dos EUA (ou SEC, na sigla em inglês) e a Comissão de Negociação de Futuros de Commodities (ou CFTC).

Publicidade

O projeto de lei também iria definir como diferentes tipos de criptoativos são classificados para propósitos regulatórios, codificar normas de taxação para criptomoedas, delinear regulações para fornecedores de stablecoins e incluir proteções a clientes.

Na semana passada, a senadora Lummis, uma ferrenha defensora do bitcoin, disse ao Decrypt: “Estou otimista de que, no futuro, iremos chegar a um acordo sobre uma estrutura jurídica para criptoativos que soluciona muitos dos antigos problemas, incluindo jurisdição regulatória, integridade de mercado, organizações autorregulatórias e stablecoins”.

Regulações cripto estão em uma encruzilhada, conforme a indústria, o Congresso e reguladores afirmando que a indústria precisa ser regulamentada, mas ninguém está concordando sobre como e por quem isso será feito.

Gary Gensler, presidente da SEC, tentou consolidar a supervisão dos mercados cripto em sua agência; ele apontou o fato que muitos ativos listados em corretoras cripto são provavelmente classificáveis como valor mobiliários (instrumentos financeiros negociáveis, como ações e títulos).

Publicidade

Enquanto isso, Rostin Behnam, presidente da CFTC, pressionam sua agência, que tradicionalmente supervisiona produtos de derivativos, como futuros de bitcoin, tivesse mais jurisdição.

O projeto de lei de Lummis não é um tiro no escuro, apesar de poder ser considerado como o ponto de partida para a legislação do que uma tentativa falha.

O senador Pat Toomey, o único outro senador a possuir bitcoin, é o principal membro do Comitê Bancário do Senado, onde o projeto de lei provavelmente será apresentado para fins de consideração.

O comitê, comandado pelo senador Sherrod Brown, demonstrou um grande interesse no assunto. Este mês, o comitê realizou uma audiência chamada “Stablecoins: Como Funcionam, Como São Usadas e Quais São seus Riscos?”.

Publicidade

Em um discurso preparado, o senador Brown disse: “Stablecoins e mercados criptos não são uma alternativa ao nosso sistema bancário. São um espelho do mesmo sistema danificado, com ainda menos responsabilidade e sem regra alguma”.

Veremos se ele gosta do projeto de lei que sua colega de Wyoming está propondo.

*Traduzido e editado por Daniela Pereira do Nascimento com autorização do Decrypt.co.

VOCÊ PODE GOSTAR
Celular com logotipo da BInance

Binance anuncia fim do suporte a uma stablecoin que afetará pares com Bitcoin e Ethereum

A exchange também anunciou a listagem de novos pares de negociação com Lira turca
Bitcoin em gráfico de alta com seta azul apontado para o alto

Traders esperam que Bitcoin supere a máxima de US$ 74 mil em breve

“Esperamos um impulso de alta aqui que pode nos levar de volta às máximas de US$ 74 mil”, disse a QCP Capital sobre o momento do Bitcoin
Moeda de Bitcoi sob mapa da América comd estaque para Venezuela

Venezuela quer desativar todas as fazendas de mineração de criptomoedas do país

O governador do estado de Carabobo afirmou que o governo está prestes a publicar um decreto que irá proibir a mineração de criptomoedas
pilhas de moedas douradas à frente da bandeira da Colômbia

Maior banco da Colômbia lança corretora de criptomoedas

A plataforma Wenia visa atrair pelo menos 60.000 clientes em seu primeiro ano de operação